25
abril
2014

Meu robô aspirador

Postado por Ana em Ana de Casa

A primeira vez que vi um robô aspirador foi em um episódio de Gilmore Girls, me lembro bem. Mas a necessidade de ter um eu notei há alguns anos vendo a quantidade de poeira que a casinha alemã junta. É uma coisa incrível, do tipo o celular dorme carregando e acorda cheio de poeira. Ainda não sei o motivo, pois moro em uma das cidades mais ecologicamente corretas do mundo, e isso acontece inclusive no inverno, quando as janelas ficam todas fechadas. Desconfio que seja culpa do bonde, que passa a uns 80 metros daqui. E isso se complica mais se tratando de um país em que é muito difícil $$$$ ter faxineira todo dia. Resumindo: não aguentávamos mais ficar carregando aspirador acima e abaixo (não é grande aqui, mas são dois andares). Já estava desejando muito este robô. Existem várias versões genéricas, de marcas diferentes, mas o “robô aspirador pioneiro” é o iRoomba.

robo1

O problema é o preço. São várias versões, tem as mais simples e as mais rebuscadas. Mas vendo as reviews, só valeria a pena mesmo investir em um modelo mais inteligente – o meu é o 780 – , o que significa de 500 euros pra cima. Ouch!! Eu pessoalmente não arriscaria pagar metade do preço (ainda caro) em outra marca e correr o risco de não usar. E, em se tratando de iRoomba, o céu é o limite, tem alguns que cuidam até de superfícies molhadas, mas né $$$$$$…

robo2

Fiz um mini-video para mostrar pra vocês como funciona:

Já que era algo que queríamos muito, colocamos “como quem não quer nada” na lista de casamento. E não é que umas amigas se juntaram e me deram esse presentão? Gente, é qualidade de vida que vem na caixa. Ele é realmente muito inteligente, foi desenvolvido pelo pessoal da NASA: não cai da escada, por exemplo. Da primeira vez ficamos a postos de salva-vidas, mas ele realmente vai até a beiradinha e não cai de jeito nenhum. Tem sensores que fazem com que ele “escaneie” o cômodo e passe em todos os lugares várias vezes, então fica tudo limpinho. Claro que faz algum barulho, afinal, é aspirador, mas é mais silencioso do que um aspirador normal. É emborrachado e não agride os móveis, pois diminui a velocidade ao ver que tem um obstáculo. Dá para programar as limpezas, tem controle remoto caso queira guiá-lo. Amo que ele entra debaixo e cama, cômodas, etc! E a sujeirinha que ele não alcança nos cantos eu acabo tirando com um daqueles aspiradores de mão. E … quando ele termina de limpar, toca uma musiquinha e volta sozinho para a “casinha” dele, ou seja, a base onde ele carrega a bateria. Como nada é perfeito, ele cai em algumas armadilhas, mas todas bem previsíveis: cadarço de sapato, tomadas de aparelho doméstico e… Havaianas! kkk Então é importante que o primeiro uso seja meio observado para você já conhecer os pontos fracos do robô e depois é só tirá-los do caminho antes de começar a limpeza. Resumindo a história: o robô se tornou quase um filho para nós!! hahaha

O amor é tão grande que de vez em quando a gente fica parado olhando ele trabalhar, com o maior orgulho. 🙂 Como diz o slogan da marca: Let the robots do the work!

Bom, fica a dica para quem está em uma situação parecida com a minha.

Beijos!

14
abril
2014

Aprendiz de costureira

Postado por Ana em Ana de Casa

Tenho 15 dias “à toa” e estou aproveitando para fazer várias coisas: arrumar a casa, cozinhar, passear (primavera tá linda), estudar muito alemão, decorar protocolos do hospital, correr, estudar legislação de trânsito daqui (SNIF!) e… aprender a costurar!!! hahaha Pensa numa pessoa que não sabe pregar um botão! Soy yo! E morro de vergonha disso – minhas calças furam e não sei como fechar. Agora que estou em um lugar onde serviços humanos custam uma fortuna, vi a oportunidade perfeita. Coloquei essa máquina na minha lista de casamento porque achei FOFA, mas nunca imaginei que alguém fosse dar. Pois bem, alguém deu, e daí veio minha idéia.

maquina2

Estou começando pelo manual da própria, vídeos no YouTube, sites e esse livro fofo que minha sogra me “emprestou” (ela mal sabe que não vou devolver HAHA).

livro

Se nada disso funcionar, acho que vou procurar um curso básico por aqui. Mas vou tentar sozinha primeiro, até para não passar vergonha em um eventual curso – será que consigo?

maquina3

Bom, por enquanto ela “dorme” na estante junto com meus livros. Se eu dominar a arte algum dia, até compro daquelas mesas fofas de máquina de costura (#pensandolonge).

maquina

Já que estamos dentro da categoria “coisinhas de casa“, esta semana descobri uma coisa que talvez já seja óbvia para vocês – não dá para ter margaridas dentro de casa. Fui à feira de flores escolher um vasinho para a mesa de centro e amei as margaridas. Dei uma cheirada porque me lembrava vagamente do rumor a respeito do cheiro, mas lá ao ar livre não percebi qualquer cheiro ruim. Mas bastaram vinte minutinhos dentro de casa – puáaa! Que fedorzinho! Foram promovidas à varanda!! hehe

margaridas

Torçam por mim, a mais nova dona-de-casa do pedaço!

Beijos!

14
novembro
2013

Em busca de um armário organizado

Postado por Ana em Ana de Casa

Quando eu finalmente disponho de um armário com espaço de sobra, prateleiras para sapatos lado-a-lado igual it blogger, gavetas até sobrando … resolvo me casar e volto à estaca zero! hahaha… Mas sério, agora novamente vou ter que dividir um quarto com outro ser humano, normal né! Estamos fazendo o melhor que podemos para otimizar o espaço, compramos o maior conjunto de armários que o quarto permite, móveis e prateleiras mil … mas ainda acho que não vai ser o suficiente. Tinha tempos que namorava uma loja online cheia de “coisa de organização”, a Loja Oz. Resolvi comprar algumas coisinhas lá (pra levar na mala) e vou falar o que achei.

Cabide de veludo

cabideveludo1

cabideveludo2

Isso eu queria há tempos, acho que a única coisa que me irrita mais do que uma roupa récem-“encabidada” escorregando e caindo do cabide é computador lento. Testei aqui, são muito bonitos e as roupas não escorregam, yey!! Pena que por ser de veludo claro acho que vai sujar rápido, mas paciêcia. Estou levando 20 e, se der certo mesmo, da próxima vez levo mais um monte.

Saco para roupas “a vácuo”

vacuo1

vacuo2

Aqui no Brasil acho que isso só faz sentido para edredons extra, casacos de viagens e tal. Mas lá na Zoropa vai ser muito útil. Até porque tem uma parte grande do armário que eu não alcanço, então dá meio pra fazer um rodízio verão-inverno. Comprei 2 sacos grandes nos quais você coloca as roupas e sela com o vácuo de um aspirador em pó. Diz que o volume diminui muito … e talvez me proteja do excesso de poeiraaaatchimmm. Achei o plástico mais simples do que pensava, não sei se é muito durável. Não testei ainda, mas quando o fizer posto aqui, ok?

Separador de calcinha e sutiã

calcinha

Eu detesto quando as calcinhas ficam todas emboladas! E eu não sou perfeita o suficiente para passar calcinhas e empilhá-las com capricho hahaha Então é algo que eu precisava mesmo. Pena que me enganei pela foto que eles mostram no site. O material é muito simples e mole, parece que não vai sustentar em pé. E como o espaço pra cada calcinha é muito grande, não firma e ocupa bastante espaço. Não gostei… mas vou levar até eu achar algo melhor. Já o de sutiã, não vou nem levar, que decepção. Além de feio e vagabundo, um desses ocupa uma gaveta inteira quando você coloca os sutiãs. E eu não posso me dar o luxo de gastar mais espaço, queria justamente o contrário.

sutia

Dobrador de roupas “do Sheldon”

dobrador

Como eu não tenho muitas camisas, comprei isso pro meu pai, que tinha super curiosidade. Achei que era de plástico duro, mas é tipo um papelão plastificado. Cumpre a função, mas pensa numa coisa que não vale a moeda, o preço de custo disso deve ser uma dilma.

Saquinhos para lavar roupas delicadas

sacoroupa

Esse não é organização, mas entra no pacote “coisas de casa”, hehe.. Já se foi a época em que eu tinha paciência de lavar minhas blusinhas delicadas no tanque, deixar de molho no Ola, etc. Até quando tinha lavadeira eu mesma lavava porque ficava triste de estragarem minhas roupas. Depois que descobri esses saquinhos desencanei. Comprei os da Oz para experimentar e eles são bons, mas também não tem muito segredo. Você coloca suas roupas delicadas (ex: com bordados, apliques, etc) e taca na máquina. Comprei o tamanho M, que é bom pra blusas mesmo. Aliás, na minha casa nova nem tanque eu tenho, só máquina mesmo. A não ser que eu lave roupa na banheira, lavar à mão não será opção mais… kkkk

Bom, em relação a essas compras, a impressão que tenho é que na próxima ida à Ikea vou achar essas coisas muito mais baratas e de qualidade melhor e vou querer me matar igual ao Didi Mocó. Mas vou continuar atrás de coisas pra otimizar o espaço, inclusive estou aceitando dicas, ok?? Eu sou muito bagunceira, mas detesto bagunça, imaginem o ciclo vicioso.

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 9 de 14567891011121314