07
junho
2018

Não se preocupe

Postado por Ana em Coisas da Ana

Daquelas coisas que a gente nunca vai saber quem inventou. Recebi ontem de um colega um vídeo de um indiano que fala engraçado e adorei a mensagem e queria dividir.

Ele mostra o seguinte slide:

Resumo da ópera: se você tem um problema na vida e ele tem solução: vá solucioná-lo e não se preocupe mais. Se ele não tem solução, também não adianta se preocupar. Lembro quando ouvi pela primeira vez de um professor a frase “se não tem remédio, remediado está!”. Ou ainda da forma que meu pai sempre disse “minha filha se chorar resolvesse alguma coisa eu vivia chorando”. Kkkkk

É praticamente algo para controlar a ansiedade. Até porque se você tem um problema e ele não tem solução você fica triste mesmo, não tem jeito.

problematizo um pouco o slide porque existem situações que a gente NÃO SABE se têm solução ou não. Aí é que a cobra fuma e você fica rolando na cama tentando achar a solução sem ter certeza se ela sequer existe. Mas se a gente observar, essas casos são a minoria.

De ontem para hoje felizmente só tive first world problems. Fiquei ligeiramente puta por ter que levar o carro para trocar os pneus (para os de verão) na sexta e com isso perder minha meia-horinha de elíptico após o trabalho. Além do fato que detesto resolver coisas de carro sozinha aqui. Se já não entendia da rebimboca da parafuseta em português, quiçá em alemão. Daí lembrei do slide e nem pensei mais nisso! Mas não se enganem, dêem tempo ao tempo que meus third world problems e fudências de vida aparecerão como de praxe e pretendo continuar me lembrando do slide! 🙂

Beijos e não se preocupem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Gabriela 07/06/2018 às 18:15

    Problemas no carro em alemão é first world problems e valem a pena. Eu tenho um problema de carro de quinto mundo que é não saber encher os pneus na máquina e ter vergonha de pedir para o frentista (porque eu sei que eles riem). Então vai ficando.

    • Ana 09/06/2018 às 19:36

      haha aqui todo mundo é meio frentista… calibrar pneu eu ate sabia no BR, mas abastecer “aprendi” aqui mesmo hehehe

  2. Tássila 10/06/2018 às 12:44

    Ana, sinto falta dos seus stories sobre a sua vida na Alemanha…
    Espero que não demore em retornar!

    Bjs

    • Ana 10/06/2018 às 20:24

      oi Tássila, obrigada pela mensagem!! Sim sim, volto já nos proximos dias!! :***

Comente você também