24
janeiro
2017

Cheirinho de papel de carta do paraguai

Postado por Ana em Beleza, Geral

E isso é um baita de um elogio! Explico – como 99% das meninas dos anos 80-90, eu colecionava papéis de carta. Na hora do recreio a gente trocava, nossa, ô tempo bom! Enquanto a minha pasta era recheada de papéis de cartamade in Carrefour” a minha irmã mais velha tinha uma coleção de um nível completamente diferente! Por exemplo, era cheia de papéis de cartas importados – a maioria era do Paraguai. Acreditem, ir pro Paraguai nos anos 90 era chique – e quando as tias iam sempre traziam alguns papéis de carta para ela. Eu lembro de admirar essa pasta – tinha uma coleção em particular, de uns bichinhos fofinhos, que tinha um cheirinho maravilhoso. Eu tirava os papéis do plástico e ficava cheirando. Para vocês verem que sempre fui cheiradora de papel.

papeisdecartaminhacolecaoAlguns dos papéis de carta que eu tinha. Alguém se identifica???

Após uma hora pesquisando no Google, achei todos os papéis de carta possíveis e imagináveis que já tive, mas os do Paraguai … só na memória mesmo. E uma coisa engraçada é o quanto o sentido do olfato é uma coisa primitiva, né? Isso porque a parte mais “primitiva” do cérebro, o hipotálamo, é responsável por ele. Muitas vezes sinto um cheiro que me desperta recordações profundas. Várias vezes não sei explicar o porquê, mas o cheiro daquele lugar me lembra a viagem X, o ano Y … Bom, daí voltamos ao tempo presente! Ganhei do meu cunhado um kit de banho no Natal. Eu não conhecia essa marca, se chama Rituals. Existe em vários países e tem até loja em São Paulo (5 lojas). Na Alemanha também tem um zilhão de lojas (link aqui). E essa coleção tem com vários cheiros, o da minha é Yogi Delight – Indian Rose & Amond Oil.

ritualsbig

Já para o meu primeiro banho pós-natal separei dois produtos para usar – o óleo e o esfoliante. O esfoliante é o mais forte que já tive na vida – ótimo, mas tem que usar com moderação e cuidado. Mas daí eu passei o óleo e veio aquele cheirão do …

PAPEL DE CARTA DO PARAGUAI!

Fiquei uns segundos tentando identificar o cheiro – mas felizmente informação atingiu meu córtex cerebral e lembrei então que era o cheiro do papel de carta de bichinhos. Nossa, eu queria mesmo era usar tudo em um banho só. Eu uso no final do banho e fica um cheirinho bem suave e delicioso. Amei! Olha só o tanto que já usei desde o Natal – vou ter que comprar de novo quando acabar. Tem mais de um ano que passei meu banho para a noite novamente – e uma das vantagens é que vira também um momento para relaxar, sem pressa, usar produtinhos… Ainda falta experimentar a espuma e o creme, mas com esse cheirinho não tem erro não!

ritualsbox

Essa semana posto outra dica de outro produto de banho que estou amando. A concorrência no meu boxe está uma loucura em 2017!

Beijos!

22
janeiro
2017

Minha escova de dentes elétrica – Oral B Pro 3000

Postado por Ana em Alemanha, Saúde

E o tanto que esse título parece de produto Tabajara? Super escova de dentes 3000 plus mega FIX pro master 2000! kkkk Uma das coisas que sempre observei por aqui é que praticamente todos os alemães que conheço usam escovas de dente elétrica. Óbvio que não são todos, senão nem tinha a normal para vender. Mas com certeza, a maioria. Eu sempre achei isso estranho – olha, não sei se meu cérebro está confabulando as coisas, mas tenho uma GRANDE impressão de que nenhum dos meus dentistas no Brasil me sugeriu isso. Muito pelo contrário, tenho a impressão que eles torciam o nariz para escova elétrica – sempre me diziam: passar o fio dental é mais importante, daí você pega a escova “normal a dura” e escova assim e assado. O meu último dentista até me prescreveu uma escova mini, que é para escovar um dente de cada vez. E daí eu zoava meu marido com a escova dele, chamava ele de preguiçoso e tal, tentei convencê-lo a largar essa vida e comprar escova normal, hahahaha. Sim – eu sei ser chata, coitado. Mas ele sabe ser teimoso e nem tchum , seguiu com a escovinha elétrica dele.

Primeiro, eu tenho que confessar uma coisa: eu sou uma anta com dente. Eu sei de dente o que os dentistas sabem de olho. 🙂 Então eu sou 100% leiga mesmo! Antes da patrulha da crítica chegar, já aviso que pesquisei e então achei um dentista no qual irei confiar. Até porque foi ele que estudou quase 6 anos de “medicina de dentes” e mais dois como assistente para se chamar “médico de dente, aka dentista” e não eu. O que ele me sugerir (ele que me examinou), vou acreditar que é o melhor para mim e vou fazer e pronto. Pois então comecei minha saga odontológica por aqui. Fui ao dentista (e continuo indo, hihi) e ÓBVIO que depois conto tudo aqui. Mas quase caí da cadeira quando ele me perguntou se eu tinha uma escova elétrica. Eu disse não e ele se mostrou completamente horrorizado!!! Disse que era para eu comprar instantaneamente, que melhora muito a higiene e tal. Disse que ela era melhor para limpar as interfaces do dente – só que eu tinha que tomar cuidado para limpar com ela os 5 lados do dente e não simplesmente ir escovando em fileira.

oralbhead

Daí saí do consultório com uma grande interrogação na cabeça. Sei que tem dentistas que me seguem e pode ser que eles gostem dessas escovas ou não. Se forem formados no Brasil, a grande chance é de que não gostem. Mas aqui pode ter certeza que eles gostam … daí entra naquelas diferenças “científicas” que tanto me fizeram sofrer no início da minha vida profissional por aqui. Os oftalmologistas brasileiros acham o oftalmoscópio binocular indireto indispensável e aqui todos c*gam para ele. E a Ana fez o que? Teve que entubar. É a vida.

oralb2

Fui à DM escolher uma e comprei essa Oral B + Braun Pro 3000 . Custou 69,95 euros, nada barata! Mas considerando o quanto se gasta num tratamento odontológico aqui isso não é nadinha, nadinha, acreditem. Vi umas mais baratas e outra que era o dobro do preço e só falta falar.

Bom, a minha veio com dois refis – a cabeça quando fica gasta você troca (ou, se quiser ser mais certinha, de 3 em 3 meses) e custa tipo uns 5 euros. Tem também um sensor – quando a pressão sobre a gengiva é muito grande, uma luz acende. Tem um timer – ela dá uma vibrada para avisar quando se passaram 30 segundos e é hora de ir para o próximo quadrante. Eu não uso o timer, vou indo dente por dente concentrando nas 5 faces. A minha supresa é que eu simplesmente AMEI! Me deu realmente a impressão que está limpando mais e ainda acho que facilitou o processo. Ela vibra, gira, faz tudo. Voltei ao dentista após 4 semanas usando e ele disse que melhorou muito o aspecto. E olha que sou a louca do fio dental, fico 10 minutos toda noite passando. Enfim, mudei meus conceitos.

Uma pena que comprei rápido demais – meu marido disse que tem estações familiares dessa coisa. Porque cada uma tem seu suporte com carregador (a bateria dura uns dias com ela fora) e seria mais prático termos um suporte único. Bem, da próxima vez compro a estação familiar.

Achei bem interessante essa história toda, como algo que sempre tomei como verdade a vida inteira (escova elétrica = lixo) caiu por terra num piscar de olhos. Caso queira uma escova nova, converse com seu dentista para ver o que ele recomenda para você.

Beijos

18
janeiro
2017

Testei – Föhnomenal, protetor térmico da Got2b

Postado por Ana em Cabelo

Permitam-me falar de produto capilar de novo! Comprei e estou usando o Föhnomenal, protetor térmico da Got2b, e vou falar o que achei! Faz uns 3 anos que tenho uma gastura mega-master de secar meus cabelos sem protetor térmico. Eu sempre soube que era importante, mas comecei a levar a sério mesmo só há alguns anos. Neurose por neurose acho que essa é ótima. Eu seco meus cabelos todos os dias – eles têm luzes, são finos – se eu não proteger já viu né? Dentre todos os protetores térmicos que comprei nos últimos anos, o único que amei foi o do Lee Stafford. Como eu quase nunca desperdiço as coisas, passei meses esvaziando dois que não gostei muito – um do John Frieda e o outro da CHI. Quando o da CHI estava no finalzinho, vi esse da Got2b na DM. Essa Got2b pertence à Schwarzkopf, e os preços de todos os produtos são muito bons. Uso desde 2008 os sprays sem enxagüe deles (para pentear) e amo. Eu levei esse porque está escrito na embalagem que reduz o tempo da secagem. Ah, föhnen = secar cabelo com o secador, daí o nome e seu trocadalho do carilho. Na verdade, me sinto até mimada falando isso, porque se gasto 6 minutos para secar meu cabelo, é muito. Mas há anos procuro o “Blow Dry Your Hair Faster Spray” Lee Stafford que todo mundo fala que reduz mesmo tempo de secagem, mas nunca encontrei!

foehnomenal

Bom, tenho usado todos os dias há algumas semanas. O parecer?

Tempo de secagem: o mesmo, não notei diferença
Cheiro maravilhoso, o cabelo fica cheiroso mesmo após a secagem – quando usei pela primeira vez, meu marido perguntou na manhã seguinte “nossa, como que você faz pro seu cabelo ficar tão cheiroso?“. Fiquei toda-toda!
– A mecânica do spray poderia ser melhor. Acho que ele concentra muito produto nas partes onde é aplicado. De forma que vez ou outra deixa o cabelo endurecido nesses locais onde se concentrou. Quando é no cocuruto me incomoda bastante.
Protege mesmo? Isso só Deus sabe né, não tem como saber. Acho importante pentear o cabelo após aplicar o spray, daí ele se espalha melhor e cobre o cabelo todo.

Preço: 0,95 euro na DM P.s: por isso que eu fico de cara quando vejo pessoal vendendo produtos da Got2b no Brasil por 100 reais!

Vou usar até acabar (claaaaaro) e isso vai demorar uns 8 meses. Mas aprendi a lição: quando esse esvaziar, volto pro Lee Stafford!

lcrate3

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 2 de 41234