17
março
2018

Achei uma marca que é toda a minha cara

Postado por Ana em Moda

Tem uma loja que frequento muito aqui na minha cidade – e o cantinho com as coisas da marca inglesa Ted Baker sempre esteve lá, o nome não me era estranho mas nunca tinha ido ver as coisas direito, sabe? Enquanto o marido experimentava umas jaquetas hoje (zzzz)eu fui dar uma olhadinha básica e…. putz! Não sei se isso é bom ou ruim mas achei a marca completamente a minha cara. Eu tenho um estilo mais romanticozinho e achei as coisas lá meio assim. Fora as mil estampas de flores que amo! No Brasil por uns anos minha marca favorita era a Maria Filó (mas acho que perderam a mão, não tenho gostado mais), então vocês imaginam. E tem de tudo: vestidos (inclusive pra festa), calças, blusas, roupas de ginástica, sapatos, tênis, pullovers, casaco de inverno, bolsas, carteiras, lenços, óculos, relógios! Os relógios achei bem parecidos com os da Olivia Burton (marca também de Londres) mas confesso que não sei quem copiou quem! Levei por ora apenas uma blusinha linda que consegue ter passarinhos e me deixar com look de mulher-elegante ao mesmo tempo. 🙂 Mas cheguei em casa e fui logo namorar o site (que por acaso entrega aqui, aiaiai). Os preços estão longe de ser de it-marca mas também não são muito amigos, infelizmente. Escolhi umas coisas fofas aleatórias no site, vejam:

Tem linha para homens e acessórios tipo garrafas, capinhas de celular, roupa de cama, almofadas etc também, pelo que vi também gostei! Veio uma coisa à minha cabeça agora, assim, nada a ver com o post … meu aniversário é em algumas semanas. Incrível como o tempo passa… mas nada a ver com o post, viu? kkkkk Assim, de primeira impressão (ou caso já conheçam) vocês também gostaram das coisas ou acharam frufruzentas demais?

Beijos!

31
janeiro
2017

Usar o celular sem tirar as luvas – finalmente!

Postado por Ana em Moda, Tech

Eu nunca gostei de usar luvas. Prefiro manter as mãos no bolso do casaco quando necessário. Mas a ironia da coisa é que as situações nas quais eu realmente precisava das luvas era quando eu também precisava do celular. Turistando, por exemplo. Preciso olhar mapas, informações, apps de metrô e, claro, tirar fotos. Daí a cena era a mesma: eu acabava sempre igual ao Michael Jackson, com luva só em uma mão, kkkkk! A outra ficava no bolso, ou pior: eu segurava a luva da mão direita com a mão esquerda – ou pelo menos achava, né? O tato vai embora e quando eu tinha certeza que ainda estava segurando a bendita, na verdade ela já estava muitos metros atrás. Em Colônia, Paris, Berlim e até mesmo no Campo de Concentração em Dachau (perto de Munique) – contei inúmeras vezes com bo’almas que traziam minha luva caída de volta para mim.

michaelluvaeu nas viagens

Sempre achei luva com propriedades “touch” uma coisa meio de junkie de tecnologia. Tipo fala sérioooo a pessoa não consegue ficar uns minutos longe de celular. Mas vejo o quanto fui ingênua. Essas luvas são ótimas! Comprei as minhas “Spandex Touchtech Woman” de uma marca bem tradicional de luvas, a Roeckl – ela é de couro e o revestimento de dentro é normal, poliéster, mas para minha supresa é mais quentinha do que a “luva normal” que eu já tinha.

luvas1
luvatouch

Eu não quis pagar preço de banana para ficar congelando e não usar. Comprei na Kaisers por 79,90 euros. Na verdade, a luva mais quente que eu tenho é a que comprei pro esqui, mas ninguém merece ficar com mão de goleiro no dia-a-dia, né? Confesso que tenho uma quedinha pelas luvas da UGG (a marca das famosas botas) – e sei que eles fazem luvas touch também. Quem sabe ano que vem? Eu tenho comprado uma coisa de inverno por categoria por ano! 🙂

handschuh2

Vi na internet uns do-it-yourself de fazer qualquer luva virar touch, meio que costurando um asterisco metálico no indicador. Mas convenhamos, muito marmota! O legal da luva para touch screen é que o aspecto é totalmente normal, mas o couro/lã da ponta são especiais e de alguma forma são reconhecidos como dedos. Claro que antes de comprar eu as calcei e saquei meu celular para testar. Funciona direitinho e sem esforço, com todos os dedos. Aliás – calçar as luvas e vestir as calças : mistérios do português.

Super aprovei minhas luvas da Roeckl! O legal é que vou usá-las muito em uma viagenzinha daqui a 3 semanas! 🙂

Beijos

24
agosto
2016

Espadrilha florida

Postado por Ana em Moda

O sapato já está ficando velho e se desfazendo e ainda não mostrei pra vocês, né? Na verdade, é minha primeira espadrilha sem salto – e falar que gostei do negócio, viu? Tão confortável! Ela é sim meio difícil de usar, uso com cores neutras – meu macaquinho nude, vestidinho preto… Mas dá um toque todo especial.

espadri1Devidamente alargada por meus pés gordos 🙁

espadr2

Eu ganhei no meu aniversário (em abril) e, apesar de eu mesma não gostar de gastar dinheiro com sapato, quando é de presente são outros quinhentos! Aliás, é o tipo de presente que eu mais gosto de ganhar: coisas meio inúteis mas legais, que eu acabo não comprando pra mim mesma. Tipo firulas de banho, sabe? Eu jamais vou dar 25 euros num esfoliante, se posso comprar um por três. Mas se chega de presente é mega útil, master bem-vindo. Claro que não foi comprado às cegas, eu já tinha passado por ele e falado NOSSA QUE COISA MAIS LINDA. É sempre arriscado comprar algo assim sem saber se agrada o freguês. Vocês não gostaram da bolsa-desejo da Gucci, mas o que acharam da minha espadrilha? Vocês usariam ? Eu amei!

espadrilha

Foi comprada na Kaiser’s aqui em Freiburg!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 1 de 2712345678910