07
setembro
2013

A moda do diastema

Postado por Ana em Celebs

Pensa numa pessoa que passou 5 anos da vida usando aparelho pra fechar um diastema, aquele espaço entre os dentes. No meu caso, no espaço cabia um dente inteiro. hehehe Por isso, minha reação inicial foi de susto ao ver esse tanto de revista com modelos lindas na capa mas um diastemão no meio do sorriso. Depois até acostumei, e vejo autenticidade na coisa. O que me intriga é que – me refiro às não famosas de berço – o que leva uma pessoa que quer ser modelo a não corrigir os dentes. É apostar muito numa inversão de valores, o que acho altamente admirável. As eternas musas do diastema (que consigo me lembrar) são a Brigitte Bardot e a Madonna. Apesar que no caso delas acho bem discreto e até um charme (mas dizem que a Madonna o fechou recentemente, confere?).

bardot

Acho que na era moderna quem colocou o tema em voga novamente foi a filha do Mick Jagger, a Georgia May Jagger.

jagger

Talvez pra ela nem era coisa de outro mundo ter esse espacinho. Vocês sabiam que a relação dos europeus com dentes é bem diferente da nossa, né? Em geral os dentes lá são mais amarelos e in natura, principalmente no UK. Isso é visto por nós, do novo continente, como “feio”. Não é só porque lá dentista é uma facada no peito, mas também porque eles preferem “dentes mais humanos” aos dentes “mega branquinhos e alinhados” que seguem o padrão hollywoodiano.

jagger2

Mas eu prefiro os certinhos mesmo, hihi!

Outras modelos que fazem muito sucesso com dentes separados são a Lindsey Wixson (estrelou uma Vogue BR recente) e a Ashley Smith (meus dentes eram assim haha).

wixs1

diast

Viu? Pensem 10 vezes antes de corrigir os dentes das suas filhas…. XD

Beijos

23
agosto
2013

Vale furar orelha de bebê?

Postado por Ana em Celebs

Eu adoro a Gisele Bündchen. Além de linda, a acho super cabeça-boa, sabe? Pelo menos é a impressão que me passa. Mas, sendo uma leitora compulsiva de fofoca de celebridades (nacional e internacional), algo que vem me chamando atenção há anos é que ela não é bem-vista na gringa.

bund

Nos EUA, por exemplo, é impressionante como o povo pega no pé: a acham chata e tudo só piorou depois do bafão de que ela teria sido pivô da separação do Tom Brady e da Bridget Moynahan (grávida). Desde então a Gisele virou uma espécie de Magda por lá. Ela abre a boca para dar qualquer declaração e o povo cai em cima. Quando ela se posicionou fortemente dizendo que deveria haver uma lei que obrigasse as mães a dar de mamar, lembram do auê?

Para a última polêmica ela nem precisou falar nada. Postou uma foto com a filha Vivian de 7 meses com um – OH – brinquinho. Isso despertou a fúria das mães lá fora e críticas sem fim à übermodel.

gisvivian

A gente nem consegue perceber o que há de estranho neste fato. Aqui quase toda neném sai de orelhas furadas da maternidade, é bem cultural. Não foi o meu caso, só fui furar minhas orelhas aos 14 anos e me senti injustiçada a infância inteira por ter que ficar usando brinco de pressão (criança não tem atitude suficiente para ir correr atrás de furo na orelha, eu pelo menos ficava adiando hehehe). Minhas irmãs tinham as orelhas furadas e eu morria de inveja. kkkk

babypier

A questão é que, em vários lugares do mundo isso é quase uma aberração. Na Europa e EUA, por exemplo, um furo na orelha de um bebê é capaz de gerar olhares de horror “que mãe cruel“. Lembro que ano passado houve um bafafá na Alemanha porque um juiz decidiu proibir circuncisões religiosas nos bebês. Ele considerou o ato como uma mutilação e, como tal, seria um absurdo fazê-lo sem o consentimento do “interessado”. Quem é contra brinco em bebê defende argumento parecido, de que você não pode submeter o bebê a uma mini-“mutilação” de fins estéticos sem o consentimento dele.

A minha opinião pessoal é a seguinte: como eu era traumatizada com isso, já tinha a cabeça feita que minha filha sairia de orelha furada da maternidade. Com o tempo mudei de idéia, acho até engraçado um neném careca com um brinco, tipo “bebê-perua”… hehe E acho que como minha filha provavelmente vai nascer e crescer praqueles lados, é melhor dançar conforme a música, sem problemas. Mas também não acho que isso configura um ato de crueldade contra menores, não, principalmente dentro de um contexto cultural! Mas de qualquer forma, acho que é muito drama para pouca coisa. Tá faltando terapia por aí … terapia cheia de louça suja para lavar. kkk

O que vocês acham disso?

O que você acha de furar orelha de bebê?
Sou totalmente a favor!
Tanto faz!
Sou totalmente contra!






Beijos!

29
julho
2013

A lição de Kate

Postado por Ana em Celebs

É meio clichezão gostar da Kate Middleton, porque te falar que a mulher parece que nasceu pra ser princesa mesmo. Uma lady… Mas o que mais gosto dela é como ela usa sua popularidade para quebrar alguns tabus. Não sei se consciente ou não, guiada por consultor de imagem ou não, mas ela dá uns tapas na cara da sociedade, na medida do possível.

Exemplo: quantas vezes já escutei que “noiva TEM que casar de coque senão não é chique?” Como é bom responder: fia, se a duquesa de Cambridge casou sem coque… kkkk Nem comentemos que ela fez a própria maquiagem naquele dia.

kate2

Claro que ela não leva uma vida de plebéia, ao contrário, tem todos os luxos da realeza. Mas dentro do possível ela tenta quebrar um pouquinho este padrão, por exemplo ao usar roupas de fast fashion, inspirando assim milhares de mulheres a correr atrás da mesma… parece pouca coisa, mas vai ver a animação de suas súditas ao saberem que podem ter o mesmo vestido que ela?

Mas, para mim, o melhor exemplo que ela deu até agora, foi o que na verdade deveria ser o mais natural possível e não causar qualquer estranheza. Mas não é que gerou comentários? Ela saiu da maternidade com um lindo vestidinho que em nada escondia seu panção de puérpera.

kate

Ela podia ter usado preto, cinta, bebê na frente da barriga e o diabo a quatro para esconder a barriga das câmeras. Afinal, assim fazem as hollywoodianas e as celebs brazucas.

celebs

Claro que ninguém é obrigado a mostrar a barriga se não quiser , sabe? Mas, isso vindo de quase 100% dos famosos, pode criar uma falsa mensagem para as mulheres de que “poxa, só eu não saio com barriga chapada da maternidade“. Esse volume na barriga após o parto é o normal e desejado. Você sai no dia seguinte ao parto com o útero batendo lá no umbigo. Se você sair de barriga chapada é porque algo errado aconteceu. Daí ele vai regredindo aos poucos e demora em média um mês para “retornar” pra dentro da pelve.

O que acham disso?
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 4 de 1412345678910