12
junho
2010

Permanente de cílios, ou: a coisa mais tosca que já fiz

Postado por Ana em Crônicas cosméticas, Olhos, Saúde

Há cerca de 4 anos, quando eu não conhecia o maravilhoso mundo de curvex e rímel bom, encontrava-me plenamente insatisfeita com meus cílios longos pero retos. Até que li sobre a tal permanente de cílios; achei interessante e, mesmo sob apelos no melhor estilo DON’T DO IT! de um querido oftalmologista, resolvi experimentar.

O procedimento: você fica 2 horas de olho fechado, sem qualquer possibilidade de abrir. São colocados uns rolinhos de cílios, depois são aplicados vários produtos que dizem ser próprios para a área (mas que ardem horrores!!!!). O salão até que era ok, a atendente muito querida. Custou 70 reais na época.


Resultado:
. Cílios ficaram sim curvados no final, e isso durou mais ou menos 1 mês. O assustador é que, durante um procedimento desses, não dá pra controlar muito a curvatura que seus cílios terão. Em um dos meus cílios apareceu uma “barriguinha”, que estava dando uma sensação horrível cada vez que eu piscava. Foi aí que entrei em pânico: se estiver encostando na córnea, vou ficar 1 mês assim? Já pensou? Por um milagre, não estava, e sobrevivi bem à loucura.

Conclusão: permanente de cílios vale a pena se, e somente se:

  • Você não souber mais o que fazer com seu tempo.
  • Você não souber mais o que fazer com seu dinheiro.
  • Você não souber mais o que fazer com seus olhos.

    Minha dica atual é : não existem cílios (nem os meus) que não sejam “curváveis” com um bom rímel e curvex ! E a gente pode até fazer umas loucuras em unha, cabelo, mas com olhos não dá para brincar.

    E você? Já fez algo maluco em prol da beleza?

    UPDATE após vários anos:
    Quando eu fiz o post, o fiz como mera consumidora. Agora, três anos após e oftalmologista, eu falo como alguém que preza pela saúde dos olhos – sugiro que não façam esse procedimento, vocês poderão inclusive se arrepender não só a curto prazo como em um futuro distante. Agora, como eu gosto de frizar: não sou mãe nem babá de vocês, então façam como bem entender, claro.

  • 21
    dezembro
    2009

    Colírio para clarear o branco do olho – pode?

    Postado por Ana em Maquiagem, Olhos

    Não me levem a mal, eu super apóio alguns sacrifícios em prol da beleza. Só que tem alguns hábitos que a gente tem que pesar os riscos, quanto mais por um efeito dispensável. Muita gente faz uso de colírios para deixar os olhos branquinhos. Além disso dá uma dilatada na pupila, dando aquele efeito bella donna bem apreciado e conhecido já há alguns séculos. Muitos maquiadores pingam na cliente sem nem falar e nem perguntar nada – mas gente, é um medicamento.

    Os mais usados têm como compostos a Nafazolina (ex: Claroft) e Fenilefrina que são alfa-adrenérgicos, ou seja, têm no corpo efeito semelhante à adrenalina (fight or flight, quem se lembra?). Assim sendo, mesmo sendo o uso tópico (no olho), o corpo absorve a substância e pode sofrer as consequências, como aumento da pressão arterial.

    Possíveis efeitos oculares são: um “rebote” (o olho ficar mais vermelho ainda), além de mascarar condições mais sérias que necessitariam de tratamento. Mas o mais sério de todos é a possibilidade desse colírio causar um episódio de glaucoma agudo (aumento súbito e expressivo da pressão dentro do olho) em pessoas predispostas. Tá, tá bom, é raro, mas pode acontecer e é grave.

    Durante um episódio de glaucoma agudo, o olho fica vermelho, começa a doer loucamente, e sua acuidade visual vai diminuindo, diminuindo. Tem que correr pro hospital de olhos ! Por isso, será que vale arriscar? Na dúvida, não deixe sua maquiadora pingá-lo em você, e explique o porquê.

    PS: se você quer fazer uso dos mesmos, lembre-se: só bem de vez em quando, e após ter sido avaliada por um oftalmologista.

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Página 7 de 71234567