28
agosto
2014

Minhas olheiras desenganadas

Postado por Ana em Geral, Pele

Quem me acompanha há mais tempo já sabe do meu “drama” com as olheiras.

  • Ana contra as olheiras
  • Olheiras Wars: a new hope
  • Luz Intensa Pulsada: na prática
  • Em busca do Alcaçuz
  • Disfarçando a olheira em um segundo
  • panda

    Cada um sabe de seu calcanhar de Aquiles de beauté, e esse é o meu. Pois bem, ano passado cheguei até a ir ao meu dermatologista de confiança só para ver se tinha indicação de preenchimento com ácido hialurônico no meu caso. Mais paliativo mesmo, pra melhorar o aspecto. E não, não tinha indicação, pois minha olheira não é funda, só MUITO pigmentada, tanto de melanina como de hemossiderina. Então tá, continuei usando muito protetor solar, óculos escuros e corretivos.

    Até que este ano minha irmã começou um tratamento de pele com uma dermatologista muito boa em estética que tem feito um verdadeiro milagre pra ela. Ela lutava há anos contra manchas e um melasma imenso adquirido na gravidez. Já tinha gasto muito dinheiro e nada funcionava. Pois fez vários tratamentos nesta dermato (caros, diga-se de passagem) mas a coisa começou a funcionar. Vendo isso, pensei: tenho que ir lá também!

    Fui então na dermatologista e ela basicamente desenganou minhas olheiras. kkkkkk Quer dizer, ela foi honesta e não me indicou nenhum dos milhões de tratamentos caros da clínica dela porque simplesmente não iriam melhorar meu quadro (ou pelo menos não por um tempo razoável). A minha olheira é genética mesmo e só tende a pigmentar mais com a idade. 🙁 Ela me disse: use protetor solar (check!), corretivo de olheira (check!) e então me passou uma receita com vários serums ($$$) e produtos, mais visando um rejuvenecimento da pele mesmo. Mesmo os cremes que prometem clarear manchas (tipo Mela D, Dark Circles da Clinique, etc) ela disse que não iam funcionar nada.

    Mas teve uma notícia boa também: com a análise de um aparelho lá, vi que tenho muito menos rugas do que o esperado para a minha idade. Tenho sim preguinhas abaixo dos olhos, mas já tinha há anos por ser muito alérgica. Nem botox profilático (que eu também já estava a fim de fazer) ela me indicou, acreditam? Disse que dá pra esperar um pouquinho. À minha falta de rugas atribuo também a genética (meu pai tem muitas manchas – em tratamento – mas a pele muito boa em relação a rugas). Por esse lado fiquei feliz!

    rugas

    Em relação às manchas visíveis, meu rosto está ok também, graças aos lasers que fiz nos anos que se passaram. Em relação aos produtos novos que tenho que usar, joguei no carrinho da Amazon.de e entre Skinceuticals aqui e ali, a conta está dando 300 euros (quase MIL dilmas), fora o protetor solar! Portanto, ainda não decidi se vou usar tudo, se vou usar parcialmente, ou se vou continuar com os meus mesmo. Na verdade, concordo que preciso de um produto a mais que tenha vitamina C. Vou usar as amostras que ela me deu, depois faço uma regra de três para ver quanto tempo o produto normal dura, e se vale a pena criar este hábito caro. À medida que estas trocas forem ocorrendo eu divido aqui com vocês, viu?

    Sabe o que foi mais triste? Eu tinha tirado foto do “antes” das olheiras, para depois comparar com o fim do tratamento imaginário. Mas é a vida… continuo igual ao “antes” kkkk

    Eu tenho ouvido falar de novos tratamentos de olheira em clínicas de laser por aí, mas ninguém sabe ainda o efeito a longo prazo. Por isso, destes eu nem vou atrás. Saúde ainda fala mais alto, claro.

    Beijos da agora eterna blogueira olheiruda oficial de vocês!

    16
    agosto
    2014

    Como se convencer a usar protetor solar todos os dias?

    Postado por Ana em Pele, Saúde

    Quem não se convenceu com aquele vídeo famoso há mais de uma década, destruído consagrado na voz de Pedro Bial, tenho certeza que vai pelo menos se assustar com este:

    O objetivo do post é ajudar quem não tem este hábito a criá-lo o quanto antes.

    Dicas práticas

    1) Experimente várias marcas (de preferência que seu dermato sugeriu) até chegar ao protetor que mais funciona para a sua pele. Comprar um protetor que a deixa oleosa ou que atrapalha a maquiagem pode ser um grande desestímulo! Lembre-se: FPS a partir de 30!
    2) Se proponha a usar o protetor todo santo dia por três meses. É este o tempo que você vai precisar para criar um novo hábito. Depois disso você não vai querer sair sem. Isso vale mesmo se for ficar em casa, pois as lâmpadas de casa e até mesmo o computador podem ter efeito nocivo para a pele.
    3) Ao receber um raio de sol no rosto sem proteção, pense no vídeo acima e nas consequências de não usar o protetor!
    4) Faça um tratamento contra as manchas no dermatologista, que você vai dar muito mais valor a sua pele e não vai querer que o esforço $$ seja em vão.
    5) Trace um objetivo que esteja próximo a você, exemplo: não quero ficar com manchas.
    6) Se tiver filhos, faça com que eles criem este hábito o quanto antes. Mas não se esqueça: se você não der o exemplo nem adianta esperar isso das crianças.
    7) O ideal é reaplicar na hora do almoço, mas se isso for muito difícil, deixe para criar este hábito depois. Uma sugestão (mas não é a mesma coisa) é retorcar a maquiagem no almoço com uma base-pó com FPS!

    portogalinhas

    A minha história com o protetor solar

    Eu não tive exemplo de usar protetor solar em casa, aliás acho que nos anos 80/90 não havia tanta consciência dos danos do sol como hoje! Por isso, o estrago na minha pele só não foi maior porque não moro em cidade praiana, senão teriam sido anos e mais anos tomando banho de sol direto sem proteção. Eu ia fazer limpeza de pele vez ou nunca e a esteticista sempre me recomendava um filtro solar, mas eu não conseguia introjetar aquilo e usava por no máximo uma semana. Eu lembro direitinho de quando consegui estabelecer rotina e foi apenas em março de 2007. Não houve nada específico que criou essa necessidade, mas eu lembro de me esforçar para criar o hábito. E dito e feito: sair do banho sem passar protetor solar é igual entrar no carro e não colocar o cinto de segurança. O protetor que eu acho perfeito para a minha pele só achei há 3 anos, após experimentar vários (é o Minesol Actif Unify 60 da ROC), mas isso varia com cada um. A base com cor também oferece uma proteção extra (a barreira física da cor) mas nunca gostei de base junto com protetor solar, então uso os dois separadamente.

    Óculos escuros, chapéu, sombrinha

    Outra coisa que o vídeo também mostra é que usar óculos escuros (de qualidade, com proteção UV) também é super importante! Eles protegem não só a pele ao redor dos olhos, mas os próprios olhos também! Veja alguns posts do blog relacionados:

    Por que não devemos comprar óculos escuros em qualquer lugar?
    Pterígio – o que é, como evitar, como tratar
    Ana contra as olheiras

    E, se querem saber, eu acho uma tristeza chapéu ser uma coisa considerada “estranha” hoje em dia. Minha vontade era sair de chapéu todo dia, kkk! Isso pra não falar na sombrinha, né? Eu lembro que em Brasília o pessoal se protege com sombrinha de boa, mas aqui em BH a não ser que seja o sol mais forte do ano, todo mundo olha com estranheza. Aliás, bora cada um cuidar da sua vida, people? 🙂

    chapeu

    Motivos para usar o protetor solar são:

    Proteger de doenças de pele, do envelhecimento precoce e de manchas. Como tudo na vida, precisamos pensar em um objetivo próximo a nós. Você não vai convencer uma menina de 10 anos a usar protetor falando que ela vai ficar “velha rápido”, pois aquilo é tão distante! A minha motivação imediata foram as manchas – eu hiperpigmento com qualquer coisa! E, depois que fiz sessões de laser no dermatologista, ficou claro que não quero aquele esforço ($$) em vão.

    Diferenças culturais

    Eles têm o péssimo hábito na Alemanha de ignorar a proteção solar no dia-a-dia. Eles usam quando vão pra praia, e olhe lá. E se engana quem acha que lá não tem sol. No verão, por exemplo, tem muito mais que BH! E lá é o contrário, quando o sol sai, muitos acham um “desperdício de sol” você se proteger dele. E pior ainda: no inverno é super, super comum mesmo, que eles procurem aquelas câmaras de bronzeamento artificial (com UV!!!). Eles têm, com certeza, muito a aprender comigo, hehe!

    peburn

    Beijos!

    14
    maio
    2014

    Meus cuidados com a pele à noite (v.3.0)

    Postado por Ana em Pele

    Desde 2011 que não dava um update nos meus cuidados noturnos com a pele, né? Algumas coisas mudaram, outras não:

    Uma coisa interessante é que não tenho tido muitos problemas (cravinhos, acne) com a pele, e olha que nem estou usando ACO mais. Coincidência ou não, minha pele melhorou MUITO depois daquele tratamento que relatei aqui.

    Demaquilar

    demaq

    Começo retirando a maquiagem do rosto com Bioderma. Como uso só o Cat Eyes no dia-a-dia, retiro a máscara com água morna e completo a higiene da região dos olhos com Blephagel (aqui não é caro, iurru). Um detalhe é que até tenho lencinhos da Bioderma, mas estes só uso pra quebrar galho em viagem mesmo. Os acho bem ardidos e bem piores para remover make do que o irmão líquido. Já falei por aqui algumas vezes, apesar de ter detestado o Bioderma no início, acabei gostando dele (do rosa, o azul não gosto) porque eu sou altamente dependente de produtos pro rosto sem cheiro, daí fui insistindo e aprendi a ver seu valor. Para máscara à prova d’água ele não é bom (só os oleosos são), mas como uso à prova d’água no máximo 1x por semana, não chega a ser um problema. O lugar mais barato que já encontrei o Bioderma foi na famosa mini-muvuquenta City Pharma em Paris, onde 2x 500 mL custam 15 euros. Ele não é fácil de achar no Brasil, só na internet mesmo. Maaas só para lembrar, apesar de eu não ter experimentado ainda, várias outras marcas têm sua versão de água micelar, que imagino, sejam mais ou menos a mesma coisa.

    Limpar

    limpar2

    Acabei não trazendo meu sabonete vitalício da Clinique – então à noite estou usando o Gel de Limpeza refrescante da Nivea, que tem me servido muito bem. Umas duas vezes por semana, limpo usando o Clarisonic. No resto, vai com as mãos mesmo. A água, sempre a mais fria que eu aguento – é incrível como água quente destrói meu rosto, ressecando e por outro lado piorando a oleosidade

    Cuidar/Hidratar

    cuidar

    Depois de estar com a pele limpinha, aplico o Serum – ainda tenho o Absolut Night Repair da Estée Lauder. Deixo agir enquanto vou fazer alguma coisa, sei lá, escovar os dentes. Quando ele acabar vou comprar um mais barato (acho que o da L’oréal).

    Depois vai meu gelzinho da Clinique de sempre no rosto e o All about eyes rich na região dos olhos.

    Bom, acho que a rotina até ficou mais simples, né? Bom que eu invisto mais tempo para passar o fio dental. haha Estou no momento sem nenhum tônico – é algo que não acho que faz diferença, mas acho gostoso de usar quando tem.

    Beijos!

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Página 2 de 812345678