16
janeiro
2017

“The Ultimate” da Tangle Teezer: amei

Postado por Ana em Cabelo

Eu sou oficialmente a #louca da Tangle Teezer. Atualmente tenho 5 unidades: uma compacta deixei em BH, porque um vez esqueci de levar e fez muita falta. Mas muita muita muita falta mesmo, tinha esquecido o quanto desembaraçar cabelo pode ser dolorido! Tem uma outra compacta na minha nécéssaire de viagem. Outra compacta na cestinha que uso para me arrumar para trabalhar de manhã. A clássica está guardada na gaveta, porque passei a preferir a compacta. 🙂 E, atualmente, essa com cabo na penteadeira, se chama “The Ultimate Hairbrush“.

tangle2

tangleteezer1

Ela é, na verdade, para pentear o cabelo já seco e no site diz que é a escova para finalizar – dá brilho, movimento, etc. E pior que achei que dá mesmo! O tal do cabo em uma Tangle Teezer parece ir contra a filosofia da marca né? Mas, de alguma forma, a tangle teezer de cabo também é maravilhosa! Eu usava com o cabelo molhado no início, mas depois reparei que a compact continua sendo melhor para esse fim. Mas a mágica é quando o cabelo está seco. Eu sento na penteadeira e penteio então com ela. O efeito é realmente diferente, dá uma aumentada no volume, dependendo do dia tem muita estática também. Talvez quem já tenha volumão não vai gostar, se sentir uma leoa, etc. Mas eu com minha carequice gostei bastante do efeito! Eu lavo meus cabelos à noite e tenho meus momentos de beauté sentada à penteadeira, quando passo meus produtos anti-idade, pingo meu colírio lubrificante, passo perfume … e daí escovo os cabelos me sentindo aquela menininha má do filme A Princesinha. hihi Gente, esse filme me faz chorar todas as vezes, como pode?

lavinia

Enfim, adorei essa versão! Só que para quem não tem nenhuma recomendo a compact, porque é mais versátil! A Ultimate Hairbrush custa aproximadamente 20 euros aqui na Batatolândia. Muito fácil de achar: DM, Müller, etc. No Brasil, no site da Tangle Teezer Brasil tem onde encontrar as escovas no geral, mas não sei se é em todo lugar que tem essa. De qualquer forma, de todos os e-commerces citados no site, só vi vendendo na the beauty box, por 130 reais, mas daí é bem caro, né?

Agora só falta eu experimentar a versão de usar no banho (a splash) – ainda não experimentei porque tenho certa aversão a coisas molhadas no boxe. Veremos…

Beijos

11
setembro
2016

Xampu Seco do Lee Stafford Dark, para raizes escuras

Postado por Ana em Cabelo

A primeira vez que testei xampu seco foi em 2012 e postei aqui. Em 2014 experimentei o do Lee Stafford, gostei e postei aqui. Na época vi que tinha a versão para cabelos escuros e planejava experimentar assim que acabasse, mas como acabei experimentando uns da Batiste no meio e uso pouco, só há algumas semanas acabaram-se todos e tive a chance de comprar um novo.

leedark

Comprei então o do Lee na Müller e dessa vez o “DARK” , para cabelo escuro. Então vou dar um pequeno feedback para vocês! Eu não uso xampu seco todo dia. Uso em situações específicas: como quando vou para academia de manhã no final de semana (e obviamente não quero lavar o cabelo antes de ir) ou se tenho que sair meio esbaforida de casa no final de semana antes de lavar os cabelos.

A primeira impressão que tive do xampu seco para raízes escuras foi péssima. Como de costume, acho bom dar umas batidinhas com a mão, até porque até mesmo com ele, em alguns lugares fica, às vezes, estranhamente esbranquiçado. Mas beeeem menos do que com o clássico. O problema é que, no primeiro uso, minha mão ficou marrom e eu estava de blusa branca. Em um piscar de olhos acabei pegando na blusa e fiz a maior bagunça, hahaha. Das outras vezes isso não aconteceu, não ficou mais saindo marrom na mão. Não sei se não chacoalhei direito ou se foi porque foi o primeiro uso mesmo. Então, no fim das contas, gostei bastante porque me poupa do trabalho de ficar espalhando no cabelo minuciosamente.

leedark2

leedark3

E continuo preferindo o do Lee que o da Batiste… 🙂

Pergunta: quando tiver vídeo novo no Youtube vocês querem que eu faça um post aqui só com o link para o vídeo ou melhor deixar como está? De qualquer forma, dêem uma forcinha se inscrevendo no meu canal! Teve vídeo semana passada, vai ter novo amanhã e já tem um pra próxima! Vocês também podem me seguir no instagram @anacris.lc ou no snapchat @anacris.lc.

Beijos!

18
abril
2016

Pazes com o Miracurl

Postado por Ana em Cabelo

Acho que um dos posts mais “polêmicos” do blog foi quando contei a minha primeira experiência com o Miracurl. Para resumir a história, eu estava no salão e fiquei com o “trem” agarrado na cabeça, kkkk! Depois de um tempo até fechei os comentários do post, porque eu já “estava em outra” mas o pessoal continuava chegando do Google, uma peregrinação de consumidores indignados haha! Aquilo foi em 2013! Depois comprei uma escova giratória da Conair que nunca nem postei aqui (detestei, aliás). Daí vi que o preço do Miracurl abaixou e resolvi dar uma nova chance e comprei esse na Amazon. Isso tem mais de 18 meses já!

miracurl1

No início suava de medo de ficar sozinha em casa com o negócio preso. Eu realmente passei por vários sustos depois, de “agarrar” um pouco e eu e ter que puxar meio que quebrando os fios. Preso de verdade igual no salão nunca ficou! Lembro que no início deixava para fazer só em dias especiais, porque eu gastava ao menos meia hora, precisava de dois espelhos, de separador de mechas, fazia a maior confusão! Algumas vezes ficava parecendo um poodle, ficava bizarro. Daí teve uma época que eu não estava com tempo (ou não estava a fim) de cortar os cabelos e as pontas estavam bem detonadas. Me deu idéia de fazer algo só nas pontas para disfarçar. Foi aí que me encontrei! Fui pegando a mão e atualmente faço no meu cabelo em 5 minutos no máximo, sem exagero! Tenho pouco cabelo, mas enfim… eu lavo à noite e seco também. Daí antes de trabalhar eu faço o baby da metade pra baixo! Já mostrei algumas vezes no snap! 😉 Às vezes subo mais também. Fui pegando a prática e não passei mais apertos. Fiquei tão dependente que comprei um 110V pra deixar em BH! Ah, eu SEMPRE uso protetor térmico, é muito importante! Usei o do Lee Stafford até acabar, agora estou esvaziando dois que comprei antes (da CHI e da John Frieda).

miracurl2

Não esquecer:

1) A bolinha tem que estar virada para a cabeça pra não correr o risco de ele prender o cabelo e não soltar mais.

2) A mecha tem que ser bem fina. E quanto mais longo o cabelo e mais perto da raiz você pega, mais difíci e maior a chance de embolar. Quando embola ele faz Pí Pí Pí e você puxa o cabelo de volta.

3) Não sei se é pra todo mundo, mas o efeito como eu gosto é: quando estou fazendo a metade esquerda do cabelo, coloco pra girar pra esquerda. Quando faço a metade direita , coloco para virar pra direita. Ou seja, nunca deixo no automático. Essa “dica” foi o pulo do gato pra mim, e percebi sozinha após passar alguns dias de poodle/capacete/creuza. Quando gira ao contrário fica um cacho super estranho, colando na cabeça, sei lá. Fica uó. Quando me distraio e giro pro lado errado, principalmente as mechas da frente, até molho/seco a mecha e começo de novo, porque senão me dá gastura o dia todo!

E, sendo babyliss, dura bastante no meu cabelo. Eu até prefiro ondulado a cacheado. Já reparei que no dia seguinte às vezes fica mais bonito até. O que, em se tratando de cabelo fino e oleoso como o meu, é raro. Quando isso acontece dá dó de lavar e, dependendo, só coloco um xampu seco na raiz! 🙂

Enfim, com os outros cacheadores da vida eu tinha zero chance de independência igual o miracurl dá, quanto mais com essa velocidade. E olha que já tentei vários.

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 2 de 2012345678910