03
março
2019

Maternidade: bolsa do bebê e minha mala

Postado por Ana em Maternidade

Em um parto normal, sem intercorrências e com bebê a termo e saudável, aqui na Alemanha, já é possível receber alta após 4 horas. Mas a maioria fica mais – e eu também vou ficar o padrão mesmo, que é 3-4 dias se for normal. Se for cesariana (no meu caso, só se houver indicação médica inesperada) varia de 5-7 dias em média. Acho melhor ficar esses dias, pois o bebê já sai com primeiros exames médicos em dia (até o U2), tenho o apoio da enfermagem nesses primeiros ~doloridos~ momentos e todas as instruções pra mamãe de primeira viagem insegura como eu, comida preparada por outrem (curiosidade: AMO comida de hospital, hummmmmmmm), etc. Então minha malinha é pensando em 4 dias no hospital.

NEXT STOP????

Uma amiga alemã que também está grávida me mandou essas duas listas em PDF com o que levar (Packliste Kliniktasche e checkliste-kliniktasche) pra você, bebê e até marido. A primeira achei mais razoável. Bateram bem com o que a doula sugeriu. Em relação ao roupão de banho (o meu é esse, uso todo dia, amo) deixei limpinho em casa e caso eu não consiga um quarto-família no dia (e divida com outra mulher) meu marido leva pra mim. Porque um roupão já ocupa minha malinha toda hahaha! Pro marido eu só comuniquei que seria bom ele deixar uma malinha pra ele pronta, mas isso aí ele que se vire, hahaha. Não sabemos se ele vai dormir no hospital, pois infelizmente só tem dois quartos-família no hospital inteiro e não sabemos se estarão disponíveis no dia. Se não estiverem, ele não vai poder dormir lá comigo.

O que deu pra já deixar dentro das malas e bolsas, deixei pronto desde a semana 34 – até porque se o bebê nascesse antes disso, a menor das minhas preocupações seria essa, né. As coisas pra adicionar em cima da hora de ir (tipo celular, carteira) eu deixei uma check-List grudada na bolsa pra não esquecer de nada em meio às contrações. O plano é ficar o máximo possível em casa, mas temo que minha ansiedade não permitirá tal proeza (ou caso a bolsa se rompa antes, que minha médica disse que é para ir para o hospital).

Usei minha mala de mão, que é pequena, então nem pude exagerar.

– Calcinhas pós-parto: 5 dessas tipo gazinha (segundo doula as melhores) pros primeiros dias e essas 4 calçolas altas pra depois. As tipo gazinha são laváveis a 60 graus, mas o plano é jogá-las fora mesmo depois.
– 4 sutiãs de amamentação: levando 2 da linha Mama da H&M (pra mim os melhores), 1 da Naturana (comprei na Baby One) e um da Nopples (comprei na Mamarella e removi o aro)

“as calçola” tudo 🙂

– Absorvente power: dois pacotes de Always night XXXL (a doula recomendou os da marca Camelia, mas o pacote é tão gigante que deixei em casa, qualquer coisa meu marido leva pra mim)
– Absorventes de peito: uns saquinhos com 12 no total da Medela que vieram no starter kit da Medela, achei prático (pra casa comprei a caixa da Lansinoh)
– Pomadinha pros peitchos: levando a miniatura da “PureLan” que veio no starter kit.
caixinha de Tucks: foi dica das americanas do app de gravidez que sigo. Dizem que são milagrosos para aliviar dor de lacerações, inchaços, pontos, ou – para o que são mais famosos – hemorróidas.
– Óleos: naqueles potinhos de viagem – óleo Dersani e óleo anti-estria da Weleda
– Uma toalha de mão
– Duas meias felpudas
– Um “Hausschuh”/Sapato de casa pra andar pra lá e pra cá no hospital
– Duas regatas-tops de amamentação (H&M, aqui se chama Stilltops)
– Dois pijamas longos de botão
– Uma T-Shirt larga pra hora do “vamuvê”
– Três blusas de malha de amamentar
– Um pullover com gola em V mais soltinho
– 1 calça extra confortável
– Um vestido bonitinho (esse, comprei há 3 dias) de grávida/amamentar + meia calça preta: pra sair da maternidade. Ps: não se deixe enganar com as artistas da Globo – a gente sai da maternidade com a barriga tipo de 6 meses de gravidez.
– Mini secador (deve ter no hospital, mas não confirmei…)

Nécéssaire de maquiagem, contendo isso da foto: espelhinho, corretivo, base, pó , paleta Naked basic, delineador, rímel, batom, beauty blender, um blush, uma sombra cremosa, lápis de sobrancelha, 1 pincel de sombra e um pincel portátil de blush . Já deixei prontinha, pois sempre uso as mesmas coisas baratex mesmo, o que não tinha dobrado comprei novo e deixei lá!

Nécéssaire de cosméticos/artigos de banho contendo: escova tangle-teezer mini, xampu mini (langhaarmädchen), desodorante, meu sabonete neutro dentro de um porta-sabonete, potinho com meu sabonete pro rosto (Effaclar), umas gominhas de cabelo, toucas de banho descartáveis, discos de algodão, mini-hidratante da the body shop, cotonetes, Protetores auditivos :), perfuminho, gilete, lipbalm, colírio lubrificante (pipetas dose única), mini-água micelar pra remover maquiagem, protetor solar, Azelan, glóbulos de Arnica.

Mini-necessáire de higiene dental: mini pasta de dente Elmax, uma escova de dente nova normal com capinha (em casa uso elétrica mas não vou levar), fio-dental, mini-enxaguante bucal

Para ir para a maternidade:

Já deixei também uma roupa separada em casa para vestir pra ir à maternidade: uma legging preta de gestante + blusa de gestante de malha simples + 1 cardigan gestante

Na bolsa de mão normal

Separei a speedy (que não tenho mais costume de usar) e é bem espaçosa. Deixei uma checklist colada pra não esquecer aquelas coisas que só dá pra colocar na última hora, tipo celular.

– Minha caderneta de grávida
– Minha carteira com identidade alemã, cartão do seguro, pouco dinheiro (e moedas pra máquinas de hospital)
Certidão de casamento para registro do bebê no hospital (lembrando que tô na Alemanha – pode ser original ou cópia juramentada. Levei a tradução juramentada também)
– Câmera fotográfica Canon GX7 e seu carregador
– Meu celular com carregador
– Meus óculos (uso só quando leio por longo período)
– Kindle carregado
– Fone de ouvido
– Carregador extra de celular (um que dá 6 cargas)

Bolsa de snacks

Com um pacote de salgadinho tipo Stiksy, barrinhas de cereal, balinhas e pirulito de açúcar de uva (pra dar energia, comum aqui – chama Traubenzucker), um pacote de amêndoas, alguns pacotinhos de chá (de amamentação da Weleda e de Framboesa), uma garrafinha pequena da monbento vazia pra eu encher de água ou qualquer coisa depois.

Coube tudinho aí dentro

Nisso acho que o pessoal exagera demais. No Brasil cada maternidade costuma ter sua lista – mas pelo menos aqui na Alemanha o que você REALMENTE precisa é a roupa pro bebê sair da maternidade. Se tiver frio, uma manta pro caminho. E a cadeirinha pro transporte no carro (aqui, no frio, um Fußsack é recomendado). E só. E foi só isso realmente que a doula listou no curso. Eu ainda levei coisa a mais, mas coube tudo na bolsa do nenê mesmo (a minha é essa da Kipling).

– Capas personalizadas para o cartão de exames da criança (U-Heft) e cartão de vacina (Impfpass) (personalizei com o nome nesse link aqui e adorei, ótima qualidade). Zero essencial, mas adoro essas coisas, haha!
– Mini álcool gel dependurado na bolsa
– 3 saquinhos com conjuntos de lookinhos (cada um com um body, um macacão, uma calça, uma meia, uma touquinha, uma luvinha e um lacinho) e um saquinho extra para colocar coisas sujas. E ainda coloquei um macacãozinho mais quentinho com capuz pra colocar em cima de tudo, se necessário, na hora de sair da maternidade. O bebê vai sair num “Fußsack” mega quentinho direto do hospital pro carro – mas se as temperaturas continuarem amenas assim nem vai precisar. Que inverno de meia-tigela esse, viu? Aff..

– coloquei umas 5 fraldinhas Pampers (mas sinceramente nem precisa, rs), três paninhos-fraldinha brancos, duas mantinhas e um pacotinho de waterwipes (seria pro caminho, não acho que precisa, rs), uma pomada Desitin pro bumbum do nenê e uma escovinha de cabelo (pra fazer carinho na careca, kkk).

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Maria 05/03/2019 às 11:08

    Oi,Ana! Tudo lindinho! O que é o U2 que você escreveu como exame do bebê? Quando a bebê nascer você conta pra gente aqui no blog? Nem que seja só uma notinha de “nasceu”… hahaha estou ansiosa pela boa notícia! Um beijo e bom parto!

  2. Maria 05/03/2019 às 11:16

    Oi, Ana! O que é o U2 que você escreveu como exame do bebê? Quando a bebê nascer você conta pra gente aqui no blog? Nem que seja só uma notinha de “nasceu” hahaha ansiosa por essa boa notícia! Um beijo e bom parto!

    • Ana 05/03/2019 às 12:10

      Oi Maria, é o segundo exame “obrigatorio”, que deve ser feito do terceiro ao décimo dia de vida – o primeiro é feito logo ao nascer . Vai até o U9, quando a criança tem 5 anos.
      Claro, conto sim! Bjs, obrigada pela torcida!

  3. Ana 12/03/2019 às 15:45

    O que é CRM+? Bjjjj

    • Ana 15/03/2019 às 17:34

      CRM positivo é brincadeira com “conselho regional de medicina positivo”…. usamos essa expressao de brincadeira no brasil, nem me atinei que nao dava na cara hahaha desculpe
      Meu marido nao tem CRM pq n é medico no brasil e eu congelei meu CRM brasileiro, entao na verdade verdadeira somos CRM negativo hahaha

  4. Thaisa 17/03/2019 às 22:44

    Adorei a bolsinha com snacks! Eu levei tb, mas não conseguia comer nem beber nada durante as contrações haha Fiquei dividindo quarto na primeira noite pos parto, mas depois mudamos pro quarto família. MELHOR COISA! Usei mt coisa do hospital: absorventes (eu achava que eu havia compro tamanhos grandes, mas sempre da pra ficar ainda maior ahhahahaha), protetores pros seios, pomadas pra nao rachar, fraldas pra Bianca.. me deram mt brinde, adoro kkk e como minha filha nasceu com 8 meses e eu tinha zero experiência: todas as roupinhas eram enormes hihihi

    • Ana 18/03/2019 às 10:30

      Tirando o Traubenzucker acho que é pra depois mesmo. Ou pro marido hahaha
      Esse camelia eu tirei da embalagem e é a coisa mais gigantesca que já vi – ia ocupar mto espaço na malinha, entao levei always. Mas se tiverem ele no hospital, melhor assim, haha. Ué, ich freue mich auf die Brindes, quem nao gosta!???? kkkkk Bjos

Comente você também