15
julho
2017

Yoga & Glaucoma

Postado por Ana em Fitness, Olhos

Eu sinceramente nunca acreditei na máxima de que a “coisa X não tem contra-indicação nenhuma e todo mundo pode fazer“. Sei que tem muita gente que pensa isso de coisas como Yoga & Pilates (afinal, até grávida faz, rs). Acho que para toda atividade física, por mais inofensiva que pareça – você sempre vai encontrar pessoas com problemas específicos que no mínimo têm que executar atividades de forma diferente, limitada, etc. Por isso consultar profissionais antes de iniciar qualquer coisa é fundamental. Como tenho me tornado uma Yogi-Bear, acho legal também falar sobre a questão de Yoga e Glaucoma. Acho que muita gente nem imagina, mas tendo vista a popularização do Yoga nos últimos anos, acho muito importante informar-se! Primeiro, alguns conceitos básicos da Tia Ana: 🙂

O que é glaucoma?

Glaucoma é uma doença da cabeça do nervo óptico, em que ele vai perdendo suas fibras nervosas e consequentemente a visão (“campo visual”) vai sendo perdida. A doença não tem cura, mas tem tratamento, de forma que com o diagnóstico precoce e tratamento correto você pode ter visão perfeita por toda a vida. Existem vários tipos de glaucoma, mas o mais comum deles é muito insidioso – não dói e não é percebido nas fases iniciais ou até mesmo moderadas. A doença não é nada rara e o risco de tê-la aumenta com a idade, mas ela acomete os jovens também. Apesar de história familiar ser importante, ela pode acometer qualquer um. É muito importante o controle no oftalmologista uma vez por ano, onde além do exame do nervo óptico será feita a medida da pressão ocular.

A importância da pressão ocular

Tem uma confusão muito comum aí: tem gente que acha que quem tem a pressão do olho alta tem glaucoma, mas não é por aí! Pressão intra-ocular “alta” não é sinônimo de glaucoma, mas sim um fator de risco muito importante. Quem tem a pressão super alta e não-tratada muito provavelmente desenvolverá glaucoma. Contudo, há pessoas com uma pressão alta comparada com a norma da população mas que por terem nervos “resistentes”, não desenvolvem glaucoma! E há pessoas com pressão normal e que por terem nervos “sensíveis” desenvolvem glaucoma mesmo assim. Tudo deliciosamente geneticamente mediado. Há como abaixar a pressão do olho – geralmente com colírios, mas também existe um tratamento a laser e em último caso uma cirurgia. Se você tem a doença, o melhor é fazer o acompanhamento com um oftalmologista especialista em glaucoma.

Glaucoma e Yoga

A questão é: Yoga causa Glaucoma? Olha, depende do seguinte: em quem e qual posição ?! O que causa glaucoma é uma predispodição genética junta a fatores fisiológicos e até ambientais tudo-junto-e-misturado! Não é certo dizer que Yoga causa glaucoma, mas pode piorar o glaucoma em certas pessoas. O interessante é que posições de cabeça para baixo, sejam de Yoga ou não, elevam a pressão intra-ocular e isso perdura por uns minutos após você voltar para a posição normal. O mesmo vale para tudo que causa uma manobra de Valsalva elevada (Valsalva é tipo quando você fecha o nariz e força expiração, sabe?). Alguns exercícios fora do Yoga forçam muito isso, como minha amada barra fixa (pull-ups/chin-ups). Se isso é um problema ou não , é individual e o que é realmente contra-indicado para você só seu médico pode dizer!

Situação a): Se você não tem glaucoma e tem um nervo com resistência normal, o Yoga ou outras atividades com excesso de Valsalva não causarão problema. É aquela mesma coisa de que quem tem um pâncreas bom pode comer 2kg de açúcar por dia que não terá diabetes, sabe? As posições de cabeça para baixo elevarão sim a pressão do olho para acima do seu normal por uns minutos, mas seu nervo saudável não sofrerá com isso. De qualquer forma, o controle anual de rotina é indicado.

Situação b) Se você já tem glaucoma, a pressão do seu olho tem que estar sempre bem controladinha dentro do seu alvo individual que o oftalmologista definiu. O Yoga não é contra-indicado, mas o ideal é que certas posições não sejam feitas, ou então deverão ser modificadas pelo seu professor. Ou peloooo menos, se você estiver controladinho e estável e quiser insistir nelas, tem que fazer acompanhamento muito próximo no oftalmologista, com preferência repetindo um exame chamado “OCT” de tempos em tempos! São as posições abaixo que elevam a pressão intra-ocular durante e até mesmo minutos após o exercício. A que mais eleva a pressão é a do cachorro olhando para baixo. E quem faz Yoga sabe o quanto essa posição é comum, repetida mil vezes durante uma aula de Vinyasa/Ashtanga! Se você tem glaucoma “clássico” , o seu nervo é por definiçào sensível à pressão aumentada e picos de pressão podem levar a perdas irreversíveis de fibras nervosas.

Adho Mukha Shvanasana – Cachorro olhando para baixo —> a pior para glaucomatosos!

Uttanasana – Postura do alongamento intenso

Halasana – Postura do arado.

Viparita Karani – Postura da Ação Invertida

Me perdoem se errei nos nomes em português. Em Yoga sou alfabetizada em alemão e italiano, SASHA FEELINGS, kkkk!

Essas recomendações vêm dos seguintes estudos:

Yoga can be dangerous—glaucomatous visual field defect worsening due to postural yoga

Intraocular Pressure Rise in Subjects with and without Glaucoma during Four Common Yoga Positions

Além, claro, do próprio conhecimento da fisiologia ocular, que torna esse mecanismo e relação óbvios e fáceis de compreender. Não custa lembrar que existem vários tipos de Yoga e várias Asanas (posições) que são muito benéficas e não influenciam a pressão intra-ocular! E que exercício físico é um aliado no controle do glaucoma, assim como o controle do estresse! Como tudo, deve-se ter um equilíbrio nas indicações e contra-indicações – porque atividades físicas em geral e inclusive o Yoga trazem muitos benefícios para a saúde geral e ocular também. Por isso, de forma alguma são 100% proibidas mas devem sim ser individualizadas para não causar mais danos que vantagens!

Meus textos da área da saúde são feitos para o público leigo, de forma simples e resumida e não têm a intenção de formar colegas. Por favor não reproduzir sem autorização!

Beijos da Yogi-Bear oftalmologista

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comente você também