02
fevereiro
2013

Diário de uma cafeinólatra (parte 4)

Postado por Ana em Coisas da Ana, Crônicas cosméticas, Saúde

Diminuir o consumo de cafeína foi uma resolução para 2012, mas agora em 2013 que surgiu uma luz no fim do túnel! Assim, café mesmo eu já estava bebendo muito pouco, por um motivo bobo: eu só gosto do café que meu pai faz (kkk) então eu só beberico de vez em quando antes de ir trabalhar, o que não dá nem meia xícara por dia e olhe lá. Meu grande desafio mesmo era a tal Coca Zero! Cerca de uma década completamente viciada nesse trem, não conseguia ficar nem 2 dias sem, mesmo me esforçando muito! Como disse nos outros posts, era uma dependência psicológica mesmo, já que viajo e fico tranquila sem. O problema era aqui em casa! Bebia umas 4 latinhas por dia, todo dia, principalmente quando estava maneirando na alimentação (“já que é zero…“).

muuuuuito tempo já sabia que a Coca Zero, apesar de não ter caloria, é uma bebida extremamente vazia e não saudável. Ela tem alguns elementos suspeitos de ser cancerígenos (nos EUA foram obrigados a mudar a fórmula, aqui não). E, o que mais me preocupa é o ácido fosfórico, que basicamente faz com que o corpo perca muito cálcio. Sendo assim, ela é um veneno para dentes e ossos. O que é OK se você toma de vez em quando, mas do jeito que eu consumia era um perigo! A questão é que, por mais que eu soubesse, não introjetava essa sensação de “estou com um hábito ruim”. Até Dezembro. Eu não sei o que houve em dezembro, mas peguei asco de Coca Cola. Comecei a realmente sentir que cada latinha estava envenenando meu corpo. Difícil explicar o que aconteceu! Mas com a ajuda do meu pai, nunca mais colocamos Coca-Cola aqui em casa, e já estou há quase 2 meses sem beber. E sem nem sentir falta…! Espero que o efeito não tenha sido tão terrível pra mim e que meu corpo “esqueça logo” essa fase negra. :laugh:

Eu gosto muito de ler sobre Life Hack e, no que diz respeito aos hábitos, há várias correntes. Alguns acham que você só adquire (ou perde) um hábito após um mês, outros defendem a hipótese dos três meses. Pra mim, acho que três meses é o período mais adequado. É quando devemos manter a vigilância alta pra não voltar à estaca zero. Isso vale pra dieta, academia, estudos, cigarro… Por isso ainda estou muito atenta, apesar de confiante que consegui meu objetivo!! Confirmo para vocês em alguns meses.

Talvez no futuro eu me permita uma Coca Zero social, mas agora não! 🙂

[parte 1] [parte 2] [parte 3]

Beijos

09
novembro
2012

Combinações “proibidas”

Postado por Ana em Crônicas cosméticas, Moda

Sou daquela época em que, nas festas de 15 anos, todas as meninas usavam longo (100%). E eu, que aos 15 parecia ter 11, sempre ouvia: “você não pode usar longo, porque é baixinha“. “Você não pode usar isso, usar aquilo, vai ficar esquisita“. Resultado: eu ficava repetindo “essas verdades” a mim mesma como uma maritaca. E um dia fui à festa de uma amiga de saia curta (eu era a única) e me perguntaram se eu era a “irmãzinha” da aniversariante. :laugh: Por essas e outras eu odeio as “proibições da moda”, as que vem de outros. Acho que a gente já vai criando as próprias “proibições” com base no bom senso e no que não gosta, né? Fora que, mesmo se eu quiser ficar ridícula, o problema é meu, non? E se a Kim quiser ficar com o maior popô do universo, mesmo que nós não achemos elegante, se é como ela gosta, o corpo é dela, né.. 🙂

O tipo de look que eu mais detesto em mim é o combo jeans + tênis. Parece que fica faltando metade da minha tíbia, fico mega achatada. Engraçado que com sapatilha não me dá essa sensação, é mais com tênis mesmo. A última vez que usei isso foi em Londres, com uns tênis brilhantes que comprei na H&M. Fiquei me sentindo tão feia o dia todo que até interferiu na minha postura, impressionante (fiquei cabisbaixa o tempo todo kkk). Fora que no mesmo dia um segurança de um lugar não acreditou que eu tinha mais de 16 (!!!!) anos, e eu atribuí isso à minha roupa. A foto abaixo foi espontânea, eu fiquei com essa cara feia e bico durante meia hora por causa desse fato, com meu namorado tentando me consolar. :laugh:

Foi nesse dia que percebi que, para mim, esse tipo de roupa não dá mesmo certo. Agora ninguém tira isso da minha cabeça mais e eu nunca mais uso jeans + tênis. Simplesmente porque EU não me sinto bem assim, e se tem alguma coisa que importa nesse nonsense todo de moda é se sentir bem com o que se veste.

E vocês, têm algumas peças, combinações ou tipo de roupas que vocês auto-vetaram? Abram seu coração pra tia Ana!!! 😀

Beijos!

10
outubro
2012

Ana contra as olheiras

Postado por Ana em Crônicas cosméticas, Dicas

Olheira é uma praga sem solução e que tende a piorar com a idade. Ela possui tanto o componente vascular (ex: inchaço, vasinhos) quanto o excesso de pigmento no local. Este último é meu maior problema! Como sou uma máquina produtora de melanina, :laugh: a situação estava saindo do controle. Entupir de corretivo fica muito feio, depositando nas ruguinhas, então já estava me descabelando aqui. kkkk

No início do ano observei que eu não estava passando protetor solar nas olheiras – absurdo, né? Como eu aplicava de olhos abertos, pulava instintivamente justamente a região abaixo deles, que por acaso é a mais louca por pigmentar-se. Raiozinho de sol? Loucura total no setor dos melanócitos…

Corrigi isso e passei a me atentar ao fato – agora só aplico de olhos fechados e me certifico que cada pedacinho esteja protegido.

Mas o que está mudando minha vida mesmo (OH!) é um hábito que adotei há um mês – óculos escuros!!! Essa que vos escreve anda, entre idas e voltas, uma hora todos os dias. E debaixo do sol! Eu reparo que o pessoal aqui gosta muito de óculos escuros pra churrasco e tals, mas deixa pra lá no dia-a-dia. E eu me incluía nesse grupo.

Amigas olheirudas, anotem essa dica óbvia: colocou o carão pra fora de casa = óculos escuros. Só protetor solar não faz milagre! Você evita rugas (tanto ação direta do sol como por franzir a testa), lesões cancerígenas nos olhos, pterígios e deixa a olheira sob controle! Pras mais animadas: chapéu + sombrinha, mas aí eu já não animo não! hehe

Claro que ainda tenho muita olheira, mas ela está ficando sob controle novamente, yay!

Pro componente de inchaço (que em mim é o de menos) é aquilo: dormir bem, se hidratar, usar creminhos nas áreas dos olhos (eu uso o all about eyes à noite – postei aqui)

P.s: já fiz luz intensa pulsada nas olheiras e não funcionou. E ainda ficou uma linha clara esquisitíssima até normalizar de novo. Cura pra olheira, infelizmente, não tem. É um grande desafio pra todos os dermatologistas. 🙁

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 8 de 1945678910111213