29
dezembro
2019

AC Retrô : os melhores e piores de 2019

Postado por Ana em Coisas da Ana

Eu mal posso acreditar que estou escrevendo a retrospectiva de 2019. Um ano que eu não vi chegar nem vi passar. Foi tão devagar e tão rápido ao mesmo tempo. Foi um paradoxo completo, às vezes ainda me sinto em maio, o mês mais longo da minha vida. Por outro lado, acho inconcebível sequer ter passado do primeiro semestre. Este ano eu estava bêbada e não foi por efeito de álcool. Entrei num universo paralelo, num filme do Tim Burton, no mundo maluco do Matrix. Foi horrível, foi maravilhoso, foi o pior e o melhor ao mesmo tempo. Enfim …. deu pra entender? hahahaha Isso foi pra mostrar que a vida ficou tão maluca que vou ter um pouco de dificuldade para categorizar as coisas como nos outros anos, pois foi tudo diferente.

Melhor viagem

Concarneau

*Suas definições de viagem foram atualizadas*. Ir ao Brasil sem ir ao salão de beleza, viagem de carro cantando 318397418461982361928312 músicas e histórias pra distrair a bebê. Enfim, tudo diferente né. Eu nem senti muita vontade de viajar esse ano, pois a partir do momento em que encontrei uma rotina que melhorou minha vida 500% eu meio que não quis sair dela. Então, o destino favorito, a Bretanha, ganhou quase que por W.O, hahaha. Mas vou ser específica e eleger a cidadezinha de Concarneau a minha favorita do ano.

Pior experiência cosmética

Eu não tive praticamente nada feito por terceiros pra definir uma pior experiência. Na verdade a pior experiência foi a falta de uma experiência cosmética bem básica – cortar os cabelos. Estou há 11 meses sem cortá-los e tem uns 4 meses que estou querendo e não consigo hahaha A melhor idéia que tive foi cortar os cabelos logo antes da minha filha nascer. Bom, mas isso vai ser resolvido ja já. Em 2020 voltam cabelos dignos E soltos, perfume, relógio e saltinho. 🙂 AMEM

Pior tendência fashion

Essa aí eu anotei no início do ano e não vi nada pior ao longo dele – delineado duplo. Lembro de vê-lo no seriado “Russian Doll“(ótimo, aliás) e um tempo depois disso, mas parece que não vingou por muito tempo.

Melhor compra fashion

o meu é verde com verde limão, mas peguei a foto do site deles, to sem tempo genteeee

Hummmmmm…. *pensa pensa pensa*. Se comprei roupa pra mim esse ano, eu nem lembro. Muito pelo contrário – doei sacos e sacos. Fui picada pelo bicho do DESTRALHE. Peguei pânico de tralha, ao ver minha casa antiga sendo tomada por tralhas de todos os tipos (a gente acha que bebê não ocupa espaço, né …) Mas a melhor peça de vestuário do ano foi um par de chinelos que ganhei da minha irmã. Eu, que nem achava que havia alternativa às Havaianas em casa (em meses quentes, senão é meia mesmo) me surpreendi com “chinelos massageadores” da marca I wanna sleep . Achei uma delícia. Gente, que coisa – e isso porque eu ganhei um lenço Hermés de Natal. Veja como as prioridades mudaram, kkkkkkk.

Melhor compra de beauté

Foi esse delineador aí da foto acima, o Tattoo Liner, da Maybelline. Eu era muito satisfeita com o Liner Express da mesma marca, que uso há anos. Só que comecei a ter dificuldade de achar – vira e mexe não achava na DM – e já estava entrando em pânico com medo de ele sair de linha, quando comprei esse novo, na cara e na coragem – e vi que parece que é o mesmo estilo de tinta (e ainda melhorada) e um aplicador super parecido (e melhorzinho ainda) – works for me!

Melhor meme

Pensei primeiro no “saudades do que a gente nem viveu ainda” do Neymar, mas como denúncia de estupro é coisa séria, o troféu vai pra versão de “Shallow” da Paula Fernandes. Juro que achei que era trollagem quando vi. Como assim, gente? Será que ninguém de bom senso viu a versão antes de aprovar? Parece mesmo que a letra foi feita pela Gretchen no meme acima, kkkkkk.

Melhor bafão de celeb

Se foi verdade, não sei – mas eu morri de rir do “surubão de Noronha“, apesar de nunca ter ouvido falar num tal de José Loreto que foi onde o bafão começou.

Melhor momento pessoal

Rainha Lívia, o amor da minha vida

Ao contrário do que vocês imaginam, não foi simplesmente o dia do nascimento da minha filha, mas sim um dia em que eu olhei pra ela e senti o amor dolorido de mãe pela primeira vez. E foram vários meses pra isso acontecer.

Pior momento pessoal

O dia mais quente do ano, 39 graus – saí de casa e fiquei com ela cochilando na floresta

Eu já tinha escrito o parágrafo todo, quando lembrei que obviamente o pior momento TERIA que ser o parto né? Os 10 minutos da complicação anestésica mais maluca da história, quando eu, sufocando, cheguei a pensar “Adeus, vida“. Só que, engraçado, não foi. Pois agora na minha cabeça, ficou uma coisa tão maluca que nem parece que foi real. Eu não falo sobre isso com olhos cheios de lágrimas nem nó na garganta. O assunto sequer me incomoda. Parece que foi um sonho, sei lá. Eu também tive as dificuldades esperadas no puerpério, mas uma força absurda para enfrentá-las que nem eu acredito – graças a Deus não tive depressão, nem problemas com amamentação, que são o que “costumam pegar” no início.

Então o pior momento “de verdade” pareceu um pouco com 2018 – foi quando juntou o calor com o apartamento totalmente não-adequado pro calor – e o zelador ainda destruiu o blackout me deixando com um quarto claro e quente até as 23h da noite, com uma bebê de semanas de vida. No verão tivemos que por caixas de papelão por fora de todas as janelas (porque não tinha persianas externas) e eu fiquei uns dias com a Lili tipo dentro de um “bunker” (porque a rua estava com o sol quente demais). Pra piorar, ela só dormia no canguru, com muito choro e suor – de 6 a 7h por dia. Tinha dia que eu ficava de calcinha e sutiã e o canguru. hahhahahaaha Passou, passou, life is good again.

Planos para 2020

Eu estou muito animada com 2020. Pois estamos começando o ano com as coisas todas encaixadas, em casinha nova com muito espaço e que com certeza será mais fresquinha no verão. Lívia agora tem um quartinho, como sempre sonhei! O sono dela já é quase ideal, rotina regradinha e está ficando cada vez mais divertido ser mãe dela. É tão bom ela já entender TANTAS coisas (por ora só português kkkk). É uma pessoinha, minha amiguinha! Era um tédio-trabalhoso quando ela tinha 1 mês de vida e eu prefiro muito mais agora e com certeza só vai melhorar. E a melhor coisa de 2020 vai ser matar as saudades do meu ofício – em meio período, que é o equilíbrio entre carreira e maternidade que sempre quis. Já tenho vários planos profissionais pra ir pondo em prática aos poucos. Mas o louco é que o que eu REALMENTE quero em 2020 é saúde e felicidade pra minha filha. Tanto, que eu mal penso no que eu quero pra mim. A gente fica meio monotemática quando tem filho, inevitável né?

Bom, como sempre, um feliz ano novo pra vocês e suas famílias!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Karol 30/12/2019 às 23:14

    Ana, Feliz Ano Novo p vc e sua família. A nossa família sempre é nossa maior conquista. Nem fiquei sabendo q vc mudou, pq nunca mais abri instagram. Espero que tudo só fique melhor com o temoo. Certamente este ( os melhores do ano) é o meu post favorito.
    Bjos, até 2020

    • Ana 31/12/2019 às 14:15

      obrigada Karol, pra vc tb.
      ps: vc que é esperta, to querendo ficar mto tempo sem abrir instagram tb… mas o hábito… quem sabe 2020?? hehehe bjo

Comente você também