23
maio
2013

Festinha da Raquel!

Postado por Ana em Coisas da Ana

Parece que foi ontem que minha irmã me mandou um SMS falando que o beta-HCG tinha dado positivo (detalhe: após dois testes caseiros negativos, rs!) ! Eu estava morando na roça e comecei a correr de um lado pro outro de alegria! :laugh: E cá está o que este serzinho se tornou, uma linda menininha de 4 anos!

Tivemos uma festinha inesquecível há alguns dias, e o tema foi o seu favorito atualmente: bichos da floresta. Foi lá na Macaco Disse, e recomendo muito, foi o salão infantil mais profissional que contratamos até agora. Fora que o macacão saudando os convidados na porta é um show à parte… hehhe

Eu até lembrei de pedir pra tirarem foto minha, mas infelizmente minha perna e meu pé com minha sandália nova-maravilhosa-altíssima foram cortados hahahaha #blogueirademeiatigela. O vestido é da Maria Filó, tenho que apertar um pouco a saia (rodada demais), mas tô usando mesmo assim.

Só pra constar, no dia real do aniversário, fizemos só um lanchinho pra família. Em vez do bolo, fiz um monte de cupcakes com recheio e cobertura de nutella (pra agradar o paladar infantil). Usei aquela receita base e o recheio não era Nutella puro, mas uma mistura de Nutella, chocolate em barra derretido e creme de leite. Tudo coberto com granulado crocante!

Beijos da titia coruja!

22
maio
2013

Amamentação cruzada na novela das oito!

Postado por Ana em Saúde

Tem hora que a televisão pode ser muito nociva, sabe? Basta uma reportagem sensacionalista no Fantástico domingo à noite, que segunda de manhã aparecem as pessoas nos cobrando “a novidade que viram“. É gente querendo transplante de retina, chip pra olho que nem vê luz mais… dá uma dor no coração, porque as pessoas chegam com muita esperança; dá vontade de ir lá no Projac e torcer o pescocinho do responsável. Se a coisa acontece na novela das 8, o estrago pode ser ainda maior! Tipo o que vai ao ar hoje…

“Até que chega uma enfermeira e avisa que está na hora da bebê mamar. Emocionada, Paloma pede: “Enfermeira, espera. Eu tenho leite. Meu peito dói. Eu… Você se importa se eu amamentar a sua menina?”

“Faz favor”, permite Bruno. Paloma toma a criança nos braços e amamenta a menina, sem saber que é sua filha verdadeira.”

Eu nem sei quais novelas estão no ar, fiquei sabendo por minha amiga pediatra que parecia estar semi-infartando em casa ao ver que essa cena iria ao ar hoje. Fulana vai dar de mamar, de caridade, pra um bebê “qualquer” (que por acaso vai ser sua filha, coisa de novela kkkk). Gente, tá que é ficção, mas isso estar na televisão é um crime, pelo papel enorme que a TV tem. Você divide agulha usada com alguém? Então por que fazer isso com um bebezinho? Leite materno é fonte de infecções como de HIV e HTLV, por isso mesmo que existem os exames pré-natais. Não confundir aleitamento cruzado com doar o leite , que é uma linda e segura ação. Este sim é pasteurizado, controlado e seguro para o consumo.

Com a palavra a pediatra Ana Luiza Cunha:

O aleitamento cruzado é aquele em que uma pessoa que não é a mãe da criança a amamenta (ama de leite, vizinha, tia, amiga, avó, etc.). Não recomendamos o aleitamento cruzado pelo risco de transmissão de doenças, que existe mesmo quando o leite materno é ordenhado e não recebe o devido cuidado. Quando se permite o aleitamento cruzado está se expondo o lactente ao risco de adquirir diversas doenças durante a lactação. É cientificamente comprovada a transmissão do HIV e do HTLV pelo leite materno, não apenas no caso da mãe ter fissuras na mama. As mães portadoras dessas doenças não devem amamentar seus filhos pelo grande risco de passar essas doenças aos seus filhos. No caso do aleitamento cruzado, ainda há o risco de transmissão para criança de outras doenças infecto-contagiosas, como a hepatite B e C. No caso da criança adotada, a mãe adotiva é responsável por seu filho e, desta forma, pode amamentar pelo processo de relactação, após avaliação médica e realização de todas as sorologias pertinentes ao caso. Obviamente a criança deve ter também sorologias negativas, pois também existe o risco de contágio da mãe que amamenta, quando o bebê apresenta doença infecciosa transmissível.

No Brasil é regulamentado por lei a proibição do aleitamento cruzado e é atribuição da equipe de saúde hospitalar orientar as mães e proibir que as mães amamentem outros recém-nascidos que não os seus (amamentação cruzada) (MINISTÉRIO DA SAÚDE – GABINETE DO MINISTRO – PORTARIA N.° 1.016, DE 26 DE AGOSTO DE 1993 – DO 167, de 1/9/93) .”

Amanhã vai ser um tal de vizinha dando leite pra bebê de vizinha, quero nem ver.

Beijos

21
maio
2013

Mein Kampf, ou: minha luta para não lavar os cabelos todos os dias

Postado por Ana em Cabelo, Crônicas cosméticas

Nem sei mais há quantas décadas sou “escrava” dos meus cabelos. Faça chuva, sol, calor, neve, saúde ou doença: lá vou eu com meus cabelos pra debaixo do chuveiro todo santo dia. Até há uns 8 anos eu lavava à noite, antes de dormir. Mas quando vi que ele já estava ficando oleoso na hora do almoço, eu desisti e comecei a lavar toda santa manhã antes de ir trabalhar. Primeiro, pelo excesso de oleosidade. Segundo (e mais importante), pela facilidade com a qual ele amassa. Os fios são muito finos, e acordo com os fios fazendo vários ângulos retos entre si, triste. Por isso mesmo não dei certo com xampu a seco (lembram?). Por outro lado, tenho presenciado um ressecamento/destruição horrendo das pontas. É aquele eterno dilema das luzes que postei aqui.

Eis que ontem fui orientada a deixar de lavar os cabelos todos os dias... vejam como eu reagi… :laugh:

Falando sério, tive uma experiência diferente/legal ontem. Sabem o Spa Dios, aquele salão mega badalado de SP? Ele veio aqui de novo, minha irmã descobriu e marcou horário pra gente. Foi um custo, mas consegui trocar um ambulatório da tarde, e lá fui eu ter minha tarde de dondoca. :laugh:

Eles são realmente mega profissionais, e os tratamentos são muito bons. Avaliaram meus cabelos, concordaram comigo que minhas pontas estavam o verdadeiro horror, e sugeriram três tratamentos: bordado (tira ponta-duplas sem mexer no comprimento), multivitaminas e lipídeos. E falaram para eu fazer a famosa velaterapia em julho, quando eles voltam aqui. Além disso, sugeriram vários produtos pra eu continuar o tratamento em casa, sendo 4 do próprio Spa Dios (proteína, 2 xampus, condicionador) e dois sensacionais da Joico (post a parte). O engraçado é que quando você vai pagar sua conta já estratosférica, os produtos já estão te esperando na sua sacolinha no caixa, e lá se vão mais centenas de dilmas. Eu sou sincera, se você quiser ir, prepare para quebrar vários cofrinhos, é completamente fora da realidade de 99% das pessoas (inclusive da minha, mas vide post anterior). Mas que é bom, isso é…

Foi lá que basicamente me disseram que não posso lavar os cabelos todos os dias. Que estraga muito, ele já é muito fino e quebradiço por causa das luzes. Eu sei disso, mas e pra conseguir?

A oleosidade não está sendo o problema número um, até por causa do Roacutan. Mas o fato de acordar com ele todo amassado me incomoda demais! A primeira coisa que vou ter que fazer é comprar touca de banho. Descartáveis, sabe? Porque eu acho touca de banho convencional a coisa mais nojenta e horrorosa do mundo, fica toda úmida e fedida, nheca eca eca. Segundo, tentar parar com meu hábito de pegar demais nos cabelos, pra ver se ele “aguenta” dois dias sem lavar. Terceiro, usar Bed Heads da vida, e meu leave-in novo “prescrito” para esse fim. Hoje eu fui trabalhar sem lavar os cabelos após anos; não ficou como eu gosto, mas ficou pelo menos razoável graças ao super leave-in novo (é uma espuminha). Será o fim de uma era?


Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Página 2 de 41234