06
outubro
2016

Recadinho

Postado por Ana em Coisas do blog

Oi pessoal! Apenas um rápido recadinho: se as últimas semanas não postei por falta de tempo, agora vai ser por motivo de… férias! Não costumo viajar com câmera nem notebook, então vai ficar meio paradinho aqui, acho! Só quis postar rapidinho mesmo porque vira e mexe quando “sumo” algumas pessoas ficam preocupadas. Mas tô ótima! Ah, ótima oportunidade de me seguir no instagram e snapchat, ambos @anacris.lc. Pelo menos motivo, talvez demore pra responder e-mails, mensagens no facebook, responder comentários de posts antigos…

Beijos

30
dezembro
2015

L&C Retrô : os melhores e piores de 2015

Postado por Ana em Coisas do blog

Achei que não ia conseguir fazer o LC retrô desse ano, mas dei um jeito porque a tradição não pode parar! 🙂 Acho que nunca estive tão distraída como neste ano, e nunca tive tão pouco tempo pra mim mesma e isso refletiu no blog infelizmente. Espero que, apesar disso, vocês continuem comigo ano que vem . 🙂

lcretro2015

Post mais badalado

lcretro2015

O post sobre minha primeira depilação “de biquini” na Alemanha fez algum sucesso! Depois de não conseguir horário pra depilar no verão acabei aprendendo a me virar e nunca mais voltei.

Post mais abandonado

Não teve nenhum post com zero comentários esse ano, então rolou um empate entre alguns com 3 comentários. Geralmente resenha de produtos, como a resenha desse curvex “maravilhoso” aqui.

curvex3

Parece bom, mas apesar de o blog nunca ter tido tantos visitantes únicos como em 2015, atribuo isso só à digitalização geral mesmo. Acho que foi o pior ano do blog, tanto da minha parte como da parte interativa. O acesso pelo celular, a preferência pelo Youtube e a fome geral por drops de informações em vez de textos meio que tirou muito da graça de antes. Por mea culpa, meu blog virou uma espécie de peregrinação de médicos buscando informações esparsas sobre trabalhar na Alemanha. Recebo uns 2 e-mails diários sobre isso e sinceramente o saco estourou porque as perguntas são sempre as mesmas e o pessoal nem quer se dar o trabalho de buscar por si só qualquer informação. Confesso que sinto falta dos e-mails de antes, da troca de dicas de mulherzinha, etc. Mas a vida muda, a internet também, e aquela onda de coisas de mulherzinha morreu lá em 2011,2012.

Maior bafão de celeb

kard

Apesar de amar um bafón de celeb, sou zero entendida do clã Kardashian. Aliás, só sei soletrar o nome da Kim, as mais novas Keilleye e Kuelwjdj eu nem sei. Mas inevitável a bomba que foi quando o pai das meninas virou mulher e mudou o nome para Kayatyaall (também não sei o nome). Não se falava em outra coisa!

Melhor meme

senhora

Tenho que começar a anotar. Puxa, como eu amo memes! O mais engraçado do qual me lembro é o do “Senhora? senhora?“. Hahaha Brasil ♥ ♥ ♥

Melhor moda

overthe

Foi impressão minha ou nesse ano não teve modas tão marcantes como nos anos anteriores? Não consigo pensar em coisas marcantes como foi a moda do color-blocking, do pijamão, corea flúo, clogs. Mas algo que me lembro (não-exclusivo de 2015) que pegou um pouco foram as botas over-the-knee turma da Xuxa . Acho lindas. Não para mim, porque pareceria um tronco ambulante, mas nos outros acho muito lindo.

Pior moda

gargan

Gargantilha estilo tatuagem no pescoço. Em 1996 eu tinha uma dessas e achei meio estranho a volta dessa moda – apesar que só vi no mundo virtual, ao vivo não vi ninguém usando. Nem acho feio em si, mas pra mim é adolescente demais, eu não usaria! Vocês gostam?

Melhor compra fashion

pumps

Me ocorreu que não comprei nenhuma bolsa esse ano. Aliás quase nem comprei roupa, comprava as roupas só pra trabalhar mesmo. Acho que minha melhor compra fashion foram os sapatos da marca Clarks. Para mim, eles têm o máximo de conforto que um scarpin pode ter. Louboutin, aprenda!!!

Pior compra fashion

Dentre as pouquíssimas compras que fiz, não desgostei de nenhuma! Inédito!

Melhor compra de maquiagem
pumps

2015 foi um ano de consumo consciente por aqui. Até porque aconteceu o estranho de fenômeno de trabalhar e não ter tempo de gastar. Acabei fazendo um consumo estilo “reposição”, comprando meus favoritos que iam acabando. Mas foi em 2015 que conheci o delineador Liner Express da Maybelline que salvou minha vida. Eu usava o da Shiseido e, como tenho usado delineador todo dia, teria ido à falência se não fosse meu BBB . Eu não gostava do pincel dele, mas acostumei. Ele não descasca e não borrou nem quando fez 44 graus em Freiburg.

Pior compra de maquiagem

benefitdescascar

Fiz algumas compras ruins. Mas em termo de custo/malefício o pior foi o delineador “They’re Real” da Benefit, caro e ruim!

Melhor descoberta de beauté

spa6

Spawax da Veet – Adquiri minha independência biquini-depilazística com este produto. Tudo bem que eu grito de dor num nível que qualquer dia os vizinhos chamam a polícia, mas adquiro resultados igual quando faço no salão. Não preciso mais macar horário com meses de antecedência nem pagar 50 euros só pra isso! Em 2016 vou testar outros produtos, esse foi o primeiro ever do estilo que testei.

Melhor compra de cabelo

guhlretro

Xampus da Guhl! Bons e baratos, continuo amando!

Pior compra de cabelo

frieda

Nada muito catastrófico, só o xampu da linha Frizz Ease do John Frieda que não deu certo pro meu cabelo. Nem digo que é ruim, mas foi caro e deixa meu cabelo pesadão. Acho que deve ser bom pra quem tem cabelos volumosos!

Melhor viagem

parri

Tinha anos que não viajava tão pouco! E olha que estou meio na esquina da Europa. Eu andei muito cansada esse ano, final de semana chegava e eu só queria ficar quieta em casa. Marido também gastava todos os finais de semana fazendo coisa de MBA (agora acabou, aleluia). Só agora me sinto com um pouco mais de energia para não passar os finais de semana igual um urso polar na caverna. Mas enfim – a viagem para Paris com a minha família foi inesquecível. Meu pai e as pimpolhas não conheciam, e a viagem rendeu memórias muito especiais, tipo eu arrastando meu pai pro fim do mundo no Mercado Saint Quentain para comer a coxinha que, segundo minhas pesquisas no Google, foi elogiada pelo Le Monde. Comemos coxinha e de quebra uma big feijoada.

Pior viagem

aero

A viagem em si foi ótima (mas rápida), passar Natal com a família é tudo de bom, né? Mas quem me acompanha no Snap (@anacris.lc) viu em tempo real o desespero/piti – que tive problema agora em Dezembro com a passagem da TAP e fui BARRADA em Frankfurt com e-ticket e reserva de lugar na mão e na hora ninguém sabia me falar o porquê. Imaginem uma Ana chorando desesperadamente bloqueando um check-in com uma fila de brasileiros horrorizados atrás. Que sensação horrorosa às 4 da manhã! Chorei 6 horas seguidas e viajei 2 dias depois – fiquei no Brasil de segunda à sexta só!

Melhor momento pessoal

work

Bom, foi começar a trabalhar normalmente e voltar a ter uma vida “normal”, com suas obrigações, perrengues, conquistas, responsabilidades, dinheiro, histórias. Meu próprio mundo! Dar valor ao tempo livre. Já acabou meu período probatório e agora tenho um contrato ilimitado e isso me dá uma sensação muito boa. Só com o trabalho me senti integrada de verdade à sociedade e isso por si só já foi disparada a melhor conquista de 2015!

Pior momento pessoal

leao2

Olha, quem sou eu pra reclamar? Se tem alguém que dá valor à saúde e à vida (minha e alheia), esse alguém sou eu! Eu nunca fui tão saudável como em 2015, eu simplesmente nem gripei, nadica. Então o pior momento foi no fim das contas uma bobagem, mas que na época me fez sofrer um bocado. As primeiras semanas de trabalho foram o inferno na Terra, a adaptação foi extremamente difícil e tirei energias não sei de onde. Eu matava um leão por dia e achava que não ia conseguir. Mas consegui, e hoje sei que sou melhor graças àqueles dias horríveis.

Planos para 2016

Acho que meus planos são coincidentes com o de muita gente: quero entrar pra valer na academia (vou fazer um plano anual amanhã, amém) e fazer mais esporte, quero melhorar muito no italiano, quero viajar mais e ter mais quality time com meu marido. Quero ler muito mais livros literários mas também estudar mais . Quero conseguir deixar minha casa mais arrumadinha e algum momento arrumar uma diarista também. Eu sou uma pessoa azeda no geral, menos azedume em 2016!! E, para a vida virtual, quero fazer mais vídeos pro Youtube! Amanhã vou viajar para passar Revéillon num lugar do qual tenho muitas saudades, sigam no Instagram ou Snap que saberão onde! 😉

E vocês, quais seus melhores e piores de 2015? Quais os planos para 2016?

Beijos e boa virada! Que 2016 seja cheio de saúde e paz!

12
junho
2015

Os novos rumos da internet

Postado por Ana em Coisas do blog

Uma das coisas mais incríveis da internet é a velocidade com a qual as coisas mudam. Em um certo momento a realidade incluía chats do IRC, ICQ e seu oh-oh, Orkut e de repente … Puf! O que valia antes já não vale mais. E isso vem ocorrendo cada vez mais rápido. Faz uns 8 anos que prometi para mim que qualquer novidade que surgisse no mundinho visual eu iria ter para mim também, que fosse para concluir que não gosto. A verdade é que tenho medo de virar o equivalente àquelas pessoas que não sabem a diferença entre e-mail e homepage. Parece longe de nós, mas continue ignorando as novidades e você será uma delas logo. Por isso que fiz há vários anos um episódio único de Podcast, para depois ver que achava chato. Mas pelo menos vi como funcionava. Por isso mesmo fiz há algumas semanas um SnapChat – o aplicativo menos intuitivo ever. Eu, que sou super internauta, demorei um século para entender como funciona. Ainda nessa onda comecei meu canal do Youtube, e percebi que adoro fazer e editar vídeos (mas faço menos do que gostaria porque gasta muito tempo).

anabike

Algo que me chama atenção também é como estamos ficando cada vez mais viciados em drops de informações. Lembro que quando fiz minha Tina’s Homepage lá em 1998 já era o máximo ter uma sessão de atualizações – uma vez por mês alguma novidade, de forma que a página não ficasse 100% estática. E bastava.

construc-15

Daí vieram os blogs com posts fresquinhos diariamente ou quase. Eu mesma cheguei a acreditar que os blogs não iriam acabar ou perder força nunca. Via entrevistas de blogueiras profissionais confiando que seriam para sempre. Eles ainda estão aí (oi), mas já não acho que são tão imortais assim. Ser blogueira virou profissão rentável, mas longe de ser fácil. Muito se zoa, mas acho um trabalho admirável como qualquer outro. Manter blog atualizado sob pena de perder o ganha-pão dá um trabalho do cão. Só que mesmo assim se tornou uma profissão almejada devido às maravilhas do Home Office. Não é todo mundo que ama acordar as 06h, pegar trânsito e ficar o dia todo fora de casa. E quando dá realmente certo tem o bônus de uma vida cheia de glamour, jabás, dimdim. Um dos preços que se paga é: quem conseguiu trilhar um caminho profissional com blog não pode comer mosca. Por exemplo, logo ficou claro como água que o Youtube se tornou uma ferramenta muito mais poderosa que blogs, em termos de atingir uma multidão de pessoas muito mais rápido. Quem não fizesse um canal ia cair no ostracismo rapidinho. Foi até engraçado assistir todo mundo correndo desesperado para criar um canal pra não perder a boquinha. Depois, um vídeo aqui e acolá não foi mais o suficiente. Atualmente, para sobreviver profissionalmente no Youtube tem que postar sempre. Paralelamente, o Instagram pareceu ter tomado muito o lugar de posts em blogs – o look do dia é pra já, nada de postar no blog o look que usou há um mês. A própria informação de fofoca e lifestyle começou a vir mais rápido: vide o ótimo instagram @garotasestupidas. Talvez por isso revistas como Capricho se escafederam. O público jovem não consegue mais esperar. O público jovem sequer consegue ler. Um post como esse ou uma matéria de três páginas (e sobre info “velha”) numa revista é tempo demais de dedicação.

casinhasfreib

Daí a rapidez do Instagram parecia o suficiente quando surgiu o SnapChat. Informação (?) rápida e em tempo real que se esfarela após algumas horas. E bora todo mundo fazer um snap para não sumir do mercado virtual.

anasnap

Olha, depender do mercado virtual para viver deve estar sendo muito estressante. Se eu nunca pensei em profissionalizar o blog e nunca ganhei verdadeiramente dinheiro com ele (ele no máximo se paga, na verdade), agora ando com menos vontade ainda. Jâ aniquilei até alguns anúncios do google ali do lado e talvez o lá de cima rode também e eu assuma 100% dos custos, como era normal até 2009 e como é normal fazermos com nossos hobbies. Por isso que brinco que meu pagamento são os comentários e a interação. Ou minha própria satisfação de saber que escrevo e serei lida. 🙂 Ainda acho que minha página tem algum resquício dos anos 90 em sua essência. E assim vai ficar – meio paradinha, mas refletindo opiniões sinceras e não vai tentar te vender nada.

O que vocês acham dos novos rumos da internet?

Beijos da blogueira pensativa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 2 de 1312345678910