15
maio
2016

Casamento em Verona

Postado por Ana em Viagens da Ana

Acabo de voltar de 10 dias na Itália! Tão bom “desligar” de tudo às vezes, não é? Os primeiros 4 dias passei em Verona, uma cidade que há uns 8 meses era doida para conhecer. Sempre bom conhecer a cidade de Romeu e Julieta, a cidade do amor, romance… Maaaaas vou falar a verdade – a curiosidade, pra variar, veio mesmo quando li um capítulo no meu livro de italiano sobre a comida de Verona. Principalmente a polenta. Eu já tinha comido polenta antes e nem era muito fã, mas eu ficava dia e noite sonhando com a tal polenta veronese! Ia deixar essa viagem para no mínimo 2017, quando uma feliz coincidência surgiu. Um amigo resolveu se casar por lá em uma quinta-feira de feriado daqui, meio que de segredo, avisando um mês antes e em um casamento íntimo só para 8 convidados.

veronaviewbouquet

A data era muito favorável, já que era logo antes da outra viagem que eu já tinha planejado. Verona superou minhas expectativas, mais linda do que eu pensava. O tempo também colaborou – sol, céu azul, ai que saudade eu estava de ficar de braços de fora! E, sendo maio, nem estava tão quente, nível ideal mesmo.

veronaview

Foi bem cansativo pois saímos de Freiburg depois das 20h, depois do trabalho, na quarta-feira. Fomos de carro e como tinha trânsito de feriado, ficamos um tempão parados antes do túnel São Gottardo (aquele que tem 16km), e chegamos depois das duas da manhã! Eu estava bem sonolenta o trajeto todo, mas não queria dormir pra conferir se o marido estava BEM acordado – sou muito medrosa. O casamento era logo de manhã cedo!

Ficamos nós 10 em uma “Vila” no centro – era um casarão mesmo, bem confortável.
veronacasa

No dia do casamento fomos andando até o Museo delle Affreschi, que é o lugar onde fica a suposta tumba da Julieta. Parece tétrico, mas é um lugar lindíssimo, e tem um pequeno salão para cerimônias de casamento.

veronanoivosSó essa foto dos noivos pra respeitar a privacidade deles, ok?

veronatomba1

A cerimônia foi bem rápida, pois foi somente civil, com uma intérprete pros convidados alemães. Depois foi muita diversão – muitos e muitos Spritz + apertivos e, não posso esquecer – o almoço de casamento também foi fenomenal. Tanto que estou aqui sofrendo de saudades ao fazer o post.

veronalmocoUma coisa mais deliciosa que a outra.

E olha que foi todo vegetariano, tudo escolhido pelos noivos. O que eu achei engraçado foi o tanto que chamamos atenção depois em andar pela cidade de vestido de festa. A roupa da noiva era rosa, mas ela estava com coroa de flores e buquê. Mas ainda assim me surpreendi com o nível de curiosidade das pessoas – parece que nunca tinham visto um casamento na vida, pediam pra tirar fotos, ficamos igual ponto turístico. Algo parecido na Alemanha teria passado bem mais despercebido – achei curioso ser tão “chocante” na dita “cidade do amor”, onde uma penca de gente se casa. Curioso, no mínimo.

É claaaaro que em algum(s) momento(s) matei meu desejo de polenta – comi a mole e a dura, mas confesso que desisti de provar a “verdadeira polenta veronese“, que é acompanhada de carne de cavalo, hehe! Para queimar pelo menos 10% das calorias consumidas, saía para correr cedo e é aliás uma forma ótima de fazer turismo.

veronafoodPolenta e massa, não pode faltar. Escolhi a polenta com salame mole da casa, NHAAAAM

Apesar de Verona ser maior do que imaginei, é bem pequena pra turistar. Tem a linda Arena, que infelizmente não tinha nada programado pra maio. Quero muito assistir a uma ópera lá algum dia.

veronaarenafinalImagina eu andando com esse salto 4 horas em Verona… kkkk

Acho que o mais legal mesmo é a Piazza Erbe, onde tem, entre outras coisas, a Torre dei Lamberti, Palazzo del Comune, Casa dei Giudici, etc. Tem também um mercadinho legal ali no meio.

veronaerbe2

Ah, a Piazza Erbe à noite é uma “baladinha” maravilhosa – todo mundo com seus drinks se divertindo na rua, acho isso o máximo. Lá em Verona também tem essa tal de Silent Disco – um DJ fica lá tocando e você aluga um fone de ouvido. Eu só fiquei mesmo olhando as pessoas com fone, dançando aparentemente sem música – hahahaha!

veronasilentdisco

Outra coisa famosa e abarrotada de turista é a casa da Julieta lá perto, onde tem uma estátua da mesma que é altamente disputada. Quem fez projeções românticas do lugar após ver o filme Cartas para Julieta” vai ter uma puta decepção. Substitua a cena do filme com pessoas calmamente escrevendo coisas sentadas no banquinho por uma CENTENA de turistas se acotovelando, kkkk . Bom, dizem que se você tocar o peito direito da estátua da Julieta que tem ali, terá sorte no amor. Foi em um momento de corrida matinal que eu consegui um espaço e peguei na peitchola da Juleita- infelizmente não posso provar porque estava usando meu celular pelo Nike+ e fiquei com preguiça de tirar foto, mas enfim, foi mais para MANTER a sorte no amor, kkk. Ah, eu fiquei meio chocada com a “sesta” lá em Verona – as lojas fecham todas por algumas horas após o almoço!

Verona ainda tem um rio, o L’Adige , que torna a paisagem ainda mais bela, ao que contribui a linda Ponte de Castelvecchio (que não me perdôo por não ter tirado foto). Para apreciar melhor a vista amei subir no Piazzale Castel San Pietro – só subir umas escadinhas e já está no mirante.

veronaview4th
veronaview2

Em relação à comilançanão anotei muitas coisas, mas posso ao menos recomendar o restaurante onde foi o almoço de casamento – Antica Torrettamaravilhoso. O restaurante com muitas comidas típicas onde comi a primeira polenta (mole), que também amei se chama Tratoria Via Stella. Outro gostoso para massas é o Osteria Locandina Cappello. Não esqueçam de reservar (ainda que seja no mesmo dia). Achei os preços em Verona BEM ok, viu? Se come bem sem pagar quantias exorbitantes (tipo Paris, Londres). Jantar delícia com entradinha pra duas pessoas, com garrafa de vinho + gorjeta dando 50 euros achei bem de boa pra cidade turística européia. Se seu negócio for pizza, não se preocupe. Gostei principalmente essas que você escolhe o pedaço. E sorvete na Itália não tem como não tomar – até eu, que não sou muito fã, sempre tomo e não me arrependo! 🙂

veronapizzapezzPizza e, pedaços, muitos sabores sempre, uma mais deliciosa que a outra

veronafloresEntra ano, sai ano e eu sempre com as mesmas roupas hehehe.

Clichês à parte, achei Verona sim beeeeem romântica, não só pra quem está se casando lá!
veronablur❤❤❤❤❤❤

Saindo de lá, segui sozinha para minha aguardada semana em Milão – já já conto como foi! :)) Fica a dica para quem não conhece – dê um jeito de incluir Verona em sua viagem pela Itália!

Baci!

25
abril
2016

London, baby

Postado por Ana em Viagens da Ana

Eu estive em Londres pela primeira vez nas Olimpíadas de 2012 e sempre quis voltar com mais tempo e mais calma. Bom, não foi dessa vez. 🙂 Mas pelo menos voltei lá! Fui na sexta depois do trabalho e voltei domingo! A família do marido também foi, afinal, o evento principal era a sua formatura no MBA.

londontorre

Sexta-feira matei o desejo de comer Fish&Chips lá no Borough Market – nem deu pra fazer muita coisa porque era já tarde e estava frio e chuvoso! No sábado estava frio mas ensolarado e deu pra fazer muita coisa. Tomei café-da-manhã continental, depois corujei muito na cerimônia de manhã – depois passeamos em alguns pontos clichês. Caminhada na região de Tower Bridge, ao longo do Tâmisa, ai que lindo.

londonfish

londonsoldado

londonharrypotter

À noite fomos ao Piccadily Circus – e lá é o lugar que representa o que falei no “post da roça“. Aquele centro com aquela movimentação louca, mega lojas abertas até muito tarde, painéis luminosos. Ai, queria morar bem ali no meio! E a loja “M&M’s World?” que coisa mais-megalópole da vida! Nem acho os bichos da M&M’s fofos, mas a loja tem vários andares de um monte de coisas inúteis. Todo mundo entra meio hipnotizado e já pega a cestinha que o homem na porta dá – daí aquelas cores, músicas, animação, aquele cheiro mega enjoativo (é perfume de M&M aquilo?) – todo mundo levando um monte de coisa overpriced. hehehe Mas eu não caí nessa não! “Caí” foi na Boots ali do lado. Eu não conhecia a Chinatown ainda e achei fantástico! Ainda tomamos um Gin and Tonic num pub chinês, kkk! Só fiquei triste que não levei a câmera e o celular estava sem bateria! Domingo fomos à Baker Street (queria mesmo era voltar à Abbey Road mas fui voto vencido) mas pelo menos me contentei com a London Beatles Store que fica do lado dos trens do Sherlock Holmes!

londonsherlock

Depois passeamos ali nas redondezas, no Marylebone Farmer’s Market onde comemos gostosuras. Depois, pelo Hyde Park, Buckingham Palace e demos uma espiadinha na Maratona! Aliás, nunca vi nada tão lotado em minha vida igual algumas estações ali perto da Maratona. Pra voltar pro aeroporto foi um Deus-nos-Acuda. Sabe aquela cena de muvuca se espremendo pra entrar no trem? Tipo isso, e a gente com mala. Achei que ia morrer esmagada. Credo, tomar cuidado pra não voltar conscientemente em dia de Maratona, viu?

londresmaratona

londonanacostas

londonbusao

londoncabine

londoncheio

londonparqueestatua

londonpredio

Fiquei, como na primeira vez, hospedada em Southwark. Eu ficaria neste bairro de novo, acho uma região muito legal. Só preciso deixar registrado aqui uma “note to self“, pois aparentemente eu repeti o erro: nunca mais voar pelo Gatwick e nunca mais voar de Easy Jet. É isso, preciso voltar com mais calma pra Londres – é uma cidade com a qual me identifico demais, moraria ali feliz e saltitante. Pena que a próxima visita esse ano vai ser mais rápida ainda, rs!

Cheguei em casa depois das 23h e cansada mas revigorada para iniciar mais uma semana! E vocês, gostam de Londres como eu? Ou têm vontade de conhecer?

Kisses

11
abril
2016

Passeando em Colmar

Postado por Ana em Viagens da Ana

Eu visitei Colmar rapidamente em 2008 e depois nunca mais voltei. Acabei indo passear lá ontem, para aproveitar o dia lindo dia de sol que fez! A cidade é na França mas fica bem pertinho de Freiburg – indo pela estrada normal acho que se gasta uns 40 minutos. Como fomos pra passear fizemos um caminho diferente entre cidadezinhas alemãs, então acabamos demorando um pouco mais de uma hora. Fica na Álsácia, região meio instável historicamente – ora era da Alemanha, ora da França. Tem muito alemão com rancor da Alsácia, porque acha que ela foi “roubada”. hahaha Mas uma coisa é fato: se atravessa o Reno e não muda muita coisa. A arquitetura é tipicamente alemã, muitos nomes nas paredes dos negócios são alemães e no comércio não é raro que falem alemão. Eu me sinto meio em Freiburg, acho que é o mesmo estilo de cidade pequena fofinha, com centro histórico. Ficamos andando, passeando, curtindo o sol. E, claro, fiz umas fotinhas simples!

colmar6

colmar13

colmar3

colmar7

colmaralsacia

colmarcard

colmarrua

colmar9

colmar

colmar12

colmar14

colmar15

colmar16

colmar18

Quem já foi?! Preciso agora conhecer Strasbourg – aliás, uma vergonha eu não conhecer, estando tão perto ! 🙂

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 5 de 1612345678910