12
junho
2014

Quatro anos

Postado por Ana em Coisas da Ana

Há quatro anos era Copa do Mundo na África do Sul, waka waka, vuvuzelas… O blog já existia e eu postei sobre os “gatões das copas“. Eu tinha uma camisa da seleção personalizada com meu nome que só Deus sabe onde foi parar. Estava em Kiel, lá no norte da Alemanha, no meio de uma temporada de 3 meses. Certo dia assistia a um jogo, quando de repente me ocorreu: onde estarei em 4 anos? Com quem estarei? Como estará minha vida? Estava tudo tão indefinido para mim naquela época…

copa1

Essas são, na verdade, perguntas quase filosóficas que podemos nos fazer em cada momento de nossa vida. Mas levar a vida muito metalinguisticamente pode ser estressante e o melhor é deixá-la, na maior parte do tempo, seguir seu curso em paz, no questions asked. Porque as respostas são inevitáveis e sempre virão. E elas podem ser, não digo dolorosas, mas emocionantes. Mas são nesses momentos pontuais (ano novo, copa, olimpíadas) que a gente não resiste e se põe a pensar. Pelo menos eu sou assim!

Nos últimos 4 anos eu:

– Adquiri uma especialidade novinha em folha (com todo o esforço que isso representa)
– Mudei de casa 2 vezes em BH
– Ganhei uma nova sobrinha (e um sobrinho que já está pra nascer)
– Perdi uma pessoa muito importante
– Me casei
– Mudei de país
– Aprendi a cozinhar (em andamento, claro)

copa2

E o interessante é que o blog continua por aqui! Eu sei que não deveria fazer tão perigosa pergunta novamente, mas.. o que vai acontecer nos próximos 4 anos? Daqui a 4 anos, se o blog (e eu) ainda existir, eu respondo!! hehe

E você? Onde estava e o que mudou?

Beijos reflexivos e boa copa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Elisa 12/06/2014 às 13:42

    Tb gosto de fazer balanços… o blog não é meu então não vou escrever o que mudou na minha vida, rsrs, salvo dois pontos em comum com vc: mudanças – mudei cinco vezes, em BH e de cidade tb (agora estou de volta)e perda de uma pessoa mto importante – meu avô, de uma hora para outra (estava bem para a idade, 92 anos, aí um dia estava na rua, teve uma perda de consciência, caiu e pronto).
    Mas há quatro anos eu esperava que mto mais coisa (boa) fosse acontecer em 2014… infelizmente não aconteceu. Espero que em 2018 meu balanço seja mais positivo!
    Boa copa para você!

    • Ana 13/06/2014 às 06:31

      Oi Elisa! Que pena, é quase impossível ficar sem momentos ruins em 4 anos, né? De alguma forma, é tempo pra caramba. Mas estamos aí vivinhas e com saúde para fazer o balanço de 2018 o mais positivo possível!! Gosto de pensar igual o matthew mcconaughey no discurso do oscar. Minha heroína sou eu mesma, em 4 anos… hahaha Bjo

  2. Ana 12/06/2014 às 14:07

    Nossa Ana, eu tava falando sobre agora mesmo com o marido. Lembramos que durante a copa passada estávamos passando por um momento delicado na nossa relação. E foi legal ver que superamos e que construímos muitas coisas juntos. Nesse tempo estive de volta ao Brasil pra terminar os estudos, voltei pra cá, casei, arranjei emprego e fiquei desempregada e morei em três cidades diferentes na Alemanha. Muito legal saber sobre você! Que os próximos quatro anos te tragam ainda mais sucesso! E pra mim tb! hehehe
    bjos e vamos torcer juntas hoje!

    • Ana 13/06/2014 às 06:29

      Ana, já estou com saudade daquela “gritaiada” na rua pós-gol do Brasil em copa, desde 2006 não ouço isso! Aqui qdo a alemanha faz gol a gente escuta uns uHUuuu isolados mas nao é nada comparado com a terra das palmeiras, rs! Espero que eu possa ficar em Freiburg, mas por causa disso de emprego, só o tempo dirá. QUe meda! Boa sorte pra nós! Bjo

  3. Thais 13/06/2014 às 01:23

    Eu havia acabado de me mudar de estado, estava estudando e rezando para q eu e meu marido conseguíssemos um emprego com estabilidade, eu graças a Deus consegui, mas nem por isso está sendo fácil, com grandes responsabilidades vieram grandes problemas hehe, meu marido ainda está na batalha, mas em breve tenho fé q logo tb consiga. Uma das minhas maiores preocupações q era conseguir crescer na carreira profissional até os 30 está em andamento hehe. Pena q nestes 4 anos não consegui realizar o sonho d trazer meus pais pra morar mais perto, quem sabe até a próxima copa eu convença eles hehe.
    Beijos!

    • Ana 13/06/2014 às 06:26

      Thaís, pois é, acho esperar que a vida vai ficar fácil acho que nunca fica. E se ficar, a gente sempre arruma o probleminha, rsrs O que eu peço sempre é força e saúde para lutar e que meus entes queridos estejam bem. Boa sorte pro seu marido, tenho certeza que vai demorar bem menos de 4 anos pra vencer essa batalha. Bjao!