14
dezembro
2015

Florentines de amêndoas com laranja, meus biscoitos de natal “da vez”

Postado por Ana em Ana de Casa

Eu sempre amei tradições natalinas! Claro que quando a gente é criança acaba dependendo das tradições da família – tivemos lá nossas montagens de árvore de natal, algumas botinhas e guirlandas aqui e ali, mas nada extremo! Quando me mudei pra Alemanha me deparei com um MUNDO de novas tradições de Natal. Já falei que acho que essas coisas todas têm a função de distrai-los do frio e da escuridão, afinal, as três semanas que antecedem o Natal são as mais escuras do ano! Mas que distração boa, viu?!

florentines5

Como o tempo voa e essa época mal começa e já acaba, prometi pra mim mesma que quero aproveitá-la ao máximo ano após ano. Comecei minha modesta coleção de ornamentos há uns 3 anos, o que mal dá pra encher minha mini-árvore de plástico. Fico só imaginando minha árvore daqui a uns 10 anos! :)) Uma dessas tradições é fazer biscoitinhos de Natal, ou Plätzchen. Há tantas opções de receitas que a gente fica perdida. Pelo menos é facílimo encontrar tudo o que se precisa no supermercado. Eu tinha decidido que ia fazer uma receita ótima para enviar para a família (daqui da Alemanha). Todo ano minha sogra manda uma lata cheia de biscoitos e quero fazer algo assim, começar a nossa tradição também. Cheguei a fazer alguns para consumo próprio, mas mais simples como Vanillegipferl. Comprei revistas e folheei livros até me decidir por uma pra presentear: Florentines de amêndoas com laranja, que encontrei numa revista daqui chamada Laviva!

Eu nunca tinha feito florentines, portanto tive que ver alguns filmes no Youtube também. Fiz há uns dias para testar, mas acabaram ficando grosseiros – tinha feito em formas de muffin e depois encontrei formas de Florentines. Sinceramente, não é necessário ter formas de florentines, desde que se faça bem fininho. Na segunda tentativa fiz a receita vezes quatro, o que me deixou até às 01:30 da manhã os assando. Como só tinha 24 forminhas, tinha que esperar esfriar para desenformar e só então assar a próxima formada. Mas a receita em si é facílima e fui aprimorando fornada após fornada.

florentines1
biscoit Se tiver uma superfície com textura (“Prägematte”) para deixar em contato com o chocolate, fica mais bonito que o meu!

florentines2

Receita
Já peço desculpas de antemão, acho que essa receita é bem difícil de reproduzir no Brasil por causa dos ingredientes, principalmente o Schlagsahne que é um tipo de creme de leite fresco, mas diferente do nosso. O que vocês virem/souberem como substituir, por favor contribuam nos comentários!

florentines6

Ingredientes pra uma receita (uns 20 biscoitos)

– 25g de manteiga
– 75g de açúcar
– 10g de Maizena (Maisstärke)
– 65g de Schlagsahne (parece creme de leite fresco)
– 25 g de laranja caramelizada picadinha (Orangeat)
– 50g de amêndoas em lascas (Mandelblättchen)
– 50g de avelã picadinho (gehackte Haselnusskerne)
– 20g de pistache picadinho (gehackte Pistazienkerne)
– 150g de chocolate amargo pra derreter

florentine6

Derreta a manteiga (fiz no fogo baixo), depois acrescente o açúcar, maizena e o creme. Mexa até ferver e conte 5 minutos. Adicione as lascas de amêndoa, o pistache, a laranja caramelizada e o avelã. Não precisa esquentar mais. Coloque uma colherzinha de chá da mistura no centro de cada forminha. Não precisa espatular porque derrete e nivela. No forno pré-aquecido a 180 graus (no ar quente giratório, aqui Umluft) deixe cerca de 10 minutos. Tire do forno e deixe esfriar e só depois desenforme. Derreta o chocolate amargo em banho maria, depois é só aplicar na parte lisa. Dizem pra mergulhar no chocolate, mas eu acho mais fácil passar com uma colher mesmo. Deixe o chocolate secar e está pronto. Armazenar em uma lata com tampa! 🙂

Beijos!

15
novembro
2015

Cuidando da casa na Alemanha

Postado por Ana em Alemanha, Ana de Casa

Estava reparando esses dias que já criei meus “hábitos” de limpeza por aqui também. A maioria dos produtos eu conheci antes mesmo de mudar – e, apesar de experimentar coisas novas vez ou outra, muita coisa eu repito mesmo, porque sou uma criatura de hábitos. 🙂 Esse post ficou BEM detalhado (apesar que já notei que esqueci várias coisas também) – pode dar dicas para quem acabou de mudar para cá e está perdida!

Minha rotina de limpeza

Nós não temos diarista ainda, apesar de ser um plano para o ano que vem. Mas mesmo assim, não teria como escapar de uma tarefa ou outra por aqui, até porque só teríamos alguém para rotina pesada uma vez por semana. A rotina de limpeza aqui em casa é muito variável. Assim que me mudei pra cá, encarnei o modo “dona de casa” e seguia o cronograma da Fly Lady e tentava deixar tudo sempre impecável. E, para falar a verdade, eu não conseguia nem quando não estava trabalhando e sofria um bocado por isso. Casa é a coisa mais bagunçável do mundo, o serviço doméstico nunca acaba. Eu admiro muito quem trabalha com isso, mas eu sinceramente não conseguiria, acho muito frustrante trabalhar, trabalhar e ter a sensação de que não tem um fim! O primeiro passo foi realmente desapegar e aceitar que não tem como ter uma casinha impecável aos moldes da sociedade brasileira o tempo todo. Impossível. Da época da Fly Lady a única mania que mantenho é dormir com a pia limpa. E limpeza mais pesada e caprichada só fazemos uma vez por semana. Eu começo na sexta à tarde, que tenho livre, e terminamos geralmente sábado de manhã.

Pia e cozinha

limpezapiafinal

limpezapia2final

Temos máquina de lavar louça, mas a pia em si é algo que sempre suja, né? Na correria da manhã, gosto de tomar meu café da manhã em um ambiente limpo, muito ruim encontrar a cozinha imunda. Então isso é realmente algo que sempre faço, por questão de neurose pessoal. Antes de ir pra cama aplico o Mr. Muscle e esfrego com uma escovinha. Finalizo com água fervendo. Para a bancada uso esse spray e esfrego com uma escovinha e seco com papel toalha. Isso não dura nem 5 minutos, então é de boa fazer à noite. Não tenho lixeirinha nem paninho de pia, tenho muita gastura! Além disso, troco a buxa da pia todo domingo. Já o pano de prato, depende. Se fico a semana toda sem cozinhar, troco uma vez por semana, mas às vezes cozinho uma coisa e faço tanta bagunça que uso 2 de uma vez só!

Aspirar

limpezaaspiradoresfinal

robo2

Durante a semana a casa suja muito pouco porque ficamos o dia quase todo fora e não cozinhamos em casa em dia útil (no máximo esquento algo). De qualquer forma, o nosso robô é programado para funcionar de manhã, quando já saímos de casa. Daí quando a gente chega pelo menos a sala de TV, de jantar e cozinha já estão aspiradas, porque são integradas. Durante a semana, só aspiramos banheiros, escritório e quarto se notamos que há sujeira no chão. No final de semana, geralmente sábado de manhã, é que damos uma aspirada daquelas (com aspirador normal mesmo). Para deixar o ar do aspirador perfumado (kkkk) uso esses tabletes com cheirinho. É meio frescura, mas quem aspira sabe o que estou falando!! Tenho um mini aspirador também para criado-mudo, penteadeira, escritório …

Banheiros

limpezabanheirotimefinal

O nosso banheiro de visitas praticamente não é usado, então fica sempre limpo a não ser quando junta pó. Por isso, só o “limpamos” de 2 em 2 semanas, mais pra renovar o cheiro de limpo mesmo. Já o banheiro maior fazemos uma limpeza power no final de semana. Eu sinceramente detesto limpar banheiro, quanto mais com banheira. Então isso é algo que divido com o digníssimo neuroticamente. Cada hora um limpa. O fato de terem os pisos brancos só tornam mais pesada a sina! Qualquer sujeirinha aparece… Não custa lembrar que não há ralo de banheiro na Europa, o que não chega a ser um problema, nada que um esfregão de pano úmido não resolva. Mas, pra ser sincera, o que eu queria mesmo era contrabandear uma piaçava das boas, daquelas que esfrega o chão CRÁAA CRÁAA…. Os tapetes felpudos do banheiro troco uma vez por semana, porque são brancos e ninguém merece sair limpo do banho e pisar em tapete sujo. Uso esse envelope com pó de limpar cortinas. 😛 Na época comprei na DM por engano, mas deu super certo e ficam branquinhos. Lavo a 90 graus!

limpezatoalhinha

Essas toalhinhas multiusos não faltam por aqui. É usar e jogar fora. Sem chance ficar lavando pano sujo/usado.

A lixeirinha do banheiro eu troco uma vez por semana. Não custa lembrar que por aqui não se joga papel higiênico usado em lixeira. Aqui a privada engole tudo e não entope de jeito nenhum, por isso dá pra trocar tranquilamente uma vez por semana. No caso, a minha é praticamente só com discos de algodão e cotonetes com resto de maquiagem hahaha. Para lavar pia e superfícies genéricas do banheiro uso o Meister Proper. Aplico e logo passo um pano úmido! Deixa um cheirinho tão bom … Pra limpar a banheira uso um desses amarelinhos com propriedades abrasivas. Aplico com um escovão. Já para o boxe eu uso o Frosch Citrus e limpa vidros. Podem notar que quase todo produto aqui tem propriedade anti-calcário, porque a água daqui é dura e mancha tudo. Para limpar a privada em si uso o “ganso” do Frosch por dentro e no assento o Meister Proper mesmo.

Limpa-vidros (espelhos, geralmente) gosto desse aqui:

limpezavidro

Ralos & Água sanitária

limpezafornoaguasanit
Eu cheguei do Brasil meio com mania de água sanitária, porque é algo bem usado por lá. E logo achei a daqui, se chama Danklorix. No início eu lavava a banheira e os rejuntes do azulejo com água sanitária, mas depois percebi que não é necessário. Existem produtos mais seguros que cumprem bem essa função, e água sanitária é meio que um negócio destruidor. Se espirra na sua roupa já era. Se espirra nos seus olhos já era também. Tenho usado cada vez menos. Preparei uma solução com água sanitária diluída para aplicar em alguns ralos, tipo da banheira. No verão, uso uma vez por semana, mas depois que esfria e os insetos somem eu meio que esqueço. Lembro que tinha uma época que minha casa foi invadida por mosquinhas de fruta e esse hábito resolveu o problema. Além disso, se alguma coisa “ameaça” entupir, uso um desentupidor em pó qualquer, mas o que eu tinha acabou e não lembro o nome. Só colocar uma tampinha dele no ralo, depois um copo de água e deixar agir meia hora. Cuidado com os olhos!

Por algum motivo coloquei a foto do limpa-fornos que uso junto. Esse é ótimo, sem que aplicar e deixar agir meia-hora, depois sai tuuuudo!

Superfícies em geral

limpezasuperficiefinal

Eu sou absolutamente viciada nesse paninhos úmidos. Compro esses da marca Ja! (tem no Rewe) e uso pra mil coisas: limpar meu móvel do escritório, penteadeira, mesa da sala, jogos americanos, mesinha de centro, de telefone, estantes. É muito prático!

Roupa de cama

limpezacheirinho

Roupa de cama aqui é um pouco diferente. Não se usa lençol. Tem o lençol de cobrir a cama e já vai direto pro cobertor. Só que o cobertor é tipo um recheio em que você coloca uma capa. Daí você só lava essa capa. Essas, troco de duas em duas semanas e quando estou com preguiça de três em três. Afinal, tenho que tirar a capa, lavar, recolher, pendurar, recolher de novo, passar e guardar. Nesse tempo dá para eu fazer um milhão de outras coisas mais legais. 🙂 Ninguém tem sarna por isso … pra maioria dos alemães, trocar roupa de cama uma vez por semana é coisa de hotel. Eles chegam a achar bizarro fazer isso em casa. E realmente, não é algo que condiz com a realidade aqui de pessoas que trabalham e não têm diarista. Eu, pelo menos não consigo. Para renovar o cheirinho da roupa de cama borrifo esse produtinho.

Passar pano

limpezafroschetalfinal

Passo só 1x por semana mesmo. Geralmente diluo esse limpador neutro do “Frosch” na água morna e passo. Tenho também uns panos umedecidos já prontos pra quando dá preguiça.

Lavar roupas

limpezaroupasfinal

Em relação às roupas sujas, fazemos assim: eu tenho um balaio pra mim, o marido tem o dele e tem um pra coisas de casa (toalha, pano de prato…). São uns bem simples da Ikea, mas eles são ventilados e têm tampa, muito bons! Cada um lava a sua, mas óbvio que se vou fazer uma leva de meias, ou de roupa branca, checo se ele não tem algo assim pra lavar também e vice-versa. As coisas de casa lavo eu mesma, porque só eu que lembro! rs Eu nunca mais lavei roupa à mão, no início resisti muito e lavava roupas no balde. Mas agora, nada que modo de lavagem à mão + saquinhos protetores não resolvam. Lavo até Cashmere caro na máquina! Para roupas em geral, uso o Persil color gel . Para roupas delicadas, o rosinha da Perwoll– que para mim equivale bem ao meu amado Ola! do Brasil. No sofá temos duas mantinhas e uma manta de proteger o sofá . Isso lavo com o rosinha a cada duas semanas, porque o sofá é nosso lugar favorito da casa, he he he! Panos de prato lavo separados assim que acumulam bastantes, porque tenho muuuuitos. E, como já disse aqui uma vez, TENHO que passar depois. E, sinceramente, quando abro a gaveta de pano de prato e vejo tudo passadinho, super vale a pena! As toalhas de mão e de banho já criei o hábito de lavar domingo de manhã depois do banho. É bem automático. Lavo com o produto normal, mas em vez de amaciante coloco um pouco de vinagre barato. Em relação à pia do banheiro, privada – acabamos limpando de leve umas 2x durante a semana, quando notamos que estão ficando sujos. Ah, por aqui, sempre (ou quase sempre) que se usa a máquina de lavar, é bom colocar um tablete anti-calcário pra sua máquina não estragar no futuro.

Passar roupa

limpezaferro

Eu realmente passo pano de prato. Roupas de cama passo também, mas tem semana que estou muito cansada e acabo guardando sem passar. Desde o Brasil, procuro sempre comprar roupas de material que não amassem muito. Então eu realmente quase não passo roupa. Passo minhas calças de trabalho, às vezes meu pijamas de malha porque adoro pegar pijama passadinho. Mas roupa de dia-a-dia, são bem poucas mesmo – meus pullovers, por exemplo, não amassam. Roupas do meu marido não são passadas jaméee, porque quando ele tem alguma blusa social para lavar ele prefere levar até a lavanderia e já buscar passado. O resto ou não amassa ou ele não passa mesmo. Apesar disso, temos uma tábua ótima e um ferro também!

Lixos

limpezalixeirinha

Lixo aqui deve ser separado, então temos quatro tipos de lixo aqui em casa: um saco amarelo que é para embalagens de plástico/metal e só levo para baixo quando enche (até porque eu nunca jogo embalagem suja, sempre limpo). Outro que é orgânico e tem que levar pra baixo todo dia porque o saquinho também é biodegradável e “derrete” super rápido. Tem o de papel, que também levo embora quando enche. E o de restos, “Restmüll” que é variável. Às vezes passo dias sem usar, então depende do que tem dentro dele. Para o “restmüll” pagamos um container só nosso, mas ele só é esvaziado de 15 em 15 dias, portanto eu realmente tenho separado bem o orgânico (pro orgânico tem um container coletivo enorme que os vizinhos não usam por preguiça, só a gente usa). Assim que me mudei, preparei uma soluçãozinha de limpar lixeira que é meu xodó, a partir dessa receita aqui. Deixo ela do lado dos lixos e passo um papel toalha embebido nas lixeiras sempre que troco. Depois descobri que minha solução de lixeirinha é ótima para tirar gordura (ex: do exaustor). Derrete a gordura!

Regra do “Oh, tá sujo” e diferenças culturais

Microondas, geladeira, armários da cozinha, forno, vidraças da varanda e similares seguem a regra do “ó, tá sujo”. Se a gente vê que está sujo a gente vai lá e limpa. Willkommen in Deutschland! Já notei que para limpezas específicas meu marido é MUITO melhor que eu. Coisa de homem, focar mais tempo em uma tarefa só. Se ele limpa a banheira, as vidraças ou o fogão, de alguma forma fica muito melhor do que quando eu faço. Mas “o conjunto” da minha limpeza é melhor, sabe? haha Fora que ele tem mais treinamento na arte do que eu, quando ele era criança tinha que ajudar a limpar a casa, enquanto o máximo que eu tinha que fazer era arrumar minha cama. Eu nunca lavei meu banheiro no Brasil. Não sei como me sentir em relação a isso. É bom, mas não é… só sei que, nesse aspecto, meus filhos terão uma criação completamente diferente da minha!

E vocês, como organizam a casinha de vocês?

Beijos!

01
dezembro
2014

Fazendo biscoitos natalinos

Postado por Ana em Ana de Casa

Dezembro chegou! É super clichê falar isso, mas … como voou este ano, cacildis! Aproveitei que íamos receber muitas visitas no final de semana e fiz muitos biscoitinhos de Natal! Daí eu não ia ter que comer tudo sozinha! 🙂 E acabei gravando também um L&C Gourmet 🙂 , onde mostro uma receita base para os biscoitos. Ela pura tem um gosto de Biscoito Maria com um toque de baunilha, e eu deixei assim mesmo porque gosto de biscoitos de gosto mais neutro (menos doce) para comer com café. Ela é perfeita para misturar com confeitos, chocolate derretido, Nutella ou o que a imaginação mandar! Eu vi biscoitos de ursinho abraçando amêndoa aqui e não tirei mais da cabeça (parece que são criação japonesa).

ursinhoana1Meus ursinhos-zumbi


Só uns 3 minutinhos de vídeo ! \o/

Ingredientes:

– 500g farinha de trigo
– 1 pitada de sal
– 200 g de açúcar refinado
– 2 ovos
– 250 g de manteiga na temperatura ambiente
– 1 pacotinho (10g) de açúcar de baunilha (quem não tiver pode misturar meia colher de chá de essência de baunilha à essa quantidade de açúcar refinado. Aprendi essa dica em fóruns aqui da Alemanha, mas nunca precisei testar)
– Coisas para decorar: usei amêndoas doces, bisnaga de pasta vermelha comestível e confeitos dourados de açúcar. Além da forminha, claro!

ursinhoforminha

Modo de preparo e dicas

Misturar todos os ingredientes, exceto pela farinha, e bater com a batedeira/mixer até virar um creme. Daí ir adicionando a farinha aos poucos e bater com aquela pá em parafuso/gancho que vem com a batedeira/mixer (que é mais resistente – já quebrei um mixer fazendo biscoito, rs). Terminar apertando com as mãos até ficar uma bola firme. Se estiver grudenta é porque os ovos eram maiores ou está tempo úmido – acrescente farinha até não grudar muito na mão. Levar à geladeira em plástico filme por uma hora. Desenrolar em superfície enfarinhada (coloque farinha nas forminhas e rolo também). Divida primeiro em dois e não precisa desenrolar tudo de vez, vá por partes. Deixe a massa com cerca de 0,5cm de espessura! A forma mais fácil de formar os biscoitos é ir marcando com as forminhas lado-a-lado e no final puxe o resto, que sai como um todo. Facilita já fazer isso sobre um papel manteiga, que você leva direto à forma e não se preocupa em transferir biscoito por biscoito. Leve ao forno pré-aquecido a 170 graus por cerca de 10 minutos. O tempo é muito variável, pode ficar pronto antes e bem depois, e biscoito queima fácil – fique de olho na primeira fornada. No vídeo mostro como decorei os ursinhos. Uma idéia boa é esperar os biscoitos esfriarem e daí mergulhar as perninhas em chocolate quente derretido e levar à geladeira. Se quiser grudar confeitos pequenos como granulado, pode pincelar uma clara sobre eles que ajuda a grudar. A melhor forma de guardar esses biscoitos é em lata de metal – ficam crocantes por mais tempo!

ursinhos2

Eu tinha feito outros biscoitinhos também, usando carimbo – mas na hora que foram ao forno perderam 90% do relevo e ficaram meio vergonha alheia, então foram censurados do post, em que mostrei só os ursinhos mesmo! 🙂 E agora chega de doce – minha próxima receita natalina vai ser esse pato ao molho de laranjas, só não sei se vou acertar!! haha

gingerBloopers: meus biscoitos de carimbo foram EPIC FAIL

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 5 de 1312345678910