23
fevereiro
2016

Dez coisas a saber sobre cirurgia refrativa a laser (“da miopia”)

Postado por Ana em Olhos

Há muito tempo que queria escrever esse post, mas só agora “saiu”. Foi até bom esperar porque nos últimos meses passei a me ocupar relativamente bastante na área e aprendi muito mais também. Na verdade, cirurgia refrativa é um conceito que engloba várias técnicas que têm um objetivo em comum: a independência – parcial ou total – de óculos ou lente de contato. Aqui falarei da que é mais “famosa” atualmente: aquela a laser, sabem? Inclusive existem algumas formas diversas de cirurgia a laser, mas vou me referir abaixo mais especificamente ao LASIK, que é a mais comum atualmente. Muita gente conhece como “cirurgia de miopia“, mas o laser pode corrigir outros erros refracionais também, como hipermetropia e astigmatismo. Mas, como é mais comum, falarei mais da correção de miopia mesmo!

1) O que pode ser corrigido com a cirurgia refrativa a laser?

O laser pode corrigir miopia, astigmatismo (inclusive os dois ao mesmo tempo) e também hipermetropia. O quanto pode ser corrigido é bem individual e depende das características do olho da pessoa, por exemplo, da espessura da córnea. No geral, a correção máxima recomendada é de 8 graus para miopia, de 3 para hipermetropia e 5 pro astigmatismo.

2) Como é realizado o procedimento? Dói?

cornea

O alvo da cirurgia a laser é a córnea. A córnea é a “tampinha do relógio do olho”, a parte transparente que fica na frente da íris. A técnica mais moderna de LASIK se chama Femto-Lasik, pois o corte inicial é feito com laser de Femtosegundo. O procedimento não dói, porque a córnea é altamente anestesiável com colírio. E tudo é muito rápido. Primeiro, pinga-se um colírio anestésico no olho. Depois chega um anel de sucção que dá uma pressionada na córnea para ela ser cortada com precisão. Nesse curto momento, a pressão do olho sobe bastante e no geral não se vê nada. Daí o laser tipo “Femtolaser” corta uma tampinha na córnea (“flap“), que já foi pré-calculada.

lasik2

Ainda é feito bastante também o LASIK com microcerátomo em vez do Femtolaser, onde o corte não é feito com o laser, mas sim com uma espécie de micro-bisturi. Depois, o cirurgião levanta a tampinha e daí vem outro tipo de laser, o “Excimer laser“. Este passa fazendo a “ablação corneana” – removendo uma quantidade também pré-calculada de tecido da córnea. Por exemplo, para corrigir cada grau de miopia se remove uma quantidade “x” de tecido. Daí fecha-se a tampinha e é tudo auto-selante, não precisa de pontos. O cirurgião te falará para onde deverá olhar durante o procedimento – você não precisa ter medo de seus movimentos oculares, pois os aparelhos modernos estão preparados para segui-los, se pequenos, ou para parar o procedimento em caso de grandes movimentos.

3) Quem pode fazer? Pra quem é indicado?

Cada serviço pode alterar um pouco as indicações, mas no geral, o paciente deve ter mais de 18 anos. Além disso, o grau de óculos deve estar estável há pelo menos um ano, sem alterar-se em mais que meio grau. Os olhos devem ser saudáveis, você não pode ter doenças de córnea nem doenças que cursam com olho seco grave. Você não pode estar grávida nem amamentando e sua saúde geral deve ser boa. Sua córnea deve ser suficientemente grossa para que, após retirado o necessário, ainda fique uma quantia X de segurança. A indicação de submeter-se ou não à cirurgia é individual, mas o básico é que ela serve para melhorar a qualidade de vida. Então, na minha opinião, ela está indicada para quem se sente mutilado pela necessidade de óculos ou lente de contato para longe. Como tudo na vida, é questão de custo x benefício, que deverão ser pesados!

pirato

4) Há riscos ?

Apesar de ser muito seguro, o LASIK tem seus riscos, como em todo procedimento médico. Os riscos sérios, contudo, são muitíssimo raros, especialmente com os procedimentos com FemtoLaser, que praticamente aboliram as complicações de corte. Não vou listar alguns bem específicos, mas apenas alguns mais importantes: infecção, reações de hipersensibilidade, erros de cálculo ou “piorar um ceratocone adormecido”. Ceratocone é uma doença da córnea que vocês possivelmente conhecem – e é contra-indicação absoluta para o procedimento. Mas o problema é que nem sempre é fácil de reconhecê-lo. Quando o ceratocone está na forma “frustra”, ou seja, “adormecida”, pode ser muito difícil diagnosticá-lo, mesmo com exames modernos. O risco com a tecnologia atual é ínfimo, mas existe. Esse é dos maiores desafios desse tipo de procedimento, aliás. Porque LASIK é veneno pra ceratocone – o que era frustro, após um procedimento desse, aparece e degringola de vez. Já em relação a LASIK x Descolamento de retina, há muita discórdia. O LASIK não foi confirmado como fator de risco independente, mas a miopia, principalmente a alta, sim. E são geralmente esses os candidados ao LASIK, o que leva a muita confusão, pois são pessoas que, obviamente terão uma frequência maior de descolamento que as demais. O que se sabe é que a retina deverá ser bem examinada no pré-operatório e eventuais defeitos (como buracos, rasgões) deverão ser tratados antes (laser de retina). Não se sabe ao certo mas pode ser que, devido ao anel de sucção, a força sobre o olho possa atuar sobre lugares já sensíveis da retina (no caso, não previamente tratados) e favorecer o aparecimento de uma rotura, por exemplo.

A parte mais desafiadora de um bom resultado com o LASIK nem é a cirurgia em si, mas sim o pré-operatório. Muitos exames são feitos antes para tentar garantir a satisfação no final, mas sempre existe a chance da correção final não ser a esperada. Em LASIK, touch-ups, ou retoques, são possíveis, mas como tudo em medicina, melhor conseguir o efeito esperado na primeira tentativa. Re-operações sempre têm mais riscos!

5) Há efeitos colaterais?

Em relação aos efeitos colaterais mais comuns: sensação de olho seco, bem puxada no primeiro dia (tem que pingar colírio frequentemente) e desconfortável nas primeiras semanas. Daí será bem de cada um, se os olhos permanecerão mais secos após o procedimento ou se voltarão ao “normal” e em quanto tempo! Mais uma vez a importância do pré-operatório para reconhecer olhos já secos que provavelmente sofrerão mais com o problema após o LASIK. A profissão também é importante, quem trabalha o dia todo no computador sofrerá provavelmente mais com isso, principalmente no início. Além disso, é muito comum que uns vasinhos superficiais se arrebentem no procedimento e os olhos fiquem BEM vermelhos por dias. Nada de fazer pra preparar pro seu casamento que será em uma semana haha! Além disso, pode haver uma piora na visão dos “halos” noturnos (vai depender do tamanho da pupila). Isso acontece porque, à noite, a pupila fica às vezes maior que a superfície que foi trabalhada no LASIK.

6) Se eu me submeter a cirurgia nunca mais vou precisar de óculos?

Acho que essa é a questão mais importante e subestimada. Talvez eu seja meio conservadora, mas não me sinto bem vendo paciente de 37 anos optando pela cirurgia refrativa sem que lhe tenha sido explicada a situação a seguir muito bem: ele está ali porque quer independência de óculos, mas daí a uns 3 anos precisará de óculos de leitura. Um míope com 3 graus de miopia poderá ficar a vida toda lendo sem óculos, maquiando sem óculos. Isso acontece porque a miopia pode “compensar” a vista cansada (“presbiopia”), que acomete todas as pessoas a partir dos 40 anos. Lembro que não são todos os graus, mas geralmente os entre 1 e 4 oferecem mais essa vantagem (depende também do astigmatismo). Após a cirurgia, essa “vantagem” da miopia será perdida e, ao se tornar présbita (cerca de 40 anos), ele precisará de óculos de leitura como todos os outros. Além disso, principalmente nos mais jovens, mesmo estando o grau estável há um tempo, há a chance da miopia progredir e a necessidade de óculos para longe voltar (ainda que menor). Nesse caso, é possível um segundo procedimento. Por isso, não tem como garantir 100% que a independência de óculos, mesmo para longe, será para sempre. A independência absoluta de óculos por toda a vida só é possível com procedimentos de troca de lente intraocular (“facorefrativa”), mas isso é assunto pra outro post!

7) Em quanto tempo voltarei a trabalhar e quais os cuidados após o procedimento?

Ao contrário dos procedimentos a laser antigos (alguns ainda indicados em casos individuais), a recuperação com LASIK é muito rápida. Se a qualidade da visão ainda não está 100% logo após o procedimento, é mais pela secura mesmo. No geral, fica-se só em repouso no dia do procedimento mesmo, sem forçar muito. Sair de óculos escuros, devido à sensibilidade à luz no primeiro dia, também é aconselhado. Para a primeira noite, há um protetor ocular para usar. Na primeira semana, de preferência no primeiro mês até, não se deve coçar/esfregar os olhos. Deve-se pingar os colírios prescritos! De preferência, um mês sem sauna e piscina ou coisas que aumentem a chance de trauma ocular, como jogar futebol. Dirigir, só se já se sentir apto após o segundo dia. O banho nas primeiras 24h só se tiver garantia de que não vai entrar água/xampu nos olhos. Nos dias seguintes, apesar da secura ou eventualmente olhos vermelhos, se consegue trabalhar na maioria das funções. Por exemplo, onde trabalho são feitas na sexta e na segunda pessoal já volta a trabalhar – aqui na Alemanha nem se pode dar atestado médico por causa dessa cirurgia, pois é considerada cosmética (no Brasil é diferente).

8) Quando custa um procedimento desses?

Em relação ao FEMTO-Lasik: perguntei para minha amiga (Dra. Fernanda Vieira) que trabalha com isso em BH e ela disse que lá custa cerca de 4 mil reais os dois olhos. No Brasil, em certos casos o seguro cobre o LASIK (mas não o FEMTO-Lasik) – por exemplo, miopia acima de 5 graus. Aqui no sul da Alemanha o procedimento custa entre 3000 e 4000 euros os dois olhos (com Femto-Lasik guiado por Wavefront) e o seguro obrigatório (“Krankenkasse”) não cobre em nenhum caso, os particulares no máximo só parcialmente e dependendo do caso – os seguros deverão ser individualmente consultados.

9) Por que meu oftalmolgista usa óculos?

oculosGuilty!!

Clássica pergunta, hahaha! Alguns motivos são possíveis. Pode ser que ele seja míope e viva de boa com óculos e adora o fato de continuar lendo sem precisar de óculos e você não tem na-da a ver com isso, (#deixaopovoempaz) kkk! Pode ser que ele esteja com óculos só para poder ler, já que ele já sofre “de vista cansada” e laser não corrige a “vista cansada” (presbiopia). Pode ser que ele não esteja a fim de cirurgia e/ou que ele MORRA de medo. Sim! Os riscos são mínimos, mas quando se conhece bem o olho você fica “trancado” mesmo com as possibilidades. Se for a Ana é só porque ela tá meio sem maquiagem ou extra-olheiruda aquele dia e quer disfarçar a olheira! 🙂

10) Ana, você indicaria no meu caso?

Coloquei esse ítem para falar que eu não vou responder esse tipo de pergunta aqui nos comentários. As mais gerais, com todo o prazer. Mas para o SEU caso, só você com o seu oftalmologista mesmo para ter a resposta. O que posso falar genericamente é que, no geral, eu recomendo exaurir as outras possibilidades conservadoras antes de se submeter à cirurgia: já tentou lente de contato? Já tentou lente de contato com um SUPER especialista em lente de contato? Pode ser que você fique super satisfeito assim. Devo ser sincera – se perguntarem, a maioria absoluta-e-esmagadora dos pacientes que chegam pro controle pós- LASIK de 3 meses estão radiantes de alegria. É o que ocorre quando a indicação é correta e o pré-operatório é bem feito, inclusive com cerca de UMA hora de esclarecimentos. Mas a verdadeira pesquisa de satisfação seria aquela feita no fim da vida mesmo, tendo em vista as questões que pontuei antes. Quem sou eu, que mal precisei de óculos na vida, para julgar alguém com miopia de -5 que viu mal a vida toda, né? Mas, por favor, só não se decidam por isso só por modinha, porque sua blogueira favorita fez um post falando que é MARA! BOM SENSO sempre, e tirar todas as suas dúvidas com seu oftalmologista é importantíssimo – assim ficará satisfeito com sua decisão.

Os meus textos da área da saúde são voltados para o público leigo e não têm a intenção de formar colegas oftalmologistas. Por favor, não usem meus textos em outros sites sem a minha autorização, obrigada!

Beijos, e pra quem for fazer todas as boas energias do mundo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Aline 23/02/2016 às 11:39

    Adorei o texto! Na verdade, adoro todos os seus textos sobre assuntos médicos. Não sou da área (sou advogada), mas me interesso pelo assunto e gosto da forma como vc trata os temas. Acho importante que os leigos tenham boas fontes de informações (odeio médico que trata paciente como bicho e não explica as coisas).
    Queria aproveitar para tirar uma dúvida: meu irmão tem 11 anos e já tem 5 graus e meio de miopia. O oftalmologista e o pediatra dele já falaram que ele terá de operar quando for mais velho. Nos casos de grau alto, a operação é realmente necessária ou também fica a critério do paciente? Mesmo que o paciente viva satisfeito usando óculos, é preciso/recomendado operar?

    • Ana 23/02/2016 às 16:58

      Oi Aline, fico feliz que tenha gostado :))) Nossa, realmente, nada a ver, totalmente a critério dele! Se ele estiver feliz com óculos/lente, tudo bem. A cirurgia não melhora a acuidade visual final nem altera as características do resto do olho (a retina continua sendo de míope) – a diferença é a necessidade ou não de óculos/lente, maior ou menor. Bjo

      • Aline 24/02/2016 às 01:30

        Obrigada pela resposta.Agora vc pode dizer que um post do blog já foi lido por um menino de 11 anos (mostrei sua resposta para ele, que estava meio preocupado com essa história).
        Fiquei sem entender quando o médicos comentou isso porque foi algo super jogado – “ah, com esse grau, vc já sabe que vai ter de operar quando crescer, né?”. Confesso que fiquei bem chateada com o oftalmologista(fui eu que o levei na última consulta, quando o diálogo ocorreu)e já combinei com minha mãe que vamos levá-lo em outro médico na próxima vez. Não gostei de ele simplesmente soltar “essa bomba” para uma criança sem explicar direito o que estava querendo dizer. Acho que faltou cuidado, ainda mais porque meu irmão já estava bem nervoso (depois, acabou explicando que, ao escutar o grau dele, ficou com medo de um dia ter uma miopia tão alta a ponto de ficar cego. Sei que contando parece engraçado, mas ele saiu apavorado da consulta). Infelizmente, alguns médicos parecem até ter muito conhecimento técnico, mas pouca sensibilidade para lidar com os pacientes, ainda mais com crianças =(

        • Ana 29/02/2016 às 14:00

          Oi Aline, será que nao foi mal entendido? Nao faz muito sentido. Miopia alta realmente aumenta o risco de complicações de retina, meu conselho é fazer controle ao menos uma vez ao ano pra tratar possiveis lesoes predisponentes. A questao é que o laser nao reduz em nada essas complicacoes, a retina “nao sabe” que o olho nao é mais míope, infelizmente. Bjos!

  2. Isabella 23/02/2016 às 11:55

    Eu fiz e posso falar que foi uma das melhores coisas da minha vida! Tinha grau alto de miopia e médio de astigmatismo, e corrigiu os 2. No início foi 100%, agora, cerca de 6 anos depois, comecei a sentir certa dificuldade. Fui ao oftalmologista e ele foi bem sincero: continuo enxergando muito bem, sem necessidade de correção, é mais um desconforto por estar estudando muitas horas por dia que problema mesmo.

    Uma coisa que sempre ouço de quem quer fazer é a falta de informações verdadeiras, como você fez. O meu até que explicou bem (como o fato de durar mesmo até os 40 anos, depois vai piorar como acontece com todo mundo), mas não sabia, por exemplo, que “cortava” o olho e meio que entrei em pânico quando fiquei “cega” por uma minifração de segundo. Outra coisa que ele não me falou muito foi sobre o pós-operatório. Sei que varia muito (conheço muita gente que fez, então posso falar rs), mas achei que não ia ter nada. Mentira… No dia fiquei lacrimejando muito e achei mesmo que tinha dado errado, porque ele não me falou que podia acontecer isso.

    De qualquer maneira, acho que vale demais a pena. Não sei como está agora, mas aqui no Brasil, os planos de saúde, em geral, cobriam acima de 5 graus de miopia. O meu caso era esse, e esperei estabilizar por 2 anos.

    Incentivo todo mundo que reclama de óculos ou que tenha grau muito alto a fazer. Pra mim, foi libertador!

    • Ana 23/02/2016 às 16:59

      Oi Bella, que bom que vc gostou! 🙂 É verdade, até citei isso no ítem 8, os convenios pagam no Brasil em algumas situacoes como miopia >5, mas é o Lasik com microcerátomo (tb uma tecnica mto segura) e nao femtolasik. Bjoao!

  3. Ana Luiza 23/02/2016 às 12:17

    Que post legal! Tenho a sorte de ter a vista “perfeita” até agora (27 anos), apesar de eu achar óculos um charme. Hehehe
    Coincidentemente, minha mãe foi hoje mesmo no oftalmologista para fazer alguns exames e, se tudo estiver OK, fazer a cirurgia em breve.
    Estávamos falando sobre isso no fim de semana pq eu pego no pé dela quando ela fica com um par de óculos escuro na cabeça e o de grau no rosto, ou PIOR, quando ela faz uma sobreposição de óculos de grau e de sol e fica parecendo uma louca hahaha
    Vou enviar esse post pra ela! Bjs

    • Ana 23/02/2016 às 17:00

      hahaha sei como é. Mas ela vai fazer LASIK agora? Vai continuar precisando de óculos pra ler, eventualmente vc vai vê-la com o combo óculos de leitura vs escuro de novo… kkkk bjo

      • Ana Luiza 28/02/2016 às 21:46

        No fim das contas minha mãe não vai operar! Ela vai repetir os exames em alguns anos. Por enquanto, vai seguir com o combo double-glasses hahaha
        Beijos!

        • Ana 29/02/2016 às 13:55

          hahaha ! Bom, desde que ela esteja satisfeita.. :))) Bjo

  4. Elisa 23/02/2016 às 14:27

    Tenho miopia (mais ou menos 1.75 em cada olho) e morro de medo de cirurgia. Fiquei com medo só de ler sobre o corte da córnea.
    Talvez seja muito exagerada, mas tenho medo até de lente – não da lente em si, mas das infecções que a higienização incorreta pode causar ou de lesões eventuais quando um objeto entra no olho. Uma vez meu oftalmologista queria me dar um par para testar, eu agradeci e recusei.
    Uso óculos há 15 anos e até sinto falta quando estou sem… acho que já fazem parte do meu visual, rs.

    • Ana 23/02/2016 às 17:01

      Oi Elisa, super entendo.. que bom que vc gosta de óculos, “está bem assim”. E 1,75 nao é láaaa aquelas coisas, e vc vai ler sem óculos até uns 50 e poucos anos, ó que maravilha 😉

  5. Ingred 23/02/2016 às 14:55

    Oi, Ana!

    Tenho miopia desde 7 anos de idade e sempre sonhei com essa cirurgia! hahaha. Tenho 3 graus de miopia e 1,75 de astigmatismo e hoje uso lentes de contato (até te sugeri uma vez fazer um post sobre isso). Já ouvi muita gente dizer que aos 40 anos volta alguns graus.
    Meu grau ainda não se estabilizou. mas estou repensando se vale a pena mesmo fazer a cirurgia.

    P.S. Excelente post! Muito obrigada por esclarecer isso pras suas leitoras.
    Beijo

    • Ana 23/02/2016 às 17:03

      Oi Ingred! Não é que volta aos 40. Geralmente a partir dos 40 começa outro problema, a “presbiopia/vista cansada”, que é outro tipo de grau. Todo mundo que nao é miope começa a precisar de oculos pra ler. A miopia compensa essa situação, mas depende do grau. Se a miopia for mto forte acaba nao compensando porque pra leitura “sem óculos” ser possível a leitura tinha que ser mto colada ao rosto. Geralmente os míopes de 1, 2, 3 e 4 sao os que mais “se aproveitam” dessa vantagem! Vai depender se tem astigmatismo tb. Bjo

      • jacqueline arantes 29/06/2016 às 17:50

        Oi! qdo o paciente tem em torno dos 40 anos opera-se fazendo monovisão ou báscula. Zera um olho e todo o astigmatismo e no outro deixa uma miopia que vai permitir o paciente ler de perto celulares, cardápio etc. Para grandes leituras é recomendado um óculos para perto.

        • Ana 30/06/2016 às 02:12

          oi! Depende… os nossos pacientes de 40 anos sao 99,999% operados nos dois olhos e inclusive a maioria ainda acomoda e fica sem oculos mais alguns anos.. Báscula é complicado e tem que ser muito discutido e testado antes pq nao é todo mundo que tolera. E mesmo assim o pcte tem que estar aberto pro caso de fazer o outro olho e usar oculos de perto caso nao tolere. Pra présbitas que desejam independencia de oculos preferimos CLE. Abraços

  6. Karol 23/02/2016 às 15:28

    Ana.. que coincidência esse post. Eu estou indo, na próxima sexta, ao médico para conversar sobre a possibilidade de cirurgia para acabar com a minha miopia. Estou com o grau estável há quase 3 anos… tenho 25 anos e desde os 7 sou míope. Consegui adiar a dependência dos óculos (odiava muitooo) até os 14 anos, quando me rendi as lentes de contato. Usei bem até os 19 anos, quando comecei a ter problemas sérios com os olhos secos. Troquei a solução higienizadora, colírios, marcas de lente, usei lente rígida por 1 ano (horrível) e até tentei uma dessensibilização e vi que não tinha como: tinha que aceitar usar óculos…mesmo meu grau não sendo tão alto : – 2,5 e – 2,75
    Decidi fazer a ciurgia, pois as lentes já não “assentam bem” devido aos olhos secos (uso só para festas ou algo do tipo)…e continuo odiando óculos. Acho que ainda posso viver uns 15 anos sem óculos (até a presbiopia me pegar).
    Eu não tenho medo de ser mal avaliada, até por que meu médico me acompanha há anos e atende em uma clínica muito conceituada aqui em Brasília, mas eu tenho dúvidas de como meu organismo vai reagir (pq cada caso é um caso como você falou).
    Eu tenho uma dúvida: você acha que uma pessoa que utiliza o computador muitas horas por dia: 7/8h pode estar mais propenso a voltar a ser míope depois da cirurgia?? Meu médico falou que não tem nada a ver, uma vez que meu grau já está estabilizado..sei lá né…kkkk
    Vou perguntar para ele sobre essas diferenças da Lasik…ele já havia me explicado isso, mas chamou como ” Lasik personalizada”. Acredito que este termo se refira a Femto – Lasik…
    De qualquer forma ainda posso ser uma candidata a operar c a PRK. Meu médico me explicou o pq , mas eu esqueci.
    Desculpa o jornal, mas é que eu to meio perdida e sua escrita me faz sentir super sua amiga. hahah

    Obrigada!!! bj

    • Ana 23/02/2016 às 17:09

      Oi Karol, super te entendo, mas que bom que tem profissionais bons ao seu lado! Em relação ao trabalho no computador, nao se preocupe, ele nao tem poder nenhum em fazer sua miopia voltar. Tem é que lembrar de lubrificar bastante, principalmente no começo – quem trabalha no computador esquece de piscar e a “secura” fica mais evidente. Se você voltar a ter alguma miopia nao será pelo computador, mas pelo desenvolvimento normal do seu olho mesmo. A chance é menor se ja estiver estavel ha mais tempo e qto mais velha vc for. LASIK personalizada é a guiada por Wavefront, um exame que mostra as aberrações produzidas pela sua córnea e daí o LASIK vai tentar minimiza-las tb. Ontem mesmo conversava sobre isso com minha amiga – se faz diferença no resultado final, nao se provou ainda. Mas aqui na Alemanha acho que praticamente em todo lugar é guiado pelo Wavefront. Femto é o tipo de corte mais moderno. Nao se preocupe, o PRK só demora uns dias mais a recuperação e o pós é mais chatinho, mas o resultado final da visão é igual ao LASIK! Bjos e sucesso, depois me conta

  7. Ana 24/02/2016 às 07:35

    Oi Ana, que bom que você voltou com os posts! Muito interessante esse por sinal. Sou míope, tenho 3,5 em cada olho e já pensei na possibilidade de fazer a cirurgia. Me dou bem com lente de contato, nunca tive problemas com elas, e até acho legal usar óculos, mas sempre fico com aquele pensamento “poxa eu poderia me livrar disso”. Ainda não é uma ideia descartada, mas confesso que tenho um pouco de medo. Muito esclarecedor o post, obrigada por compartilhar.
    bjo
    Ana

    • Ana 29/02/2016 às 13:58

      Oi Ana, que bom que gostou! Pois é, o importante é analisar a situação, se você está satisfeita mesmo…. até porque você será uma dessas que lerá vida afora sem óculos se nao fizer… :))) Bjo

  8. Bruno 25/02/2016 às 03:11

    Oi dr , fiz exames pre operatorios, porem ao
    Ler seu post fiquei com uma duvida, existe alguma diferenca entre o femto pro microceratamo ? Em questão de riscos, pos operatprios eles possuem alguma diferença? Aqui onde moro até fazem a personalizada que é que eu pretendo fazer , porem o corte é feito com esse aparelho, não é feito com laser

    • Ana 29/02/2016 às 13:57

      Os microcerátomos modernos sao tb bem seguros e os resultados finais sao tipo do femtolasik. A diferença do femtolasik é que ele praticamente aboliu as (já raras) complicacoes de corte (button hole, free cap…). Abracao!

  9. Luciana Vilela 27/02/2016 às 15:31

    Adorei Ana! Eu uso óculos desde os 16 anos, e até já pensei em fazer a cirurgia. Mas meu médico me disse que por causa de uma cicatriz que eu tenho na córnea (tive uma úlcera de córnea uma vez) ele não me deixa fazer… Mas posso falar? Fico bem assim, não me frustrei por causa disso, também sou conservadora em relação a algumas coisas e um certo medo desses 0,00000001% de chance de erro! E se for comigo? hehehe
    Beijos!

    • Ana 29/02/2016 às 13:55

      Entendi, Lu! Se o seu médico nao indicou é porque nao seria uma boa mesmo. Mas que bom que nao te incomoda, melhor assim! Bjo

  10. Priscila 02/03/2016 às 19:02

    Oi Ana! Lá vai a segunda participação minha, a leitora que lê o blog desde o começo mas só comentou uma vez recentemente rsrs

    Adoro quando você posta sobre sua aérea. Gosto dos seus posts sobre saúde de forma geral!!

    Ana… Eu tenho miopia alta -7,5 nos dois olhos.. Já estável há bastante tempo.. Fiz os testes para o lasik e deu que minha córnea era muito fina e que não ia poder fazer. O médico sugeriu outra técnica (não tenho certeza se foi a PRK), mas fiquei preocupada que ele disse que poderia dar uma alteração na visão da intensidade das cores.. O que você acha disso? Perguntei de quanto seria essa alteração e ele falou que poderia ser de até 20%, mas ele disse que todos pacientes dele ficam super satisfeitos e que nenhum dos com alta miopia que ele operou se arrependeu de fazer por esse motivo.
    Eu sempre tive vontade de fazer a cirurgia, mas por outro lado sou bem adaptada com uso de lentes de contato porque já uso há quase 20 anos (desde os 12 opsss mostrando idade), daí isso me deixou muito noiada..
    Se puderes dar tua opinião sobre isso, ficaria muito feliz!! Um abraço Pri
    Ps: posta maisssssss!! saudades de ver esse blog mais movimentado! mas entendo que vc vive na correria.. todos nós hj em dia ne hehe

    • Ana 25/03/2016 às 07:41

      Oi Priscilla, li ha mais tempo mas só deu tempo de logar hoje, hahah isso mesmo, correria né? Desculpa a demora. PRK nao tem que fazer o flap, entao nao tem que considerar a espessura do mesmo, por isso pra altas miopias e/ou cornea fina acaba sendo outra opcao. O resultado final nao varia mto, mas o pos op é mais chato. Em relacao à questao do constraste, halos, é meio constante entre as cirurgias refrativas. Realmente nao costuma ser um problema pra maioria.. é tudo questao de custo/beneficio, quem vê uma grande melhora na qualidade de vida acaba nao ligando pra um halo ou outro, o importante é q seja tudo discutido e que as expectativas correspondam à realidade. A profissao, atividades do dia-a-dia devem ser consideradas. Eu tenho mtos pacientes caçadores (!!) e daí a questao dos halos pode ser mto importante. EU ja nao conseguiria determinar porcentagem, mto dificil prever isso. Bjos!

  11. Marília 02/03/2016 às 21:16

    Oi Ana que bom ler seu post, tenho – 7 de miopia e essa cirurgia era um sonho meu, há 3 anos quando tentei descobri que tinha ceratocone e chorei quando o oftalmologista disse que era contra indicação absoluta, sempre enxerguei mal e sinto meus óculos como uma prótese, mas enfim o que me consola é que sou bem adaptada as lentes e sempre procuro os modelos charmosos de óculos 😉 Bjao e adoro o blog e esses posto super esclarecedores.

    • Ana 23/03/2016 às 09:34

      Oi Marília… é, com ceratocone nao rola mesmo. QUe bom que vc se dá bem com as lentes…. Tem mta gente que usa oculos sem grau só pelo charme, sabia? hahaha eu mesmo uso mto qdo quero disfarçar olheira (tem um grauzinho, mas nem faz diferença). Bjo

  12. Camila 21/03/2016 às 14:56

    Oi Ana! obrigada pelo post! sou míope, mas não implico com meus óculos, portanto nunca tive interesse em corrigir!
    Posso sugerir um post?
    Alguém me perguntou porque eu não suplemento com colágeno hidrolisado, pois depois dos 25 a produção diminui e blá, blá, blá! Achei suspeito, o que vc acha?
    Abraço

    • Ana 23/03/2016 às 09:29

      Oi Camila! Vc diz suplementação de colágeno em capsulas? Nao sou a mais adequada pra opinar, pois é da area da dermato, mas posso dizer q do ponto de vista ocular n faz diferença hehehe e no geral sou meio cética! É mais coisa genética, sabe? Bjo

  13. Karol 01/04/2016 às 12:46

    Ana, só pra voltar aqui pra dar meu feedback: fiz PRK tem 14 dias em um olho e 9 no outro. To muito feliz de estar enxergando muito melhor que antes, mas ainda preciso me recuperar MTO para dizermos que chegamos ao resultado final. Fiquei emocionada por enxergar coisas simples do dia a dia. Mas tenho que te dizer que a minha vista para perto está terrível… nossa. Mas meu médico falou que é normal, pois o epitélio está muito irregular. A minha PRK foi feita com 2 lasers: um pra retirar o epitélio e outro que corrigiu a miopia. Nem sabia que existia laser para desepitetilar ( se é que isso existe) kkkk. To feliz =)
    bj

    • Ana 01/04/2016 às 14:03

      Oi Karol! Que bom que esta feliz :))) Olha , tem a questao da segura/irregularidade do epitélio mesmo que pode influenciar na visao no incio, ate bastante. O PRK foi antes do advento do Lasik, o pos é mais chatinho justamente pq tira o epitelio, enqto o LASIK faz uma tampinha que fecha depois. Olha, vc que tinha a miopia de -3,00 desfrutava de uma visao a 30cm que eu, por exemplo nao conheço. A qualidade deve ser maravilhosa, pois é como se todo o contraste/luz servisse pra visao de perto (em detrimento da visao pra longe…) É algo que gosto de explicar mto no pos pra quem tem esse tipo de grau. Ocorrendo tudo bem, apos o pos recente, a visao pra perto , sendo vc jovem será ainda de 100%, claro, mas a qualidade realmente diminui (vc conhece a tal da super qualidade pra perto, por isso no inicio lembrará e verá que fez diferença) mas depois acostuma. Bjos

  14. Fernanda Klug 09/04/2016 às 15:42

    Oi Ana, que legal este post. Estou fazendo uma leitura atrasada das publicações. Tenho 37 anos, fiz esta cirurgia com 19! Aconteceu algo bizarro comigo na espoca da faculdade: tomei uma vacina e tive uma mega reação….não me lembro tão bem dos detalhes mas não tolerava mais o uso de lentes de contato, algo surreal! Miopia super alta, -7 graus no OE e -4 no OD. Resumindo fiz o LASIK ….Os anos passaram, tudo ok mas aos poucos a miopia foi voltando e hoje estou com o mesmo grau nos dois olhos. Isso me deixou triste, mas sei que o fundo de olho sempre foi míope. Só não entendo como voltou, foi por que o olho continuou a “crescer”? Pelo que entendo o fato de ter tirado uma “tampa” da córnea fez o olho ficar menor no sentido ântero-posterior, e o problema do míope é o olho “grande”. Vc me corrige se estiver errada. E as lentes descartáveis acabei não me acostumando mais, pois como a córnea ficou mais plana, uso uma feita sob medida….relação aos halos, tenho muito. Já me falaram de retoques mas não vou arriscar….Hoje no dia a dia uso mais óculos, pois percebo uma maior secura ocular e não quero ficar abusando das minhas córneas. Esqueço de pingar o lubrificante e acabo usando lentes só em certas situações. Só gostaria que a tecnologia evoluísse para termos lentes mais finas para os óculos. Beijos e desculpa o textão.

    • Ana 10/04/2016 às 09:18

      oi! é, condicao eh q o grau esteja estavel ha pelo menos 2 anos.. em geral a partir dos 25 eh oq acontece… mas garantia 100% n tem como! Que chato q a sua voltou.. :/ eu tb optaria por seguir mais conservativamente enqto estiver ok pra vc.. pq de fato, daí a questao da lente ia ficar cada vez mais difícil! Isso do crescimento ocular é verdade, sao olhos axialmente maiores. Tem miopia q surge ou aumenta por causa do cristalino, mas pela sua idade, creio q seja o comprimento axil mesmo.Bjos

  15. Jéssica Nogueira 18/04/2016 às 14:47

    Oi achei seu post pesquisando sobre a cirurgia que vou fazer. Tenho 28 anos e -5,25 e cansada de usar óculos desde 6 anos de idade.
    Vou fazer numa clínica que faz a técnica Lasik com um médico com bastante renome na minha cidade, mas tenho um pouco de receio. Minha dúvida é se vai corrigir 100% da minha deficiência. Não ligo de ter que usar óculos quando for mais velha mas quero curtir a minha juventude sem depender de óculos. Meu maior medo é ficar dependente de óculos logo após a cirurgia.

    Por fim, achei sua postagem muito boa e esclarecedora. Parabéns!

  16. Michel 28/06/2016 às 11:18

    Oi Gente! Operei meus olhos há 1 semana. No primeiro dia já estava enxergando tudo! Melhor coisa que fiz da minha vida. Odiava ficar com meus óculos, já que tinha 3 graus de miopia e também tinha 1 de astigmatismo. No lugar que operei os médicos são muito atenciosos e a cirurgia é barata comparada com os outros lugares. Quem quiser o contato, dá para marcar avaliação grátis pela internet. http://www.oftalmounifesp.com.br/cadastro-cirurgia-refrativa/

  17. Sandova 08/07/2016 às 01:26

    Oi Ana, gostei muito do texto, pois achei esclarecedor, contudo tenho uma pergunta, tenho 7 graus de miopia, e prestei prova para militar tenho grande chances de passar, porém no edital fala que não posso ter miopia, deste modo, preciso fazer a cirurgia a laser, mas meu grau não estabilizou, e preciso ficar sem qualquer resquício da miopia será se consigo?

    • Ana 10/07/2016 às 10:47

      Nao lembro das regras do Brasil pra Policia… o recomendado é o grau estar estavel ha 2 anos, nao tem como garantir que nao vai voltar. Nao sei se aí é assim, mas aqui a policia testa 1 ano depois do Lasik … :/

  18. Raquel 10/07/2016 às 06:54

    Oi… fiz Lasik nos dois olhos, o direito ficou perfeito, mas o esquerdo ñ corrigiu direito. Insisti com o médico e acabei fazendo o retoque no olho esquerdo à dois dias… mas estou muito triste e preocupada pq parece q ficou pior além de ñ ter corrigido.. o q devo fazer?? Isso pode acontecer?? Posso pedir ao médico outro retoque??

  19. Cristiane 13/07/2016 às 13:53

    Olá Ana,
    Sou alto míope, e há alguns anos tive descolamento de retina no olho esquerdo, fiz 3 cirurgias, mas houve dano na mácula e perdi a visão, hoje tenho 9 graus de miopia e 2 de astigmatismo no direito, quero muito me livrar dos óculos, nos meus últimos exames, tudo está ok, meu olho direito tem laser 360° e está com grau estável, minha córnea é grossa, meu medico disse que em novembro ele me passará para um colega , mas ele acredita que poderei sim fazer a cirurgia de refração, #meusonho, você conhece algum caso de pós operado de DR que fez refração? qual sua opinião? obrigada abs.

    • Ana 17/07/2016 às 13:33

      No caso, o olho a ser operado nao teve DR, ne? Por si só nao tem contraindicacao nao, mas qq cirurgia em olho unico tem que ser mto bem indicada, tudo minuciosamente examinado antes! Boa sorte, abraços!

  20. Cristiane 18/07/2016 às 08:38

    Obrigada Ana!

  21. maria jeane paranhos 20/07/2016 às 15:33

    Quem faz esse tipo de cirurgia volta a usar óculo novamente. Tem que fazer manutenção sempre ou não

    • Ana 31/07/2016 às 05:05

      Isso foi pergunta? Respondi no post….

  22. Gisela Silva 08/08/2016 às 11:46

    Oi…ja tenho 43 anos e o meu oftalmologista disse que posso fazer a cirurgia e largar os óculos até os 60 amos..será mesmo?? Obrigada.

    • Ana 10/08/2016 às 01:07

      largar os óculos pra longe, né? abraços!

  23. Keila 09/08/2016 às 21:41

    Amei o post, esclareceu demais minhas dúvidas.
    Só fiquei triste pois pelo visto não poderei fazer, pelo máximo possível ser 8 graus, e eu ter 9 em um e 16 no outro. Uso óculos desde os 6 anos e mesmo intercalando com as lentes de contato, já estou cheia de depender deles haha Tenho miopia e astigmatismo juntos em ambos os olhos.
    Beijos e obrigada por compartilhar essas informações.

    • Ana 10/08/2016 às 01:06

      que bom que gostou Keila!
      converse com seu oftalmo com as outras possibilidades pro seu caso, como ICL e CLE. Abraços!

  24. Charles 19/08/2016 às 19:08

    Por favor, me tire uma dúvida urgente! Irei entregar os exames de saúde e ser avaliado pelo dentista e pelo oftomologista do concurso de polícia que passei. Minha acuidade é muito ruim mesmo de óculos portanto preciso fazer cirurgia de Lasik caso contrário corro risco de ser eliminado do concurso.
    A minha dúvida é: o exame será dia 30 de setembro. Se eu fizer essa cirurgia uns 15 dias antes tem algum risco de ser reprovado por isso? A cirurgia deixa cicatriz?
    Aguardo retorno. Obrigado!

    • Ana 20/08/2016 às 03:06

      Oi Charles, tem o flap que sempre dá pra ver num exame oftalmológico, mas cicatriiiiz n deixa nao. Geralmente 15 dias as pessoas estao vendo bem, só tem sintomas de secura. Eu, contudo, nao tenho condições de te garantir nada, nao sei como correrá sua cirurgia, como será o pós-operatorio, etc. Boa sorte!

  25. Tadiane 24/08/2016 às 16:45

    Muito bom seu texto, faltava um especialista falando sobre o assunto de maneira informal e esclarecedora.
    Parabéns e continue a nos informar.
    Aproveitando….rs. Existe outro tipo de lentes além das tóricas para astigmatismo?

  26. PAULO RODRIGUES SOARES 05/09/2016 às 16:29

    Muito bom o texto. Me ajudou em algumas outras coisas que não sabia. Fiz a cirurgia no método LASIK na quarta-feira passada (31/09/16). Custou R$ 5,000 e o plano ressarciu R$ 1,800. Tive que pagar R$ 3,200 então. (Só pra atualizar os valores). Bom, até agora não tenho a visão 100%, porém fui no meu médico e ele fez alguns testes e disse que eu já tinha 95% da visão recuperada e que eu não estar enxergando tudo se dá por conta do ressecamento do olho. Gostaria de saber até que ponto isso é verdade. Hoje já tenho 06 dias de operado e ainda tenho dificuldade de ler coisas longe, de ver rostos com nitidez a distância e de usar o computador.

    Desde já agradeço! 🙂

    • Ana 05/09/2016 às 16:33

      Obrigada pela contribuição, Paulo.
      Os valores variam conforme o serviço e lugar, que me passou os do post foi minha colega que faz cirurgia refrativa em BH.
      Não sei afirmar no seu caso, mas o olho seco pode realmente diminuir muito a visão. Já vi caso com 0,5 que era puramente por secura. Mas tem também outras causas possíveis, só seu médico mesmo pra falar. Abço!

  27. Leila 05/09/2016 às 20:14

    Eu fiz essa cirurgia lasik quando tinha 24 anos e agora voltou o meu grau que é bastante alto agora tenho 33 anos, fiquei esse tempo sem precisar de oculos, e agora ja fui em dois oftalmos e eles disseram que estou com catarata nos dois olhos, e precisaria operar, mas devido ja ter feito o Lasik não me aconselham operar. Queria saber o que vc acha nesse meu caso?

  28. Shirley 12/09/2016 às 07:19

    Fazem 10 meses que fiz minha cirurgia, ficou perfeita minha visão, só que a uns 2 meses atrás meu olho começou a lacrimejar durante o dia e agora a noite ele fica muito seco, q se acordo no susto e abro o olho parece q tem areia e dói muito o olho, to usando optive que o medico tinha me receitado assim q fiz a cirurgia, caso sentisse olho seco, mas a noite não to vendo muito resultado, queria saber se isso é normal da cirurgia.

  29. Hermínio Ferreira 29/09/2016 às 09:27

    Olá! Ótimas informações, muito bem explicadas, tenho miopia e astigmatismo e quero muito fazer a cirurgia pra corrigir minha visão, fiz até uma vaquinha online pra arrecadar a grana, não custa nada tentar.. kkkk
    http://bit.ly/2dcaLNW

  30. Ismael 02/10/2016 às 09:35

    Bom dia. Fiz a cirurgia pelo método lasik, pois eu tinha 10 graus no olho direito, só que meu médico me falou que eu nunca conseguiria enxergar 100% com esse olho devido ele ter ficado preguicoso, pois o meu olho esquerdo não tenho graus. Isso é verdade ? Não tem mais nem uma alternativa voltar ver 100% ? Estou vendo 20/50.

    • Ana 02/10/2016 às 09:50

      se vc tem ambliopia , ou seja, um olho não se desenvolveu igual ao outro, isso não é recuperado com nenhuma cirurgia refrativa.. a cirurgia refrativa te dará apenas o potencial que seu olho tem, ou seja, o que vc ja enxerga sem óculos vc passara a ver sem óculos.. ou seja, se oq vc ve com óculos é 20%, verá sem óculos 20%.. A visão se manterá como era antes!

  31. Mario Neis 06/10/2016 às 13:31

    Boa tarde Ana, gostei bastante do post, muitas dúvidas que eu tinha foram sanada, mas ainda existe uma, pesquisei muito sobre LASIK e tudo mais… mas e sobre “VISX S4 IR” o que acha desse método? valor modifica muito?

    • Ana 27/10/2016 às 17:57

      isso é só um tipo de excimer laser (o laser numero dois), acho q vc se refere ao fator de ele ser ligado à personalizacao com wavefront ne?
      o femtolasik guiado por wavefront custa mais caro, mas cada clinica tem seu preço, tem que perguntar
      isso reduz as aberracoes individuais da cornea, teoricamente melhora a qualidade… alguns estudos falam que nao ha la mt diferença.. mas é oq tem de mais moderno

  32. Leidyane 07/10/2016 às 21:27

    Olá! Seu post me ajudou muito, em relação às minhas dúvidas.
    Tenho miopia e astigmatismo nos dois olhos, e meu sonho é fazer a cirurgia para correção desse problema. Estive consultando com uma oftalmo, muito boa, que me alertou sobre o assunto.
    Ela disse que enquanto não estabilizar o meu grau, não posso fazer a cirurgia, seria uma perca de tempo e dinheiro, pois voltaria o meu grau pouco tempo depois. Perguntei sobre a questão de quanto chegar o meu grau, para que então se estabilize, mas ela disse que não tem como saber por depender de pessoa pra pessoa. Já tenho 23 anos, e sinceramente não vejo a hora de estabilizar a minha visão. Só algo que fiquei em dúvida, é, depois do grau estabilizado, quanto tempo preciso procurar um oftalmo pra saber se já posso fazer o processo? Obrigada

    • Ana 27/10/2016 às 17:54

      recomendamos 2 anos de grau estavel
      a chance de a miopia aumentar depois, mesmo apos esse periodo existe! é um risco inerente… pode-se re-operar depois (mas re-op é sempre mais complicado)
      a chance de aumentar a miopia vai ficando menos à medida que a pessoa envelhece… aos 25 é bem menos provavel que aos 20.. aos 30 menos provavel que aos 25 e por aih vai… mas cada um é cada um

  33. Marcio Santana de Oliveira 16/10/2016 às 16:08

    é viavel realizar esse procedimento em um paciente como 43 anos e com 4,75 no olho direito e 4,50 no esquerdo de miopia ?

    • Ana 27/10/2016 às 17:53

      se nao houver contraindicacao pelos exames, a idade em si e o grau nao impossibilitam! Lembrando que o oculos para leitura passara provavelmente a ja ser algo necessario!
      pra saber se ha contraindicacao só consultando mesmo 🙂

  34. Josiane 19/10/2016 às 09:18

    Bom dia, será que pode me ajudar?? Fiz a lasik dia 26/09/2016, não estou tendo a sensação que todo mundo fala (a melhor coisa do mundo), sinto que o olho direito está bom (tinha 3,25), mas o esquerdo(tinha -4,00) ainda embassado, trabalho 8 horas por dia com computador e estou com muita dificuldade. Já não era pra estar normal o olho esquerdo, a recuperação depende de cada um, ou posso dizer que minha cirurgia deu errado?

    • Ana 27/10/2016 às 17:52

      lembra de pingar as lagrimas artificiais com frequencia…
      o motivo do embaçamento só dá pra falar examinando, consulte um oftalmo.. :/ abraços!

  35. Cristiane 26/10/2016 às 12:02

    Olá Ana, Bom Dia!Fiz a cirurgia no dia 7 desse mês para miopia e astigmatismo, tinha em torno de 5 graus nso dois olhos de miopia astigmatismo não me recordo. Apesar do retorno marcado pelo médico ser somente no meio de novembro resolvi voltar lá ontem pois não estou enxergando nada. Ele fez o método PRK com Lasek que volta o epitélio e não Lasik. Estou super frustrada pois não estou enxergando, ontem quando fui lá descobri que agora além de ter ficado 2,50 de miopia e astigmatismo no olho esquerdo, no direito ainda ganhei uma hipermetropia que não tinha…além disso ele disse que estou com a córnea esbranquiçada na direção da pupila e que isso provalvelmente melhora com colírio…que o olho direito não trá o que fazer com a hipermetropia mas que o esquerdo pode ser que dependendo como estiver meu olho ele faça uma nova cirurgia daqui uns 6 meses e até lá devo usar óculos e não posso usar lents de contato fora uma lista imensa de restrições…ou seja…estou revoltada…a cirurgia só me causou prejuízos pois agora nem a lente de contato posso usar e já tive que ir fazer um óculos hoje pois não consigo enxergar nada. Ele disse que a hipermetropia pode regredir…já o cara da ótica disse que isso é lorota pois teve muito erro médico nessa cirurgia e o médico só está tentando me enrolar. Literalmente estou perdida não sei o que fazer…e o sentimento além de frustração é de total arrependimento, principalmente por ele não estar dando o suporte necessário…se eu pudesse viveria a vida toda com minhas lentes de contato pois odeio óculos e agora a cirurgia me obrigou a usar…se vc puder me dar qualquer orientação que me acalme ou o que devo fazer…pois já nem sei mais no que acreditar….ah é realmente necessário ficar sem piscina praia sol por 6 meses? é muito arriscado fazer uma nova cirurgia ou vou ter q me conformar com essa piora da minha visão? Obrigada

    • Ana 27/10/2016 às 17:51

      Oi Cristiane, que pena que esta insatisfeita…. é impossivel eu dizer oq aconteceu! Pode ser desde uma opacificacao na cornea (um risco da prk), erro de refracao, olho seco! Nao tem jeito, algum oftalmo vai ter que olhar e falar o que é, o prognóstico, se pode haver algum tipo de correcao! Eu nao entraria em panico antes de pedir a opiniao de um segundo medico (visto que vc nao esta confiando no seu). Mas lembrando que a responsabilidade é de quem te operou, ele tem que responder suas duvidas, avaliar, cuidar. Esta ainda bem recente, principalmente por ser tratar de prk onde a recup é mais lenta. Desculpe mas nao posso ajudar por mais que isso. Piscina , praia , no geral 3 meses ja basta, mas pode ser antes ou depois dependendo da evolucao do caso. Bjos, espero q melhore!