14
março
2017

Visitando (e comendo) Chantilly

Postado por Ana em Viagens da Ana

Tive um final de semana tão gostoso em fevereiro! Aproveitando que uma amiga está morando em Paris e outra estava por lá passeando, resolvemos nos encontrar. Eu não moro muito longe de Paris (muito mais perto do que ir para Berlim, por exemplo) – fica a só 3h30 de trem, com o bônus de que eu AMO andar de trem! Até tem um trem direto mas como eu queria ir sexta depois do trabalho e voltar domingo, não tinha esse luxo da escolha então fui de trem normal mesmo, baldeando uma vez só, em Karlsruhe. Comprei um ticket Sparpreis Europa, então alternou TGV/ICE (trens-bala francês e alemão).

chantillymain

Voltando à Paris – pequena dica de hospedagem

Cheguei na Gare de l’Est e fui “buscar” minha amiga que chegava na Gare du Nord para irmos juntas ao nosso hotel. Dessa vez minha amiga que escolheu o hotel. Em Paris a acomodação é sempre cara para o que oferece – eu geralmente fico em 3 estrelas que já acho bem simples – o dessa vez era de 2 estrelas – fiquei meio tensa antes de ver, mas depois nós duas adoramos, zero reclamação – por isso deixo a dica aqui, se chama De Suez. Limpinho, chuveiro ótimo, funcionários simpáticos e bem localizado – eu não sei vocês mas eu não preciso mais do que isso não! A localização foi nova para mim, no Quartier Latin, perto da Universidade de Sorbonne, numa área cheeeeia de comércio, de ruelinhas, restaurantes, perto de ponto de metrô, dá para andar até Notre-Dame. Eu amei o Quartier Latin e se antes eu dizia que só ficaria em Montparnasse e Saint Germain eu super mudei de idéia e quero ficar lá no Quartier Latin de novo na próxima vez. Eu particularmente gosto de ficar em bairros que não “morrem” à noite!

Por que Chantilly? Chantilly ou Versailles?

Já visitei os pontos “mais turistões” de Parrí muitas vezes (já fiz até Top 10 do Louvre e D’Orsay aqui e aqui), então vi nesse passeio uma oportunidade de fazer algo novo! Eu fui uma vez para Versailles e realmente acho que se tiver que escolher um castelo só é melhor ir pra Versailles. As proporções são outras, né. Chantilly você visita rapidinho, Versailles fiquei nove horas e meia e vi tudo correndo, hehe. Ir para os dois castelos em uma viagem só, principalmente se a viagem for curta, só se você for muuuuuuuito fã de castelos. A idéia de fazer o passeio meio off-circuit veio da minha amiga que mora em Paris – como ela tem um bebê pequeno e vimos que a previsão do tempo estava boa, achamos que seria uma ótima pedida um pouco de passeio fora da cidade, caminhar um pouco ao ar livre… e comer o Chantilly verdadeiro!

Como chegamos

O Castelo de Chantilly fica em Chantilly, uma cidade de 11.000 habitantes localizada a 38 km de Paris. Antes pensamos em ir com transporte público e vi que não seria muito difícil (tinha visto as instruções aqui). Demoraria cerca de 25 minutos. No fim das contas os amigos foram generosos e nos buscaram no hotel e fomos juntos para lá de carro mesmo. Acho que de carro gastamos quase uma hora! Entrando lá tem um estacionamento, daí é só comprar o ingresso. Cada adulto pagou 17 euros (fev/17) pelo Billet Domaine que dá direito a ver o castelo com seus museus, os parques, o museu do cavalo, o estábulo e mesmo apresentação equestre se tiver. Como chegamos cedinho e lá é alto, estava com uma névoa densa assim :

chantillynublado

Mas depois de um tempinho ficou assim…

chantillyazul

chantillazul2

Pensa na minha alegria, saindo de longos meses de inverno…! Pouco depois, aliás, tiramos até os casacos!

O que tem pra ver

O castelo é um dos mais importantes da Europa . Ele na verdade ocupou um lugar de uma fortificação medieval, então pode-se dizer que existe desde o século XI. Primeiro pertenceu à família Bouteiller e depois passou ao Chanceler de Carlos V, que foi quem construiu o castelo em si no século XIV. Só sei que foi passando de mão em mão por um tanto de francês que nunca ouvi falar, até chegar à Dinastia Bourbon no século XVII. O palácio (com exceção do Petit Château) foi quase todo destruído na Revolução Francesa e daí reconstruído em 1870. O castelo foi inclusive usado de quartel durante a primeira guerra mundial.

As instalações consistem do Grand Château e o Petit Château interligados (castelão e castelinho hehe), além do Museu Vivo do Cavalo, estábulos , lagos e jardins.

Lá no Petit Château tem uma biblioteca muito linda com um acervo respeitável – lá está, por exemplo, a Bíblia de Gutemberg.
chantillybiblioA biblioteca

No palácio tem o Musée Condé, que é uma coleção de obras de arte, umas das maiores da França! Eu achei essa parte bem parecida com umas das salas de pinturas francesas do Louvre. O acervo não decepciona nadinha – tem, entre outros, Raphael e Delacroix!

chantillytop3Escolhi meus 3 favoritos e tirei foto: Marie Antoiniette por Drouais, La Vierge de Lorette de Raphael e Corps-de-garde Marocain do Delacroix.

Uma particularidade de Chantilly é a sua relação com cavalos. A cidade é inclusive conhecida como ‘A capital do cavalo’. Diz a lenda que o Louis Henri, Duque de Bourbon, achava que ele renasceria como um cavalo após sua morte – daí ele pediu para o arquiteto construir estábulos. Se você ama cavalos, o lugar realmente é para você. Eu não entendo nada de cavalos, então meio que passei pelo museu do Cavalo em velocidade do som. hehehehe Mas não resisti a cumprimentar os diversos cavalinhos no estábulo. A gente ignora o cheiro e vai!

chantillycavalo

Sabem quem já deu uns rolés ali? James Bond em “A View to Kill“! 🙂

chantillyjamesbondCena do filme “A view to kill. Foto do site jamesbondlifestyle

Chantilly também tem jardins e parques – que fique claro, essa parte não se compara a Versailles – mas é sim bem simpática. Dá para pegar ar puro, caminhar pelos parques, ver os lagos. Isso tem mais graça se o tempo estiver bom, né? A gente já estava morto então só demos um rolezinho ali fora. Sei que às vezes tem carrinho de golfe para alugar, mas dessa vez não vimos! É bom lembrar que o castelo não abre em janeiro nem às terças-feiras. Sempre bom pesquisar para não perder a viagem!

A cidade de Chantilly

Na hora de almoçar resolvemos aproveitar o bom tempo e escolher um restaurante na cidade de Chantilly. Saímos do castelo (mas pode voltar com o mesmo ingresso) e aproveitamos para passear ali perto. Fomos simplesmente seguindo a rua principal, mas pareceu realmente muito pequena! Mas bonitinha, típica cidadezinha da França. Fomos vendo cardápio por cardápio na porta dos restaurantes e escolhemos um restaurante italiano mesmo, chamado La Prego. Bom custo-benefício, garçons simpáticos, comida ótima! Muitas avaliações do Trip Advisor dizem que demora mas estava vazio então não esperamos não. Eu pedi o ravióli trufado, as meninas lasanha a bolonhesa e o marido da amiga pediu uma pizza de salmão.Houve boatos na nossa mesa que a pizza de salmão foi o prato #1, hehe!

comidachantilly

A busca pelo Chantilly de Chantilly

Eu só sei que eu não parava de falar no Chantilly de Chantilly e acho que ficaria maluca se não provasse, hahaha Eu tenho mania desse tipo de coisa: torta floresta negra da floresta negra, mostarda dijon de dijon, bife a milanesa de milão, queijo gruyere de gruyere, e por aí vai. É quase uma obsessão!! Após pesquisar vi que o melhor lugar para provar é no restaurante do castelo chamado La Capitainerie. A origem do Chantilly é bem controversa e tem várias histórias, mas o mais provável é que tenha sido inventado ali mesmo, no século XVII ou XVIII. Quem quiser ler as versões tem aqui. chantillycapita

O garçom me informou que todas as sobremesas ali vêm acompanhadas de Chantilly! Mas achei pouquinho… Se você animar pode ainda pedir um potão de Chantilly separado. Eu estava na verdade sonhando com sobremesa de morango e Chantilly, mas não tinha porque estava fora da época do morango. 🙁 Então eu pedi uma Tarte Tatin (torta invertida de maçã), bem ok mas meu olho cresceu mesmo foi pro Petit Gateau da minha amiga, hahahaha!… Se vocês repararem até tem um mini meio morango ali no meio hehehehe

Veredicto? Achei o Chantilly realmente fabuloso. Diferente do Chantilly que conhecemos – mais denso, sabe? Achei de lei. Mesmo se não gostar de Chantilly tem que comer, afinal, não é sempre que dá para voltar ali! E se for importante para você o quanto é para mim, dê uma olhada no horário de abertura do restaurante!

Casamento Ronaldo e Cicarelli

cicaronaldo

Como amante de fofocas de celebridades vocês não achavam que eu ia deixar de comentar isso, né? Eu diria que 98% das pessoas adultas associam o castelo de Chantilly ao casamento relâmpago de Ronaldo x Daniela Cicarelli. Os dois se casaram em 2005 por lá em uma festa para 250 pessoas que, segundo várias reportagens do Google, custou 2,5 milhões de reais. Olha, ou o mercado de casamento inflacionou muito ou tem algo errado aí. Porque teve vestido Valentino para ela e terno Valentino para ele, esquema de segurança de outro mundo, o buffet mais chique de Paris com direito a risoto de trufas negras e o diabo a quatro. E isso tudo FECHANDO o castelo de Chantilly! A título de comparação, o casamento da cunhada da Lala Rudge em Brasília custou 10 milhões em 2010. Eu sei de casamentos em BH que custam uns milhões atualmente, e nem é casamento de Rockefeller não. Ou seja: se você quiser imitar o Ronaldo, não se anime muito, pode ter certeza que vai desembolsar mais que esses 2,5 mi! Mas enfim, independente do tanto que custou, apesar de toda a pompa e o background de chiquetezas da realeza francesa antiga, rolou o que? BAR-RA-CO. Teve noiva expulsando penetra-inimiga na porta!! Mas o ponto da história é que eles aparentemente queriam o casamento mais pomposo de todos os tempos. Li que na época olharam vários castelos próximos a Paris inclusive Versailles e optaram por Chantilly. OU SEJAAAAAA: o bicho é bonito mesmo e vale a visita. Se foi bom o suficiente pro casal Ronaldo-Cica, deve ser bom para você também!! kkkk

Se você ama o castelo mas não tem grana para casar lá, você pode fazer seu ensaio de noiva por lá! Vimos várias noivas fazendo ensaios!

Depois do passeio seguimos para a casa da amiga e comemos muito Raclette, tomamos vinho gostoso, batemos muito papo e nos divertimos com um dos bebês mais legais e bonzinhos do mundo. E o final de semana ainda não estava acabando, mas meu relato acaba por aqui! 😉 Amo poder registrar e depois rever esses momentos no meu blogzito!

chantillynostresNós com o neném mais simpático do planeta (borrei o rosto por motivos de privacidade do baby)

Beijos com saudades de Chantilly!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Karol 14/03/2017 às 19:47

    Ana, que legal!!
    Acho que ano que vem vou a Paris. Vc acha que uma semana da pra fazer o basicão? Vc deve ter voltado bem cansada de viagem, mas viagem é viagem e sempre vale o esforço, né?! bjo

    • Ana 16/03/2017 às 08:53

      Oi Karol! Dá super!
      Puxa acho que nunca postei um post básico de Paris. Acho que vou fazer um, hein? Dando diquinhas by me! heheh espero que saia antes de vc ir! Bjos

  2. Gabriela 15/03/2017 às 11:43

    Olha para mim em relação à festa de casamento, se era chique, depois deles, deixou de ser rsrss

    • Ana 16/03/2017 às 08:53

      super verdade!!
      pessoal do castelo deve ter ficado meio fulo hehehe

  3. Elisa 15/03/2017 às 15:19

    Gostei da dica!
    Fui duas vezes a Paris e uma vez a Versailles. Talvez por isso não tenha me animado a conhecer outros castelos, já que não sou muito fã de castelos – sempre gosto mil vezes mais dos jardins – e Versailles é lotaaaaaaaado. Não gostei muito de ter que visitar o castelo andando em fila indiana e esbarrando num mundaréu de gente.. no Castelo de Chantilly é mais tranquilo?
    Sempre que viajo procuro ficar em Ibis. Como é igual no mundo todo é raro ter surpresas negativas. Você não se interessou pelo Ibis em Paris? Há uns 40 na cidade, para todos os gostos em matéria de localização, e dividindo o preço do quarto em duas pessoas acho que fica bem em conta!
    Beijos!

    • Ana 16/03/2017 às 08:56

      Oi Elisa! Qdo eu fui pra Versailles era inverno, lembro que estava cheio mas nao a ponto de fazer fila indiana. Mas meu amigos disseram isso mesmo! O Chantilly achei bem vazio, as vezes ficavamos sozinhos nas salas!
      Ibis conheço bem, mas nunca fiquei em Paris. É igual Mc Donalds, nao tem mt erro ne? O preço varia mto mas ainda é preço de 3 estrelas. Mas sim, tb acho sempre uma boa opcao! Mas eu ate prefiro ficar em hoteizinhos tipicos dos lugares, sabe? Bjs

  4. Isabela 15/03/2017 às 22:18

    Oi, Ana! Amei o seu post. Adoro quando vc comenta sobre as suas viagens. O seu blog nos enriquece culturalmente. Parabéns!

    • Ana 16/03/2017 às 08:56

      Oi Isabela! Bom saber, eu fico sem postar sobre algumas, vou tentar postar mais! Bjos :))

  5. Fernanda 16/03/2017 às 10:10

    Que lugar lindo!!! É a história viva para a gente desfrutar! Quando fui à França, a minha excursão não incluiu o Castelo de Chantilly, mas visitei o Palácio de Versalhes… É lindíssimo! É como você falou: vi tudo muito rápido também!

    Beijinhos

    • Ana 17/03/2017 às 10:52

      É, geralmente não incluem ele mesmo não, é off-circuit. Mas versailles já vale mto a pena, eu adorei tb! Bjo

  6. Karol Azevedo 18/03/2017 às 12:52

    Oi Ana, tudo bom? Gostaria de saber se você acha que vale à pena fazer residência médica na Alemanha caso a pessoa tenha intenção de exercer a profissão aí. Beijos!

    • Ana 19/03/2017 às 06:47

      Oi! Se vc nunca mais for exercer no Brasil, talvez seja uma boa. Considerando que fará sua formaçao em uma universidade, claro! Bjs

Comente você também